Nossa Senhora do Livramento

Nezinho tem candidatura confirmada em Livramento após convenção partidária do PTB

Publicado

O ex-prefeito Carlos Roberto da Costa (Nezinho) disputará novamente as eleições municipais. O seu nome foi confirmado durante a convenção realizado pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), que também referendou a servidora pública Rosenei Miranda de Carvalho Duarte como vice-prefeita; Dentre os 11 candidatos ao Legislativo que foram lançados pelo Partido, seis são mulheres. 

A convenção aconteceu na última quarta-feira (09.09) na Casa de show JKF, localizada no bairro central de Nossa Senhora do Livramento. O partido adotou todas as normas sanitárias devido à pandemia, não havendo aglomeração.

“Nezinho”, como é popularmente conhecido, é filho da terra, nascido na comunidade Cedral de Cima, administrou o Município por 3 (três) mandatos, e hoje disputa pela quarta vez o cargo de prefeito de Nossa Senhora do Livramento, o que coloca como um dos mais experientes concorrentes á prefeitura. 

O petebista destacou que está colocando seu legado á disposição de Livramento, com realizações efetivas e reconhecidas pelo povo,  “A motivação de voltar a administrar a cidade é que não podemos deixar que Livramento transforme-se em um bairro de Várzea Grande. Nossa cidade tem condições de tornar-se uma cidade dinâmica e economicamente viável”. 

O pré-candidato pontuou ainda o desejo de trabalhar pela cidade e poder novamente oferecer sua experiência e capacidade administrativa de trabalho. Nezinho cita que a administração municipal precisa urgente de correções de rumos para que volte atender os anseios da população. 

Outro ponto defendido pelo pré-candidato é o que os governantes municipais têm que residir na sede do município. Ele reforça a ideia que é injustificável que prefeito ou candidato ao cargo que não residam no município, pois representam o local, onde tudo acontece.  “O prefeito que não mora onde atua, além de revelar desprestígio em relação á cidade, não tem condições de dar respostas tão rápidas quanto aos vivem o dia a dia do município”, ponderou.

O ex-prefeito e agora candidato ainda lembrou que no primeiro ano de gestão encontrou a cidade em frangalhos, com baixa arrecadação e com dificuldades em prestar serviços. “O cenário era desolador, pois encontramos servidores com 10 meses de atraso salarial, prédio da prefeitura deteriorado, entre outros problemas. Porém, com muito trabalho e afinco, conseguimos virar a página e transformar a cidade. Estou preparado para os desafios que vou encontrar no próximo ano. Precisaremos gerar novas receitas, desenvolver a cidade e, acima de tudo, olhar para dentro da prefeitura. Estou com uma vontade enorme de voltar administrar Nossa Senhora do Livramento.”, finalizou.

Além de Nezinho, o prefeito Silmar Souza (DEM) foi confirmado em convenção  candidato à reeleição. Devem ser candidatos ainda Edesio Pompilho (PSC), Volneli Queluz – Novinho (PSD) e Sônia Monteiro (SD).

Comentários Facebook
publicidade

nossa senhora do livramento

Prefeito de Livramento não pensa decretar ‘lockdown’ no município

Publicado

O prefeito municipal Silmar de Souza (DEM) disse nesta quinta-feira (18) que não pensa em realizar lockdown por 15 dias em Nossa Senhora do Livramento, como sugerido ontem pelo Governo do Estado após o município papa-banana ultrapassar os mais de 40 casos ativos da Covid-19.

De acordo com o prefeito, de fato a classificação de risco ‘é muito alto’ no Sistema de Inteligência da Pandemia pela Secretaria de Estado de Saúde, mas que no momento não vê a necessidade para isso, mesmo presenciando dia a dia os casos crescerem no município.

Segundo o democrata, os números de contaminados em Livramento seguem sim em curva ascendente assustadora, mas somente na zona rural onde o lockdown dificilmente teria controle total da administração. Livramento apresentou ontem 75 casos positivos da doença, sendo 56 na zona rural contra 19 na zona urbana.

“Temos ciência dos números e também da nossa capacidade perante um lockdown. Primeiramente graças a Deus, ao toque de recolher, a barreira sanitária e uma melhor conscientização das pessoas estamos em baixo aumento de casos positivos na sede municipal. Em média um por dia. Saímos de nove no dia 8 de junho e chegamos nos 19 casos nesta quarta-feira.”

Já a zona rural, segundo o prefeito, os casos estão crescendo de maneira assustadora, “e é justamente lá que jamais teremos um controle absoluto para fechar a região, interditar vias, proibir deslocamentos de maneira mais profunda. O município é muito extenso e tem muitas vias secundárias de acesso”, pontuou.

Para o gestor, fazer um fechamento de vários pontos de acesso na região seria preciso o auxilio do Estado através de policiais militares. “É comum nos finais de semana descer multidão de pessoas de Cuiabá e Várzea Grande para visitar parentes e amigos no interior do nosso município, e sinceramente, não temos condições e nem equipe para tal, infelizmente”, esmoreceu Souza.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana