SÃO PEDRO DA CIPA

Seminário discutirá a conservação das nascentes do rio Caninana

O evento será nos dias 29 e 30 de junho, em São Pedro da Cipa, reunindo entidades públicas, privadas e a sociedade civil em prol do meio ambiente

Publicado


Divulgação

Rio Caninana

 

O Rio Caninana é uma microbacia do Rio São Lourenço, que nasce em Campo Verde e desagua no Pantanal. O Rio Caninana é uma microbacia do Rio São Lourenço, que nasce em Campo Verde e desagua no Pantanal.

 

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), em parceria com a Empresa Mato-grossense de Pesquisa Assistência e Extensão Rural (Empaer) e o Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio São Lourenço, realizará nos dias 29 e 30 de junho, no município de São Pedro da Cipa (148 km ao sul de Cuiabá), um seminário para discutir a conservação das nascentes do Rio Caninana.

 

Clique aqui e conheça a história de São Pedro da Cipa

 

Conforme a coordenadora de Educação Ambiental da Sema, Gresiella Castilho, a proposta do evento é construir um trabalho conjunto entre as entidades públicas, privadas e a sociedade civil em prol do meio ambiente. “Queremos mostrar a importância da conservação das áreas protegias e o quanto é necessário a manutenção das nascentes para o sustento da população e pequenas propriedades rurais”.

 

O 1°seminário da Bacia do São Lourenço para Recuperação das Nascentes do Caninana ocorrerá das 8h às 17h, na Pousada Araras, localizada em São Pedro da Cipa. Ao todo foram disponibilizadas 150 vagas destinadas a pessoas que tenham afinidade com o tema. Os interessados podem se inscrever gratuitamente neste link até a próxima quarta-feira (28.06). Participarão do evento representantes da sociedade civil, agricultores familiares, acadêmicos, pesquisadores e professores.

 

Sobre o Rio Caninana

 

Além de São Pedro da Cipa, o Rio Caninana abrange os municípios de Juscimeira e Jaciara. Ele é uma microbacia do Rio São Lourenço, curso de água que banha o estado de Mato Grosso nascendo no município de Campo Verde e desaguando no Pantanal.

 

Saiba mais sobre a economia de São Pedro da Cipa

 

Programação

 

As atividades começam no dia 29.06 (quinta-feira), às 7h30, com a inscrição para aqueles que não conseguirem se inscrever online. Depois haverá a abertura oficial, seguida das palestras sobre ‘o que é micro bacia’ e saúde e meio ambiente. Ao fim da manhã haverá um debate e questionamentos referentes aos assuntos apresentados. Após o almoço, às 14h, o grupo volta a discutir sobre a recuperação de área degradas e a percepção entre o homem e o meio ambiente. Depois haverá debates e a preparação de oficinas.

 

No dia 30 (sexta-feira), às 7h30, haverá uma visita na Gleba Pombal e na nascente degradada localizada na microbacia do córrego Caninana. Às 14h a equipe participará de uma oficina sobre recuperação das nascentes e das Áreas de Preservação Permanente (APP) que visa a elaboração do Plano de Ordenamento da Bacia do Canina.

 

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Veja os dados do painel Covid-19 desta sexta-feira (7)

Publicado


.

Nesta sexta-feira (7), Cuiabá tem 13.626 casos confirmados de Covid-19 de residentes no município e 2.661 de não residentes, mas que estão sendo atendidos na capital. Dos confirmados, 3.329 já estão recuperados da doença e houve 604 óbitos de residentes e 278 de não residentes.

Na rede hospitalar há 278 pacientes confirmados com Covid-19 internados, sendo 180 na UTI e 98 em enfermaria. Também estão internados 169 pacientes com suspeita da doença, sendo 78 na UTI e 91 em enfermaria. Do total de pessoas internadas em UTI, 160 são de residentes em Cuiabá e 98 de residentes de outros municípios. Do total de internados em enfermaria/isolamento, 142 pessoas são de Cuiabá e 47 de outros municípios.

Hoje Cuiabá registrou mais 13 óbitos, chegando a um total de 604 mortes. O prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho lamentam profundamente estes óbitos.

Segue abaixo a relação dos óbitos de residentes em Cuiabá:

-Mulher, 28 anos, internada em hospital privado. Não foi divulgado se tinha comorbidade. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 39 anos, internado em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 58 anos, internado em hospital privado. Tinha neoplasia. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 69 anos, internado em hospital privado. Tinha hipertensão, diabetes e problema pulmonar. Foi a óbito em 06/08.

-Homem, 82 anos, internado em hospital privado. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 28/07.

-Homem, 70 anos, internado em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 07/08.

-Mulher, 68 anos, internada em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 07/08.

-Mulher, 58 anos, internada em hospital público. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 87 anos, internado em hospital privado. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 06/08.

-Mulher, 80 anos, internada em hospital privado. Tinha hipertensão e diabetes. Foi a óbito em 06/08.

-Homem, 63 anos, internado em hospital privado. Tinha hipertensão, diabetes e problema cardiovascular. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 59 anos, internado em hospital privado. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 06/08.

-Mulher, 76 anos, internada em hospital privado. Tinha hipertensão e diabetes. Foi a óbito em 06/08.

 

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana