Aripuanã

História de Aripuanã

Saiba mais sobre o surgimento da cidade de Aripuanã

Publicado


 

No final do século XIX, toda influência na região de Aripuanã provinha dos Estados do Amazonas e Pará, por causa do intenso intercâmbio comercial. Somente a partir de 1908, com o início dos trabalhos de instalação das linhas telegráficas estratégicas, pela Comissão Rondon, a situação se alterou. 
De história e movimentação antiga, o termo Aripuanã é referência ao Rio Aripuanã, que margeia a cidade. No entanto, a primeira sede municipal, já com o nome de Aripuanã, foi erguida a cerca de duzentos quilômetros de distância da atual, às margens do Rio Roosevelt. 
Em 1932, foi criado o Distrito de Paz de Aripuanã, extinto seis anos depois. A grande distância da capital do Estado e a enorme dificuldade de acesso, prejudicou imensamente o seu desenvolvimento. 
No dia 31 de dezembro de 1943, o Decreto-Lei nº 545, criou o município de Aripuanã. A partir desta época os prefeitos eram nomeados e governavam o município a partir de um escritório montado na Travessa Dom Bosco, em Cuiabá. 
No ano 1966, o governador Pedro Pedrossian nomeou Amauri Furquim para prefeito, incumbindo-lhe de encontrar um novo e melhor local para se instalar a sede do município. Profundo conhecedor da região amazônica, Furquim situou a cidade na margem do verdadeiro Rio Aripuanã, termo que justificou o topônimo. A cidade localiza-se na altura dos saltos Dardanellos e Andorinhas, em local de extraordinária beleza natural.

 

 

English – HISTORY

 

In the late nineteenth century, all influence in the region of Aripuanã came from the states of Amazonas and Pará, because of the intense trade. Only since 1908, with the start of work on installation of telegraph lines strategic Rondon Commission, the situation has changed. 
From ancient history and movement, the term is a reference to Aripuanã Aripuanã River, which borders the city. However, the first municipal seat, as the name of Aripuanã, was erected about two hundred kilometers away from the current, on the banks of the Rio Roosevelt. 
In 1932, the District was created Peace Aripuanã was abolished six years later. The great distance from the state capital and the enormous difficulty of access, greatly hindered its development. 
On 31 December 1943, Decree-Law No. 545 established the city of Aripuanã. From this time the mayors were appointed and ruled the city from an office set up at Travessa Dom Bosco, in Cuiabá. 
In 1966, Governor Pedro Pedrossian named Amauri Furquim for mayor, charged with finding a new and better place to locate the seat of the municipality. Deeply versed in the Amazon region, Furquim placed the city on the banks of the Rio Aripuana true, a term that justified the toponym. The city is located in the height of jumps Dardanelles and swallows in place of extraordinary natural beauty. 

Español – HISTORIA

 

 

En el siglo XIX, toda influencia en la región de Aripuanã provenían de los estados de Amazonas y Pará, a causa del intenso comercio. Sólo desde 1908, con el inicio de los trabajos de instalación de líneas telegráficas estratégica Rondón Comisión, la situación ha cambiado. 
De la historia antigua y el movimiento, el término es una referencia a Aripuanã Aripuanã río, que bordea la ciudad. Sin embargo, la cabecera municipal en primer lugar, como el nombre de Aripuanã, fue erigida alrededor de doscientos kilómetros de la actual, en la ribera del Río de la Roosevelt. 
En 1932, el Distrito se creó la Paz Aripuanã se suprimió seis años más tarde. La gran distancia de la capital del estado y la enorme dificultad de acceso, dificulta grandemente su desarrollo. 
El 31 de diciembre de 1943, el Decreto-Ley N ° 545 estableció la ciudad de Aripuanã. A partir de este momento los alcaldes eran nombrados y gobernó la ciudad desde una oficina creada en Travessa Dom Bosco, en Cuiabá. 
En 1966, el gobernador Pedro Pedrossian nombre Amauri Furquim a la alcaldía, el encargo de encontrar un nuevo y mejor lugar para ubicar la sede de la municipalidad. Profundamente versado en la región amazónica, Furquim colocado la ciudad en las orillas del Río Aripuana cullmaniorum cierto, un término que justifica el topónimo. La ciudad está situada en la altura de los saltos Dardanelos y golondrinas en lugar de extraordinaria belleza natural.

Comentários Facebook
publicidade

aripuana

Contrato para dar início a construção da Ponte sobre o rio Aripuanã é assinado

Publicado

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), assinou o contrato para a execução dos serviços de construção de uma ponte de concreto sobre o Rio Aripuanã, localizada na MT-208, em Aripuanã (a 949 km de Cuiabá). A ordem de serviço para início efetivo das obras deve ser emitida nos próximos dias.

A ponte de concreto terá um total de 240 metros de extensão e é fundamental para fortalecer o desenvolvimento econômico do município de Aripuanã e a região Noroeste de Mato Grosso. Isso porque vai permitir a ligação de Aripuanã ao distrito de Conselvan, à cidade de Rondolândia e ao estado de Rondônia.

Além da construção da ponte, será executado o encabeçamento das duas cabeceiras da ponte, em uma extensão de 1,73 quilômetro. Serão investidos R$ 11,7 milhões na execução dessa obra, cujos recursos são oriundos do Governo do Estado, além de recursos da União, por meio da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco).

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Marcelo de Oliveira, os investimentos previstos são 26% menores do que o inicialmente estimado, em aproximadamente R$ 16 milhões, em razão do deságio que as licitações realizadas pela Sinfra estão obtendo devido aos pagamentos em dia.

Governo assina contrato para dar início a construção da ponte sobre o rio Aripuanã

“Como a Sinfra está pagando em dia os fornecedores, nossas licitações apresentam deságio e estamos conseguindo reduzir os valores.  Com isso está sendo possível o Estado   entregar obras de qualidade com custo mais baixo”, disse o secretário.

Ainda segundo o secretário, a construção das pontes e as demais obras executadas em Aripuanã vão melhorar a trafegabilidade, além de estimular o desenvolvimento na região.  Hoje Aripuanã é reconhecida como segunda maior produtora de energia, referência na extração mineral, pecuária e manejo florestal sustentável.

“A substituição da ponte de madeira no local é uma promessa feita pelo governador Mauro Mendes para a região, que se concretiza através do empenho do Estado. Nós temos em torno de 23 mil habitantes só na região de Aripuanã, cidade que estava há anos pleiteando essas melhorias de infraestrutura. Agora o Governo está fazendo o que é sério e decente: levando benfeitorias a todos os rincões de Mato Grosso”, disse o secretário.

Pavimentação em Aripuanã

Outras obras

Além da construção da ponte, o Governo do Estado já realiza outra obra de infraestrutura no município. Está em execução a pavimentação de 41,6 quilômetros da MT-208, no trecho que vai de Aripuanã até Passagem do Loreto, no entroncamento da MT-418, que dá acesso à BR-174.

O asfaltamento é resultado de um termo de cooperação entre Estado e Prefeitura de Aripuanã e são investidos aproximadamente R$ 39 milhões, por parte do Estado, nessa obra. Também está em andamento a execução dos serviços de manutenção e conservação de 90,5 quilômetros da MT-208, entre a cidade de Aripuanã e o Distrito de Conselvan.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana