municipios

Município deve capacitar servidor ao invés de contratar serviço

O motivo foi a contratação, pela Prefeitura, de empresa de assessoria contábil no valor de R$ 96 mil, em um momento de grave crise financeira, tendo em seu quadro funcional contador efetivo

Publicados

em


GcomMT

Vale de São Domingos

Vale do São Domingos (MT)

Prefeito de Vale de São Domingos, Geraldo Martins da Silva recebeu duas recomendações da 1ª Câmara do Tribunal de Contas de Mato Grosso. Elas resultaram do julgamento da Representação de Natureza Interna (Processo nº 191264/2017) proposta em desfavor da Administração Municipal por despesas consideradas não autorizadas, irregulares e lesivas ao patrimônio público, ilegais ou ilegítimas. O motivo foi a contratação, pela Prefeitura, de empresa de assessoria contábil no valor de R$ 96 mil, em um momento de grave crise financeira, tendo em seu quadro funcional contador efetivo.

 

A RNI foi julgada na sessão ordinária da 1ª Câmara de quarta-feira (12/12) e teve como relator o conselheiro interino Luiz Henrique Lima, que mudou oralmente seu voto durante a sessão para retirar a multa de 6 UPFs que havia aplicado ao gestor. Após a retirada da multa, o voto do conselheiro relator foi aprovado por unanimidade. Foi recomendado ao prefeito que se abstenha de contratar serviços de assessoria contábil para situações não previstas na Resolução de Consulta nº 033/2013-TP do TCE-MT e que adote providências para a capacitação dos servidores que realizam serviços contábeis.

 

De acordo com os autos, a equipe técnica do Tribunal de Contas verificou que o município possui contador efetivo, Adenilson Alves Feitosa, aprovado pelo Concurso Público nº 01/2014. Para agravar a situação apontada, o relatório técnico informou que o Município enfrentou uma calamidade financeira, atestada pelo Decreto Municipal nº 21/2017.

 

“Em decorrência dos fatos apresentados, é salutar registrar que o cargo de contador é uma função exercida de forma contínua, razão pela qual o respectivo cargo deverá ser contemplado no Plano de Cargos e Carreiras e provido por servidor concursado nos termos do artigo 37, II da Constituição da República”, reforçou o conselheiro relator.

 

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Prefeito lamenta morte do médico George da Costa Melo, vítima de acidente de avião

Publicados

em


Faleceu na tarde deste sábado (25) o médico George da Costa Melo, aos 39 anos, após passar 47 dias internado em decorrência da queda de um avião no qual ele viajava com amigos, no dia 8 de agosto, quando fora ao Pantanal para uma pescaria. Ele deixa esposa, três filhos, mãe e irmãos. 

George era diretor técnico da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Ipase, em Várzea Grande, mas iniciou sua carreira na UPA Pascoal Ramos e também trabalhou na Policlínica do Verdão, em Cuiabá, locais onde fez muitos amigos e era admirado por ser um profissional dedicado e humano. Antigos colegas de trabalho inclusive faziam correntes de oração, que eram transmitidas em chamadas de vídeo para o médico, enquanto estava internado.

O prefeito Emanuel Pinheiro lamentou a morte do médico. “Com profunda tristeza recebi a notícia da morte precoce deste jovem médico, o doutor George, uma pessoa que, durante sua passagem pela saúde pública de Cuiabá, prestou grandes serviços, ajudou a salvar vidas, agiu com humanidade e dedicação. Peço a Deus que ampare e console os corações da mãe, esposa, filhos, demais familiares e amigos neste momento de dor”, disse. 

Informações sobre o funeral serão divulgadas em breve.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana