NOVA CANAÃ DO NORTE

Autor de feminicídio preso pela Polícia Civil pega condenação de 30 anos

Publicado


Da Assessoria

Cela;prisao;preso;

O crime foi tipificado como homicídio qualificado por meio cruel (a vítima foi degolada com faca), por traição (enquanto a vítima dormia), feminicídio (contra a esposa), e majorado em razão de ter sido praticado na presença do filho menor de idade.

O autor de um feminicídio cometido com requinte de crueldade, ocorrido no município de Nova Canaã do Norte (699 km ao Norte de Cuiabá), foi condenado pela Justiça após investigações da Polícia Judiciária Civil para elucidação do caso. 

 

A ocorrência foi registrada no dia 25 de setembro de 2016, na residência do casal situada no distrito Colorado. Motivado por ciúmes e usando uma faca, Maurício Lopes Feitosa, 30, matou sua companheira Genilza Alves de Oliveira, 27.

 

Conforme apuração da Polícia Civil, o crime foi tipificado como homicídio qualificado por meio cruel (a vítima foi degolada com faca), por traição (enquanto a vítima dormia), feminicídio (contra a esposa), e majorado em razão de ter sido praticado na presença do filho menor de idade.

 

Com a conclusão do inquérito policial, o processo criminal transitado em julgado condenou, em dezembro de 2018, Maurício Lopes Feitosa à pena de mais de 30 anos de reclusão.

 

De acordo com o delegado de Nova Canaã do Norte, Ruy Guilherme Peral da Silva, na época dos fatos o suspeito foi preso em flagrante pela Polícia Militar e as investigações concluídas em 8 dias. Na ocasião também foi representado pelo pedido de prisão preventiva do autor do crime, que continua privado de liberdade até hoje.

 

“Por se tratar de caso de grande repercussão na cidade, pelos requintes de crueldade, merece ser relembrado neste mês de outubro, fazendo analogia à atenção dispensada às mulheres no âmbito da Campanha Outubro Rosa. As ações das forças policiais e especialmente da Polícia Civil são efetivas na proteção das mulheres e repressão a crimes praticados contra elas”, destacou Ruy Guilherme Peral da Silva.

 

*Com informações PJC MT

 

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Prefeito lamenta morte do servidor aposentado Vitorino José de Carvalho

Publicado


.

Faleceu na manhã desta segunda-feira (3), o servidor aposentado a Prefeitura de Cuiabá, Vitorino José de Carvalho, aos 72 anos, vítima da Covid-19. Ele estava internado há uma semana em um hospital privado da Capital. 

Vitorino estava aposentado há pouco mais de um ano. Durante mais de 40 anos de serviço público municipal, foi responsável pela folha de pagamento dos servidores. Era diretor financeiro do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cuiabá. Deixa esposa, 3 filhos, uma filha e 5 netos. Todos eles também contraíram a doença. Ainda não há informações sobre o sepultamento.

O prefeito Emanuel Pinheiro lamentou a morte do servidor aposentado e estimou melhoras a sua família. “Com um pesar enorme recebi a notícia do senhor Vitorino, um homem que teve uma vida dedicada à Prefeitura da nossa capital e, infelizmente, partiu em decorrente desse vírus que estamos tentando de todas as formas combater. Peço a Deus que o acolha e que dê o pronto restabelecimento a toda sua família”, disse.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana