acorizal

Rota do Oeste intensifica trabalho no trecho de Jangada a Rosário Oeste

Recuperação será realizada em cerca de 40 quilômetros da BR-364 no período noturno e o tráfego será operado em ‘Pare e Siga’

Publicados

em


dIVUL

br-163

 

A Concessionária Rota do Oeste concentra o trabalho de recuperação da BR-364 em cerca de 40 quilômetros do segmento, de Jangada a Rosário Oeste, a partir de hoje (17), quando uma nova equipe de 25 pessoas passa a atuar neste trecho. O serviço será realizado no período noturno e o tráfego será operado em ‘Pare e Siga’.

 

A responsabilidade pela conservação e manutenção dessa região foi repassada recentemente para a Concessionária, que vem buscando melhorar o pavimento, a trafegabilidade e a segurança do trecho. Uma atividade de melhorias já era realizada no segmento, porém a Rota do Oeste entendeu a necessidade de promover uma intervenção mais profunda, melhorando o pavimento antes da chegada do período chuvoso.

 

Para esta nova etapa de recuperação, a equipe de trabalho realizará serviço de fresagem, que é a retirada da antiga camada asfáltica, e aplicação de uma nova capa asfáltica.

 

O gerente de Obras da Rota do Oeste, Thales Mariano, explica que será usado o material Concreto Betuminoso Usinado à Quente (CBUQ) tradicional, dispensando a necessidade de realizar a atividade durante o dia, quando o tráfego é mais intenso.

 

“Voltamos a pedir a colaboração dos usuários para respeitar a sinalização e seguir a orientação do tráfego para evitar acidentes. Sabemos que as intervenções deixam a viagem mais lenta, mas todo trabalho é feito com foco na melhoria do pavimento e segurança de quem usa a rodovia”, explica Mariano.

 

Outras frentes

 

A Concessionária atua ainda na recuperação da rodovia dos Imigrantes (BR-070), onde desde setembro as equipes trabalham para remover a antiga camada asfáltica e aplicação de novo material. Nesse trecho de 28 quilômetros, a Rota do Oeste optou pelo asfalto-borracha, tecnologia usada pela primeira vez em Mato Grosso.

Comentários Facebook
Propaganda

acorizal

TCE-MT aprova Contas de Gestão do Instituto Previdenciário de Acorizal

O conselheiro interino Luiz Carlos Pereira destacou que seu parecer pela aprovação seguiu o que dispõe o artigo 193 da Resolução Normativa n.º 14/2007

Publicados

em

Por


Thiago Bergamasco | TCE-MT

Conselheiro interino ouvidor-geral - Luiz Carlos Pereira

Conselheiro interino do TCE-MT, Luiz Carlos Pereira

O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) julgou regulares com recomendações e determinações legais, na sessão ordinária realizada em 17 de fevereiro, as Contas de Gestão do Fundo Municipal de Previdência Social de Acorizal, referentes ao exercício de 2018.

 

ASSISTA AO JULGAMENTO

 

Em seu voto, o conselheiro interino Luiz Carlos Pereira destacou que seu parecer pela aprovação seguiu o que dispõe o artigo 193 da Resolução Normativa n.º 14/2007, segundo o qual as contas serão julgadas regulares, com recomendações, e/ou determinações legais, quando evidenciarem impropriedades ou quaisquer outras falhas que não resultem em dano ao erário ou à execução do programa, ato ou gestão.

 

“No caso dos autos, as irregularidades remanescentes não possuem o condão de macular gravemente a gestão e ensejar seu julgamento irregular, não obstante a necessidade de melhorias, diante das falhas detectadas no desempenho dos atos de gestão, no exercício de 2018”, argumentou o relator.

 

Dentre as determinações feitas por Luiz Carlos Pereira, por sua vez, está a de que a atual gestão realize a discriminação dos gastos administrativos, visando refletir a realidade das despesas efetuadas pelo fundo previdenciário, observando a limitação de despesa de até 2% do valor total das remunerações, proventos e pensões dos assegurados.

 

O relator determinou ainda que, em virtude da declaração de que não houve a realização do recenseamento nos últimos cinco anos, o atual gestor promova, no prazo de 90 dias, o censo previdenciário, o recadastramento, e/ou a prova de vida dos segurados do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS).

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana