geografia

Mínimas Extremas

Publicados

em


Historicamente, as duas maiores ocorrências de temperaturas baixas, associadas com irrupções de ar de origem antártica registraram-se em julho de 1933 e em julho de 1975. Na irrupção de julho de 1933 foram observadas as seguintes temperaturas:

Sangradouro: 2oC (mínima absoluta)
Cuiabá: 1,2oC (mínima absoluta)
Diamantino: 0,8oC (mínima absoluta)

Pela extensão desta ocorrência de frio é evidente que se tratava de uma invasão de ar de origem antártica. Nesse ano de 1933 não foi só um ano de geada notável como também época de precipitação e descarga fluvial excepcional.
A segunda irrupção de ar muito frio, em 1975, foi de conseqüências desastrosas. A massa de ar frio entrou na área da Bacia do Alto Paraguai nos dias 16 e 17 de julho, tendo levado uma onda de temperaturas baixas ao estado do Paraná e ao Paraguai, onde se registraram temperaturas abaixo de zero. Além dos acontecimentos associados com as frentes frias de grande envergadura, também ocorreram severas geadas locais.

Comentários Facebook
Propaganda

temperaturas

Inverno começou e promete ser seco e gelado em Mato Grosso

Publicados

em

O inverno começou nesta terça-feira (21.06), às 6h14m e termina em 22 de setembro de 2022, às 21h04, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A previsão é de chuva abaixo do normal nesses três meses em praticamente toda a região Centro-Oeste do país. Segundo a previsão só setembro a chuva deve retornar um pouco acima da média,  principalmente na porção oeste e sudoeste de Mato Grosso.

Até o final de julho, a passagem de frentes frias vai deixar ar polar sobre Mato Grosso até a região sul e sudeste de Goiás. Essas regiões devem terminar julho com média de temperatura abaixo do normal. Já nas demais áreas do Centro-Oeste, a temperatura fica dentro acima do normal.

Já para os meses de agosto e setembro a previsão é de que a temperatura fique acima do normal. Setembro inclusive deve ser excepcionalmente quente a partir da segunda quinzena. Com a falta de chuvas, a tendência é de diminuição da umidade relativa do ar nos próximos meses, segundo o Inmet. Os índices podem ficar abaixo de 30%, com mínimas abaixo de 20%. Podem ocorrer grandes queimadas em todo o estado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana