ecossistemas

Projeto quer transformar Araguaia em modelo a ser seguido em todo Brasil

O Projeto “Juntos pelo Araguaia” foi lançado para recuperar a vegetação nativa das cabeceiras dos rios que divide cinco Estados

Publicados

em


Marcos Bergamasco | Agência Phocus

Rio Araguaia - Sa?o Fe?lix do Araguaia - 07.jpg

Projeto quer transformar Araguaia em modelo a ser seguido em todo Brasil

Representantes do governo Federal, de Mato Grosso e de Goiás se reuniram em videoconferência com pesquisadores das universidades federais de Viçosa e dos dois Estados para debater os detalhes finais do método que será utilizado para definir as áreas que terão prioridade do projeto “Juntos pelo Araguaia”.

 

O Ministério de Desenvolvimento Regional firmou convênio de R$ 2,8 milhões com a Universidade Federal de Viçosa para identificação de áreas prioritárias que serão revitalizadas na região do Alto Araguaia. A previsão é que o projeto executivo juntamente com a nota técnica sobre a metodologia aplicada para definição de áreas esteja concluso no início do segundo semestre de 2020.

 

O objetivo é que a metodologia empregada sirva de modelo a ser replicado na revitalização de outras bacias brasileiras. Durante a reunião virtual realizada nessa quinta-feira (16.04), o coordenador-geral Coordenação-Geral de Revitalização de Bacias Hidrográficas do Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR) reforçou o comprometimento do Governo Federal com o projeto.

 

“O Juntos pelo Araguaia” é prioritário para o Governo Federal e conta com acompanhamento direto da Casa Civil. A meta é que o trabalho que será feito nesse rio se torne modelo de procedimentos para revitalização de outras bacias”, complementou Veiga.

 

As secretárias de Meio Ambiente de Mato Grosso, Mauren Lazzaretti, e de Goiás, Andrea Vulcanis, reforçaram que o projeto é prioritário em seus respectivos governos e destacaram que o objetivo é buscar a implementação imediata do projeto executivo a ser entregue pela UFV.

 

Pela vida de um rio

 

“Juntos pelo Araguaia” prevê a recuperação de 10 mil hectares de áreas degradas em 27 municípios da região, sendo 5 mil em cada um dos Estados, Mato Grosso e Goiás. Na primeira etapa, o objetivo é recompor as florestas protetoras de áreas de preservação permanente e manejar pastagens e atividades agropecuárias com tecnologias de agricultura de baixo carbono, bem como implantar sistemas agroflorestais nas zonas de recarga de aquíferos, nas cabeceiras e nos afluentes que formam o rio Araguaia.

 

Privilegiando as cabeceiras do rio que divide cinco Estados em um percurso de 2600 quilômetros, a área de abrangência da atuação em Mato Grosso engloba os municípios que compõem o Comitê de Bacia Hidrográfica do Alto Araguaia: Alto Taquari, Alto Araguaia, Alto Garças, Araguainha, Ponte Branca, Ribeirãozinho, Torixoréu, Guiratinga, Pontal do Araguaia, Tesouro, General Carneiro, Barra do Garças.

 

Comentários Facebook
Propaganda

ecossistemas

Fotógrafo mexicano filma onça atacando jacaré no Pantanal de Mato Grosso; veja o vídeo

Publicados

em

O fotógrafo mexicano Diego Rodriguez filmou o ataque de uma onça-pintada a um jacaré durante uma expedição no Pantanal mato-grossense.

Veja vídeo:

Apesar de viajar o mundo registrando a vida selvagem, Rodriguez disse que foi a primeira vez que conseguiu gravar um ataque como esse.

Nas imagens, é possível ver a onça tentando levar o jacaré, ainda vivo, para a mata. O jacaré consegue escapar em determinado momento, mas é pego pelo felino novamente.

Segundo o fotógrafo, as imagens foram feitas nas margens do Rio Cuiabá, na região de Porto Jofre. A área é conhecida por ter a maior concentração de onças-pintadas do mundo. A reserva tem 108 mil hectares. Turistas do país e do exterior procuram o parque para ver as onças-pintadas, durante passeios de barco.

O melhor período para observar a onça é entre julho e final de setembro, período da seca. Nesses meses, as onças ficam mais próximas das margens dos rios em busca de água e caça, então, é mais fácil se deparar com o animal.

Em 2013 o fotógrafo americano Justin Black flagrou cena semelhante e publicou as seguintes fotos:

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana