ecossistemas

Embaixador da Espanha chega a Poconé e conhece projetos do Sesc Pantanal

Publicados

em

Comitiva da Embaixada da Espanha, no Sesc Pantanal

O embaixador da Espanha, Fernando García Casas, chegou a Poconé neste domingo (30.05) para dar início à programação nas unidades do Polo Socioambiental Sesc Pantanal.

A comitiva, formada ainda pela esposa do embaixador, Angeles Cano, o conselheiro de Educação da embaixada, Pedro Cortegoso e a conselheira de Agricultura da embaixada, Elisa Barahona Nieto, irá conhecer os projetos sociais e ambientais desenvolvidos pela instituição no bioma.

“Vamos apresentar os projetos do Sesc Pantanal nas suas vertentes sociais e ambientais. Há interesse especialmente pelas pesquisas desenvolvidas na RPPN Sesc Pantanal, na Escola de Educação Infantil Sesc Pantanal e no projeto do Museu do Pantanal, que será construído no Parque Sesc Baía das Pedras”, destaca a superintendente do Sesc Pantanal, Christiane Caetano.

Criado há 24 anos para promover a educação ambiental, a conservação da natureza, o turismo responsável, a pesquisa científica e a ação social no Pantanal de Mato Grosso, o Polo Socioambiental Sesc Pantanal é formado por cinco unidades no Pantanal e no Cerrado mato-grossense.

Em Poconé, que é o principal destino turístico do Pantanal, estão o Hotel Sesc Porto Cercado (turismo responsável e educação ambiental), o Parque Sesc Baía das Pedras (turismo responsável, educação ambiental, conservação da natureza e pesquisa científica) e o Sesc Poconé (ação social e educação ambiental).

Em Barão de Melgaço, também no Pantanal, fica a maior Reserva Particular do Patrimônio Natural do país, a RPPN Sesc Pantanal, com 108 mil hectares (conservação da natureza, pesquisa científica e turismo responsável). No Cerrado, o Parque Sesc Serra Azul (conservação da natureza, turismo responsável e pesquisa científica) completa as unidades que atuam conectadas.

Comentários Facebook
Propaganda

ecossistemas

Fotógrafo mexicano filma onça atacando jacaré no Pantanal de Mato Grosso; veja o vídeo

Publicados

em

O fotógrafo mexicano Diego Rodriguez filmou o ataque de uma onça-pintada a um jacaré durante uma expedição no Pantanal mato-grossense.

Veja vídeo:

Apesar de viajar o mundo registrando a vida selvagem, Rodriguez disse que foi a primeira vez que conseguiu gravar um ataque como esse.

Nas imagens, é possível ver a onça tentando levar o jacaré, ainda vivo, para a mata. O jacaré consegue escapar em determinado momento, mas é pego pelo felino novamente.

Segundo o fotógrafo, as imagens foram feitas nas margens do Rio Cuiabá, na região de Porto Jofre. A área é conhecida por ter a maior concentração de onças-pintadas do mundo. A reserva tem 108 mil hectares. Turistas do país e do exterior procuram o parque para ver as onças-pintadas, durante passeios de barco.

O melhor período para observar a onça é entre julho e final de setembro, período da seca. Nesses meses, as onças ficam mais próximas das margens dos rios em busca de água e caça, então, é mais fácil se deparar com o animal.

Em 2013 o fotógrafo americano Justin Black flagrou cena semelhante e publicou as seguintes fotos:

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana