NOVA XAVANTINA

Detenta morre após passar mal dentro de penitenciária

Reeducanda estava detida na cadeia feminina de Nova Xavantina.

Publicado


Divulgação

Nova Xavantina

Nova Xavantina (MT)

A detenta Dieyla Santos Silva, de 24 anos, morreu após passar mal e ter dores de cabeça, neste domingo (11), na cadeia feminina de Nova Xavantina, a 651 km de Cuiabá.

 

De acordo com informações da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), no sábado (10), a detenta foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento do município.

 

Ela foi atendida, medicada e retornou à unidade prisional no mesmo dia. No domingo (11), ela voltou a passar mal e morreu.

 

Exames preliminares apontam que a detenta possa ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Porém, um laudo pericial deve informar a causa da morte.

 

De acordo com a equipe de carceragem, Dieyla se queixava constantemente de dores de cabeça.

 

Segunda a família dela, Dieyla tinha um exame especializado marcado para a próxima semana que seria realizado em Água Boa, a 736 km da capital.

 

Ela estava presa por suspeita de tráfico de drogas e é natural de Confresa.

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Rondonópolis

Atendendo a clamor dos pais, Semed mantém crianças matriculadas em período integral

Publicado


Ouvindo a reivindicação dos pais de alunos da Rede Pública de Ensino de Rondonópolis, que solicitaram a manutenção do período integral para crianças da educação infantil, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) reviu sua decisão para atender esse público.

Conforme explica a gerente da Divisão de Redimensionamento, Legislação e Normas da Semed, Maria Helena São Miguel Garcia Monteiro, a Pasta levou em consideração o pedido dos pais e responsáveis e, assim, todas as 1.621 crianças já matriculadas em tempo integral nas 13 creches que prestam esse atendimento no município permanecerão nesse regime.

“Tomamos a decisão pela oferta de meio turno pensando em assegurar a saúde e garantir a educação. Mas, ao receberem essa notícia, os pais manifestaram a necessidade que têm desse serviço e a Semed atendendo, então, a esse clamor, vai manter as crianças que já estão matriculadas em período integral nas creches. Suas matrículas já estão efetivadas”, ressalta Maria Helena.

Dessa forma, a gerente reforça que as 1.621 crianças do período integral da Rede Municipal de Educação estão com suas matrículas garantidas para 2021. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana