PROFISSIONAIS DO ANO

Agência de MT é vencedora de um dos prêmios de publicidade mais importantes do Brasil

Criada há 5 anos, a Agência Renca apresentou filme em homenagem ao Dia Mundial da Água.

Publicado

Falando sobre conscientização, a Agência Renca foi a vencedora da categoria Leste-Oeste do Profissionais do Ano, um dos prêmios mais importantes do Brasil na área da publicidade. Filme vencedor foi desenvolvido para a Puríssima em homenagem ao Dia Mundial da Água. Categoria foi disputada por diversas agências nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Tocantins, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Distrito Federal.

“A campanha já faz parte do nosso calendário de ações, tendo como principal objetivo conscientizar a população sobre o desperdício. Conquistar um prêmio deste porte, de nível nacional, nos traz grande felicidade e mostra que nossa marca, ao lado da Renca, segue no caminho certo”, comenta Felipe Nery, proprietário da Puríssima.

O mote da campanha foi a inversão de valores que existe nos dias atuais em que damos mais valor para bens materiais do que para bens vitais, como a água. Prêmio tem o objetivo de mostrar como o trabalho das agências de publicidade é fundamental para o mercado da comunicação e, consequentemente, para toda a economia.

Criada em Cuiabá, a agência completa cinco anos em 2020. Entre seus clientes estão Prefeitura de Cuiabá, Senac Mato Grosso, Fecomércio Mato Grosso, Cervejaria Louvada, Verdão Construção e Acabamento e a Puríssima. Relação com os clientes é pautada pela confiança no trabalho criativo da agência.

“O Prêmio Profissionais do Ano é um grande reconhecimento pelo trabalho que fazemos, coroando a relação de confiança entre nossos clientes e nossa maneira de pensar, que é exatamente a mesma do slogan da premiação: nada substitui o talento”, afirmou o sócio-diretor da agência, João Barros.

“A Renca se inspirou nas agências mais dinâmicas dos grandes centros, que priorizam uma carteira de clientes mais enxuta, o que possibilita a realização de projetos mais relevantes e propícios a grandes conquistas”, finalizou a sócia-diretora, Natalia Darini.

Conheça o filme vencedor do Prêmio Profissionais do Ano 2020 em www.renca.com.br.

Comentários Facebook
publicidade

DESTAQUE

Quarentena modifica hábitos de consumo das famílias que passam a cozinhar mais em casa

A tendência é que essas mudanças que passam tanto pelo setor de alimentos, quanto pelos supermercados e na rotina dos lares, permaneça mesmo depois do tão esperado fim da pandemia.

Publicado

A quarentena motivada pelo novo coronavírus vem modificando os hábitos de consumo das famílias no mundo todo. A tendência é que essas mudanças que passam tanto pelo setor de alimentos, quanto pelos supermercados e na rotina dos lares, permaneça mesmo depois do tão esperado fim da pandemia.

De acordo com uma pesquisa da Nielsen Brasil, os latino-americanos, incluindo 50% das famílias brasileiras, mudaram drasticamente os hábitos de consumo, com grandes aumentos nas compras de despensa e limpeza. Itens básicos para cozinhar em casa, como arroz, feijão, farinha, óleo e produtos frescos, como frutas e legumes, tiveram significativo aumento na procura pelos consumidores. Entretanto, a ida aos estabelecimentos, segundo a pesquisa, caiu 6,5% na última semana de março, em contrapartida, o número de itens no carrinho de compras subiu 22%.

“As pessoas estão cozinhando mais em casa, optando por frutas e legumes. Mas também percebemos que houve aumento do ticket médio de produtos para as crianças, como chocolates, iogurtes, salgadinhos e biscoitos”, avalia o gerente regional do Fort Atacadista em Mato Grosso, Gustavo Desidério.

A constatação do gerente reflete que mesmo diante da recessão provocada pelo novo coronavírus, as famílias não deixam de adquirir alguns “mimos”, principalmente porque as crianças estão em casa.

Desidério afirma ainda que o consumo de produtos de limpeza, como água sanitária, cloro e álcool gel também tiveram considerável aumento. “A mudança de consumo é perceptível, os clientes tentam comprar mais rápido, tem mais pressa, mesmo com todas as medidas de prevenção adotadas”, esclarece.

O Fort Atacadista, com três unidades em Mato Grosso, nas avenidas Fernando Corrêa da Costa e Miguel Sutil, em Cuiabá, e na avenida da FEB, em Várzea Grande, passou a operar seguindo todas as recomendações de higienização dos órgãos oficiais, como marcações de distanciamento nas filas, uso de máscaras, limpeza frequente de carrinhos e disponibilidade de álcool gel. Também foram colocados painéis de acrílico para aumentar a proteção entre funcionários e clientes.

Adaptação

Para o presidente da Associação de Supermercados de Mato Grosso (Asmat), Alessandro Morbeck, a principal mudança de comportamento dos consumidores foi em relação a adaptação aos novos horários de funcionamento das lojas nas primeiras semanas de confinamento.

“Não faz parte da cultura do mato-grossense ir às compras no período da tarde, por exemplo, então nos primeiros dias dos decretos da Prefeitura de Cuiabá e do Governo do Estado notamos bastante movimento em alguns estabelecimentos, mas logo a população começou a se conscientizar e foi normalizado”, concluiu.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana