municipios

Autores do homicídio de jornalista em São José do Rio Claro são presos

A vítima Elias Correa dos Santos, 36, foi morta a pauladas após se hospedar no mesmo hotel em que estavam os criminosos e ter sido reconhecida por Adeilson por ter se relacionado afetivamente com sua esposa.

Publicados

em


Reprodução

 jornalista Elias Correa dos Santos

Jornalista assassinado, Elias Correa dos Santos

A Polícia Judiciária Civil identificou e prendeu os autores do homicídio que vitimou um jornalista na cidade de São José do Rio Claro (315 km a Médio-Norte), em outubro deste ano.

 

As prisões de Adeilson de Oliveira, 29, e Marcos Paulo Castil de Santana, 24, ocorreram na tarde de terça-feira (27) na cidade de Nova Mutum (264 km ao Norte) em cumprimento a mandados de prisão representados pela Polícia Civil de São José do Rio Claro.

Reprodução

Marcelo Carvalho delegado

Delegado, Marcelo Carvalho

O delegado à frente das investigações, Marcelo Carvalho, explica que a identificação dos suspeitos ocorreu em menos de uma semana do cometimento do crime. “No entanto, a Polícia Civil protelou as prisões para apurar outras linhas investigativas e realizar o confronto de todas as motivações prováveis para o homicídio, de modo a afastar a hipótese de alguma motivação relacionada à atividade jornalística exercida pela vítima”.

 

Restou apurado que a vítima Elias Correa dos Santos, 36, foi morta a pauladas após se hospedar no mesmo hotel em que estavam os criminosos e ter sido reconhecida por Adeilson por ter se relacionado afetivamente com sua esposa, há aproximadamente dois anos, mesmo sabendo se tratar de mulher casada.

 

O veículo utilizado pelos criminosos para fugir do local, um Fiat Idea, cor branca, foi apreendido pela Polícia Civil. Os dois detidos foram encaminhados para a Cadeia Pública de São José do Rio Claro. Uma terceira pessoa, um primo de Adeilson foi identificado por envolvimento no crime, e é considerado foragido.

 

* Com informações da Assessoria de Comunicação da PJC | MT

Comentários Facebook
Propaganda

Várzea Grande

Subcomandante da GM conquista medalha no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu

Alexander Ortiz, que é faixa roxa, competiu na modalidade peso médio master 3. O Guarda Municipal é bicampeão mundial (2019 e 2020) e campeão brasileiro de Jiu-Jitsu em sua modalidade

Publicados

em

Por Celly Silva

O subcomandante da Guarda Municipal de Várzea Grande (GMVG), Alexander Gouveia Ortiz, conquistou a medalha de bronze na modalidade peso médio master 3 (até 82 quilos) no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo, no último sábado (25.06), no ginásio Ibirapuera, em São Paulo. O evento é organizado pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu.

Ortiz, que é faixa roxa, é bicampeão mundial (2019 e 2020) e campeão brasileiro de Jiu-Jitsu em sua modalidade. Como é de costume sempre que vence, ele fez questão de levar as bandeiras de Várzea Grande e de Mato Grosso para o pódio. “É motivo de muito orgulho para mim poder representar nossa querida Várzea Grande e nosso Estado nessa competição, que é o maior campeonato nacional e que conta com grandes atletas de todo o Brasil”, disse o subcomandante.

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, parabenizou o servidor da Guarda Municipal pela conquista e exaltou sua dedicação ao Município. “Alexander é um excelente profissional, dedicado e disciplinado, como deve ser um atleta e um subcomandante. Para nós, é um orgulho ter um exemplo como ele dentro dos nossos quadros e, ainda por cima, levando o nome de Várzea Grande para o Brasil”, afirmou.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana