cultura

Videoclipe do primeiro single da cantora Natália Terra está disponível nas plataformas digitais de música

Publicados

em

Talento da nova geração de artistas mato-grossenses, Natália Terra acaba de lançar seu primeiro single. “O que você faz”, composição em parceria com Léo Kennedy e Lucas Oliveira, já pode ser conferida em plataformas de streaming e chega ao mercado com videoclipe disponível no Youtube. O projeto foi contemplado no edital MT Nascentes, realizado pelo Governo de Mato Grosso via Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT).

A voz aveludada e afinada é marca da cantora que conta com torcida para seguir carreira na música. Natália demonstra também muita desenvoltura e presença ao protagonizar o clipe. A narrativa apresenta a multiplicidade de personalidades de uma pessoa hedonista. André Zambonini assina a direção do clipe.

O diretor conta que a ideia inicial era a de colocar mais pessoas contracenando com Natália, mas diante de uma segunda onda de pandemia, a cantora dominou a cena. “Estratégia acertada. Natália contracenou com ela mesma. Uma mulher da realeza que tem tudo, outra que está completamente surtada e por fim, a garçonete que começa a servir coisas para ela”, descreve Zambonini.

Ele ressalta que a música trata de vícios e os conflitos decorrentes dele. “E foi isso que busquei reproduzir. Para tanto, apostei nas sobreposições de imagens e uma paleta mais sombria. As inspirações vêm de Alice no País das Maravilhas, de Tim Burton e O Labirinto do Fauno, de Guillermo del Toro”. A capa do single sintetiza o mix de sensações e emoções intensas descritas na música.

Os parceiros de composição Léo Kennedy (guitarra) e Lucas Oliveira (baixo) também integram a banda que gravou a música. Completam o grupo Rafael Taveira (teclado), Rômulo Bovolon (bateria) e o percussionista Igor Lima. O videoclipe conta com produção da equipe SUMAC Records.

Ouça a música em sua plataforma de streaming favorita clicando aqui.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

cultura

Bolsonaro assina decreto que regulamenta a Lei Rouanet

Publicados

em

 

O presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que regulamenta o Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), conhecido como Lei Rouanet. A norma, publicada nesta terça-feira (27) no Diário Oficial da União, incentiva o desenvolvimento de projetos culturais no país capitalizando e distribuindo recursos para o setor cultural. “Assinamos o decreto que regulamenta o Programa Nacional de Apoio à Cultura. O instrumento objetiva uma gestão eficiente, com controle de prestação de contas — e traz inédita valorização de Belas Artes e Arte Sacra”, comentou Bolsonaro hoje no Twitter.

Além de incentivar às Belas Artes, envolvendo a arquitetura, pintura, escultura, música, dança, teatro e literatura, o programa terá um plano anual que será desenvolvido pela Secretaria especial de Cultura, chefiada hoje por Mario Frias.

Entre os tipos de projetos listados como os que podem receber apoio do programa estão os que fomentam atividades culturais “com vistas à promoção da cidadania cultural, da acessibilidade artística e da diversidade”. Também podem ser apoiados os que desenvolvem atividades que fortaleçam e articulem as cadeias produtivas e os arranjos produtivos locais que formam a economia da cultura.

A lista inclui ainda iniciativas que promovam a difusão e a valorização das expressões culturais brasileiras no exterior, assim como o intercâmbio cultural com outros países. Ações com vistas a valorizar artistas, mestres de culturas tradicionais, técnicos e estudiosos da cultura brasileira, também são elegíveis.

O Pronac prevê ainda apoio as atividades culturais de caráter sacro, clássico e de preservação e restauro de patrimônio histórico material, tombados ou não. Também pode ser acionado para impulsionar festejos, eventos e expressões artístico-culturais tradicionais, além daquelas já tombadas como patrimônio cultural imaterial.

A Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo poderá escolher, mediante processo público de seleção, os programas, projetos e ações culturais a serem financiados e poderá designar comitês técnicos para essa finalidade.

Recursos

Segundo o decreto, o montante dos recursos destinados aos processos públicos de seleção e a sua respectiva distribuição serão definidos pelo ministro do Turismo e publicado no Diário Oficial da União, com base em proposta elaborada pelo Secretário Especial de Cultura do Ministério do Turismo, observado o estabelecido no plano anual do Pronac.

As empresas patrocinadoras interessadas em aderir aos processos seletivos promovidos pela Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo deverão informar, previamente, o volume de recursos que pretendem investir, bem como sua área de interesse, respeitados o montante e a distribuição dos recursos definidos pela Secretaria Especial.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana