BRASIL E MUNDO

Vídeo mostra surfista sendo atacado por tubarão na Flórida; assista

Publicados

em


source
Surfista é atacado por tubarão na Flórida
Reprodução

Surfista é atacado por tubarão na Flórida

Um cinegrafista registrou o momento em que um surfista de 16 anos foi atacado por um tubarão em praia de New Smyrna (Flórida, EUA). O incidente ocorreu em 9 de setembro.

Doyle Nielsen, de 16 anos, estava remando na água agitada quando aconteceu o ataque. Assista abaixo:

Imagens postadas no Instagram mostram tubarões atravessando as ondas enquanto os surfistas tentavam aproveitar as fortes correntes deixadas pelo furacão Larry.

Um tubarão (provavelmente um galha-preta), que deve ter cerca de 1,8 metro, pode ser visto mordendo o braço direito de Doyle enquanto ele tenta pegar uma onda.

O surfista foi derrubado, mas conseguiu voltar para sua prancha e nadar de volta para a costa. Ele foi tratado na areia por uma equipe de resgate, de acordo com o “Daytona Beach News-Journal”.

Leia Também

O adolescente, inicialmente, pensou que outro surfista o havia batido até que outros lhe disseram para sair da água.

“Parecia que alguém em sua prancha de surfe veio a toda velocidade diretamente em minha direção e me atingiu com muita força”, disse Doyle à ABC News.

Apesar do ataque, o jovem diz já estar preparado para voltar surfar..

“Eu tive sorte, só levei nove pontos”, afirmou ele no Instagram.

Sam Scribner, autor da imagens e ex-surfista, disse não querer vilanizar os tubarões: “Estamos no território deles.”

New Smyrna é conhecida como a “capital mundial das mordidas de tubarão”. A água costuma ser turva, o que dificulta a visão dos animais, que reagem a movimentos.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Brasil registra 318 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

Publicados

em


source
Veja o andamento da pandemia de Covid-19
Bianca Muniz, Bruno Fonseca, Mariama Correia

Veja o andamento da pandemia de Covid-19

Com 318 novos óbitos nas últimas 24 horas, o Brasil chega a 605.457 mortes causadas pela Covid-19 . Também foram registrados 11.716 novos casos da doença, totalizando 21.723.559 desde o começo da pandemia. Os dados são do Conass (Conselho Nacional das Secretarias de Saúde.

Por problemas técnicos, dois estados mantiveram os números da sexta-feira (22) no balanço do Conass: São Paulo e Mato Grosso. Com 151 mil óbitos, o estado de São Paulo lidera o ranking de mortes pela Covid-19. Minas Gerais surge na segunda colocação, com 55 mil registros de óbito, enquanto o Paraná fica em terceiro com 40 mil.

O estado com menos óbitos e casos no Brasil é o Acre. Foram registrados 1.844 óbitos e 88 mil casos do novo coronavírus desde o começo da pandemia.

O Brasil já aplicou mais de 263 milhões de doses das vacinas contra a Covid-19 disponíveis. Mais de 110 milhões de pessoas já estão com esquema vacinal completo. O país que mais aplicou a vacina contra a Covid-19 foi a China, com 2,23 bilhões de doses.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana