Rondonópolis

Vereadora cobra informações de obras paradas e Secretária diz para ” Procurar no Site”

Publicados

em


Vereadora cobra informações de obras paradas e Secretária diz para “ Procurar no Site”. Nas últimas semanas ventilou nos veículos de comunicação que Rondonópolis está em 1º lugar entre as cidades com mais obras paradas no Estado, notícia que preocupou a vereadora Kalynka Meirelles (Republicanos), culminando no Requerimento de n.33/2021, de autoria da mesma.  No documento a vereadora pede explicações da Secretaria de Infraestrutura e também as Secretarias de Saúde e Educação sobre a quantidade de obras paradas e quantidades de obras em execução. Em resposta a esse Requerimento, a Secretaria de Infraestrutura, através do Ofício de n. 1296/2021, pediu para que fosse consultado o site geoobrascidadão.tce.mt.gov.br, pois nele teria acesso a todas as informações referente as obras realizadas. A vereadora Kalynka mostrou-se preocupada com a situação, até porque o motivo de Rondonópolis estar em 1º lugar se deu por conta das informações que constam no site. “Achei, no mínimo, estranho esse retorno, pois havia falado com a secretária alguns dias antes, que disse que o site estava desatualizado, por essa razão, formalizei, via Requerimento, um pedido de explicação, pois temos que manter a sociedade bem informada, a explicação não é pra mim e sim para o povo de Rondonópolis”, diz Meirelles. Em virtude da insatisfação com a resposta recebida a vereadora protocolou novo Requerimento de n. 35/2021, solicitando, então, a presença da secretária de infraestrutura em sessão ordinária, para que, dessa forma, sejam esclarecidas informações que circulam na imprensa 269 obras paradas um número expressivo.  “Acredito que exista um desencontro de informações e para que possamos ser justos na fiscalização precisamos conhecer a realidade do nosso município, por isso a presença da secretária em sessão ordinária será de grande valor no esclarecimento das questões, só isso que precisamos” pontua a vereadora.

Comentários Facebook
Propaganda

Rondonópolis

Rondonópolis inicia período de matrícula escolar para 2022

Publicados

em


O período de matrícula na Rede Municipal de Ensino (Reme), para o ano letivo de 2022, começa nesta terça-feira (30). As matrículas são presenciais e ocorrem diretamente em uma das 74 unidades escolares da rede.

Para rematrículas, transferências de alunos dentro da própria rede municipal e novos alunos, os pais ou responsáveis legais devem comparecer diretamente nas escolas e creches municipais.

Conforme a Secretaria Municipal de Educação (Semed), numa primeira etapa,  que vai até o próximo dia 03 de dezembro, serão realizadas as rematrículas dos alunos que já fazem parte da rede. ´”É obrigatório que o pai ou responsável legal compareça presencialmente à unidade em que o aluno está matriculado este ano para confirmar a vaga para o ano letivo de 2022″, frisou a gerente do Departamento de Gestão Escolar da Semed, Ana Lucia Teixeira de Almeida.

Em seguida, de 6 e 8 de dezembro, ocorre o chamado redimensionamento da rede, que é o período para se realizar a transferência de estudantes entre diferentes escolas da Reme. “Nesse caso, os pais ou responsáveis devem compareçer pessoalmente à unidade escolar onde o aluno está matriculado este ano. Na secretaria da unidade, receberão uma declaração de matrícula, encaminhando para a unidade em que terá prioridade da vaga no próximo ano”, explicou Ana Lucia.

Já a partir do dia 13 de dezembro começa a última etapa, as unidades escolares estarão recebendo a matrículas de novos estudantes, ou seja, que não estavam na rede no ano letivo de 2021. “As matrículas para alunos novos irão se estender até o término das vagas nas unidades”, disse Ana Lucia.

Para transferências de alunos dentro da própria rede municipal e novos alunos, a recomendação da Semed é para que verifiquem, antecipadamente, se tem vagas disponíveis na escola ou creche de seu interesse para efetuar a matrícula. Caso não tenha, deve-se, então, buscar outra unidade de ensino da rede.

Quanto à documentação para a realização das matrículas de novos alunos,  a Semed informa que é necessário trazer certidão de nascimento dos alunos, bem como do CPF, RG, tipo sanguíneo e o comprovante de residência. Também são necessárias cópias de documentos do responsável pela matrícula, atestado de transferência da escola anterior, cartão do Bolsa Família (NIS), caso seja beneficiário, e o cartão do SUS.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana