BRASIL E MUNDO

Vereador mineiro sobrevive após ser atingido por raio; veja o vídeo

Publicados

em


source
vereador
Arquivo pessoal

Vereador foi atingido por raio

vereador José Omar (PL), da cidade de Minduri, no sul de Minas, foi supreendido por um raio enquanto filmava a paisagem do seu município no último domingo (10). As imagens são fortes, ele próprio captou o momento em que o raio o atingiu . Apesar do susto, Omar sobreviveu e declarou em entrevista que vivenciou uma milagre .

“É natureza de Deus. Vou te falar. Olha, céu limpinho. Ali já começa [a chuva]. Céu limpo, está de sol, agora olha pra você ver como que está o Minduri”, diz Omar antes de ser atingido pelo raio. Em entrevista ao veículo BHAZ, o vereador afirmou qeu “poder conversar com vocês é um milagre de Deus. Não morri porque não era a minha hora”.

O medo e o impacto do raio fizeram o vereador cair, ele se esgueirou para procurar proteção.  “Levantei gritando de medo e fui para dentro do carro com o meu amigo. Depois que a adrenalina abaixou, perguntei se o celular havia explodido e vi o vídeo com o momento”, disse.

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Policial que matou negro após abordagem de trânsito é presa

Publicados

em


 A policial que baleou e matou um homem negro durante uma briga ocorrida após uma abordagem de trânsito de rotina no estado norte-americano de Minnesota foi presa e formalmente acusada de homicídio culposo nesta quarta-feira (14).

Kim Potter, veterana com 26 anos de serviço que se demitiu da força policial de Brooklyn Center na terça-feira, foi posta sob custódia na manhã desta quarta-feira e fichada na prisão do condado de Hennepin por matar a tiro Daunte Wright, de 20 anos, na tarde de domingo, disse o Órgão de Apreensão Criminal de Minnesota em um comunicado.

Potter, de 48 anos, estava detida sem direito a fiança, segundo registros da prisão.

Wright foi parado no domingo devido a um registro de veículo vencido, disse a polícia. Policiais descobriram que existia um mandado de prisão contra ele e Potter sacou a arma de fogo ao invés da arma de choque acidentalmente durante uma luta com Wright, que voltou para o carro, disse na segunda-feira o chefe policial de Brooklyn Center, Tim Gannon, que também pediu demissão na terça-feira.

No vídeo da polícia, ouve-se Potter gritando um palavrão e, em seguida, “acabei de atirar nele”.

Para que ela seja condenada pela lei do Minnesota por homicídio culposo, os procuradores precisam mostrar que Potter foi “culposamente negligente” e que correu um “risco insensato” em suas ações contra Wright. A acusação implica uma pena máxima de 10 anos de prisão e uma multa de 20 mil dólares.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana