Cuiabá

Vereador Eduardo solicita que Conselheiros Tutelares sejam incluídos no grupo prioritário da imunização contra a Covid-19

Publicados

em


Carol Siqueira | Secom Câmara Municipal de Cuiabá

O vereador Eduardo Magalhães (Republicanos) solicitou à Prefeitura de Cuiabá, em sessão plenária nesta quinta-feira (25), que os Conselheiros Tutelares sejam incluídos no grupo prioritário no calendário de vacinação contra a Covid-19, na Fase 4, Grupo 8.

Na justificativa da medida, o parlamentar cita as atribuições previstas no Art. 138 do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, onde os Conselheiros Tutelares atendem crianças e adolescentes, além de toda a família que fica diante de situações de violação de direitos.

“Tendo em vista suas atribuições, os Conselheiros Tutelares estão constantemente em contato com pessoas, sendo expostos à Covid-19, apesar de todos os cuidados exigidos. Tendo em vista os motivos expressos acima, venho através dessa indicação solicitar em caráter de urgência a inclusão dos Conselheiros Tutelares na frente prioritária”, afirma Magalhães.

De acordo com o cronograma estabelecido pela Secretaria de Saúde de Cuiabá, os primeiros a receber a vacinação foram: &nbsp1ª&nbsp Trabalhadores da Área da Saúde, população acima de 60 anos institucionalizados, indígenas aldeados, população de 75 a 79 anos.&nbsp 2ª população de 70 a 74 anos, de 65 a 69 anos, 60 a 64 anos.

Stephanie Romero | Assessoria de Imprensa Vereador Eduardo Magalhães

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Emanuel sanciona lei que reconhece atividade religiosa como essencial

Publicados

em

O prefeito Emanuel Pinheiro sancionou nesta terça-feira (13.04), a lei 6663/2021 de autoria do vereador Renivaldo Nascimento (PSDB), que reconhece a atividade religiosa como essencial em tempos de crises sanitárias, como a pandemia da covid-19.

Na última sexta-feira (09), o prefeito já havia liberado as atividades religiosas de forma presencial, de segunda a domingo das 5h às 20h30 desde que observados os protocolos de convivência e de distanciamento social com limitação de 30% (da capacidade do local).

 “Respeitando todas as medidas de biossegurança, como distanciamento, uso de máscara e álcool em gel, iremos conter o avanço da pandemia. Peço que todos líderes religiosos fiquem atentos a isso, para que possamos enfrentar juntos a maior  crise sanitária. E com fé em Deus iremos conseguir”, comentou o prefeito.

 O autor do projeto, vereador Renivaldo destaca que: “neste momento, os templos podem e devem estar abertos para um aconselhamento individual, oração, doação de alimentos, cultos, missas, encontros e outras atividades que contribuem com o fortalecimento da fé e equilíbrio emocional das pessoas, bem como a assistência social da população”, disse.

 Em outro trecho do projeto,  consta que as instituições religiosas prestam serviços sociais importantes que, em momentos de crise, se tornam essenciais. “Temos visto nos últimos tempos em todas as catástrofes naturais, os templos religiosos participarem colaborativamente na arrecadação e distribuição de alimentos, água, roupas e itens de higiene pessoal”, complementou o vereador na justificativa.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana