Várzea Grande

Várzea Grande investirá em obras para acelerar implantação do Parque Tecnológico

Publicados

em

Em execução há seis meses, as obras de construção do Parque Tecnológico de Mato Grosso, a ser instalado em Várzea Grande na região do Chapéu do Sol, entrou na pauta do prefeito Kalil Baracat que se reuniu com o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Nilton Borgato.

De acordo com informações do secretário Nilton Borgato as obras estão em estágio inicial. “Estamos executando a fundação dos prédios. O cronograma ainda prevê um ano e meio de muito trabalho”, disse Borgato.

Para acelerar as obras, Kalil Baracat se comprometeu em executar obras para as redes de água, esgoto e energia na região. “Além dessa infraestrutura necessária para acelerar a obra e deixá-la mais barata, nos comprometemos a executar uma parte do asfalto. Vale ressaltar que a pavimentação já está sendo executada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra); porém conforme foi solicitado pela Seciteci também contribuiremos com parte da pavimentação a fim de agilizar o cronograma de obras”, detalhou o prefeito.

Durante a reunião, o chefe do Executivo Municipal ressaltou a importância do empreendimento para promover pesquisa e inovação na área tecnológica e reafirmou o compromisso da Prefeitura Municipal com o desenvolvimento da cidade. “Estamos trabalhando fortemente para o desenvolvimento de Várzea Grande. Tomamos conhecimento que recentemente o governador assinou o decreto que regulamenta a lei voltada à ciência, tecnologia e pesquisa no Estado, que com certeza será fundamental para a autonomia do Parque Tecnológico que será gerido pelo Estado e sediado em nosso município. Por isso, tudo o que estiver ao nosso alcance será feito”, afirmou Kalil Baracat.

Prefeito da segunda maior cidade de Mato Grosso, Kalil Baracat, lembrou de recente pesquisa da Federação das Indústrias – FIEMT que apontam para Várzea Grande estar entre as 100 maiores cidades do Brasil em preferência para realização de negócios com a industrialização, ou seja, existe uma forte procura das indústrias para se instalarem no município.

A superintendente de Desenvolvimento Científico Tecnológico e de Inovação da Seciteci, Letícia Figueiredo, também participou da reunião e ressaltou a importância destas iniciativas para acelerar as obras do Parque Tecnológico. “Esta reunião foi importante para sanar dúvidas, recebermos ideias e alinharmos as ações voltadas ao Parque, que vai estimular a cooperação entre Município e Estado”, falou.

Nilton Borgato, explica que o empreendimento será um importante mecanismo no processo de inovação tecnológica de Mato Grosso, em especial por ter a capacidade de promover o desenvolvimento de empresas a partir de ideias e tecnologias geradas em instituições de ensino e pesquisa, mas com a parceria de executivos e empresários.

“Este momento é de suma importância porque as ações do Parque estão avançando, e agora estamos promovendo esta conversa. Queremos construir juntos os processos”, disse.

O Parque – será um ambiente voltado à criação, desenvolvimento, disponibilização de soluções tecnológicas e atração de empresas inovadoras ao mercado. Localizado na região do Chapéu do Sol, em Várzea Grande, a área total do Parque Tecnológico é de 16 hectares. O projeto moderno com estruturas metálicas prevê a implantação de um centro de inovação, incubadoras, aceleradoras, centro de pesquisas, edifícios corporativos, estacionamento, parques, restaurantes e espaço para prestadoras de serviço.

Em maio de 2020, o governador Mauro Mendes e a então prefeita de Várzea Grande Lucimar Sacre de Campos, assinaram a ordem de serviço para construção do Centro de Inovação do Parque Tecnológico Mato Grosso, em Várzea Grande. Estão sendo investidos R$ 8 milhões na obra.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat) é parceira do projeto. Participando das ações de tecnologia e inovação do Parque Tecnológico, por meio de oferta de bolsas e recursos para a construção do Centro de Inovação, com investimento de aproximadamente 16 milhões de Reais.

O prefeito Kalil Baracat lembrou que o funcionamento do Parque Tecnológico transformará Várzea Grande em um polo estudantil, já que ali também estão sendo implantadas unidades da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT; Universidade Estadual de Mato Grosso – Unemat; IFMT – Instituto Federal de Mato Grosso e também a sinalização de grandes grupos de ensino superior e tecnológico que manifestaram interesse de também se instalar na região.

 

Comentários Facebook
Propaganda

Várzea Grande

Várzea Grande abre pré-cadastro para vacinar lactantes contra Covid-19

Publicados

em

As mães que amamentam crianças de até um ano começarão a ser imunizadas contra a Covid-19 em Várzea Grande. Na noite desta terça-feira (22.06), foi aberto o pré-cadastro para as lactantes, conforme anunciou o prefeito Kalil Baracat. A inscrição deve ser feita no site oficial da prefeitura de Várzea Grande pelo endereço www.varzeagrande.mt.gov.br, na aba IMUNIZAÇÃO VÁRZEA GRANDE, na segunda fase que contempla várias categorias.

Segundo o prefeito, o avanço da campanha de vacinação, abrangendo mais grupos, está vinculado ao recebimento das doses pelo Ministério da Saúde. “Gostaríamos de ter mais velocidade na vacinação e mesmo nos organizando para oferecer estrutura física e atendimento de saúde para vacinar 10 mil pessoas por dia, o volume de doses entregues pelo Ministério da Saúde através da Secretaria de Saúde de Mato Grosso é insuficiente. As lactantes se mobilizaram nas redes sociais e somos sensíveis ao pedido das mães, sempre respeitando as diretrizes de saúde, bem como o Plano Nacional de Imunização. (PNI) “, disse Kalil.

A decisão possui o respaldo da Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT) que aprovou, durante reunião realizada no dia 11.06, a vacinação contra a Covid-19 de lactantes em Mato Grosso. Dessa maneira, as próximas remessas encaminhadas pelo Ministério da Saúde já terão quantidades de doses pactuadas para este público.

O secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros, destacou que a imunização vai alcançar as mães de bebês com até um ano, portanto, no dia da vacinação, ela deve apresentar, além do documento pessoal com foto e carteira do SUS, a certidão de nascimento da criança. “Importante destacar que a cada semana, avançamos ainda mais na vacinação contra Covid-19, planejando e executando ações responsáveis para uma imunização eficiente. Montamos cinco pontos de vacinação, em sistema drive-thru e ponto fixo, além disso, todos os dias têm vacinação em Várzea Grande. Faço um chamamento para a população: ao chegar sua vez de receber a vacina, vá vacinar, não deixe de comparecer e nos ajude a combater a COVID 19”, destacou ele.

Para a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), é recomendada a vacinação contra a covid-19 para lactantes. A orientação segue o que preconiza a Organização Mundial da Saúde (OMS), que se posiciona ao afirmar que, se a lactante é pertencente a um grupo no qual a vacinação é recomendada, ela deve ser oferecida. Além disso, a SBP não aconselha a interrupção da amamentação após a vacinação.

SBP destaca o benefício da vacinação da lactante, que é propiciar a proteção contra a Covid-19, diminuindo, portanto, o risco teórico de transmitir a infecção aos filhos destas mães vacinadas. Além disso, o leite materno contém anticorpos (IgA secretora contra o SARS-CoV-2) que poderiam potencialmente proteger o bebê amamentado.

Por sua vez, um estudo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC), realizado pelo Instituto da Criança e do Adolescente, apontou presença de anticorpos em leite de colaboradoras lactantes do HC, imunizadas com vacina contra Covid-19.

Cadastro – Para realizar seu pré-cadastro, a lactante deve acessar o site oficial da prefeitura de Várzea Grande pelo www.varzeagrande.mt.gov.br, na aba IMUNIZAÇÃO VÁRZEA GRANDE.  Vale destacar a atenção na inserção dos dados e das informações solicitadas, como a digitação de números de documentos, como CPF, Carteira do SUS de Várzea Grande e endereços de e-mail para não conterem erros que impeçam a validação do agendamento pela Secretaria de Saúde de Várzea Grande. A partir de três dias úteis, importante retornar ao mesmo endereço com CPF para confirmar o agendamento e se informar da data, horário e local de vacinação.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana