POLÍTICA NACIONAL

“Vamos precisar dos nossos coxões para derrotar esses coxinhas”, brinca Lula

Publicados

em


source
Lula
Reprodução

Lula



O ex-presidente da República, Luiz Inácio “Lula” da Silva, não deixou  os elogios às suas pernas passarem batidos. Na noite desta quinta-feira (26), ao comunicar sua volta para São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, o petista aproveitou para comentar sobre sua forma física e cutucar os adversários – dizendo que precisa “derrotar os coxinhas” (expressão usada para definir pessoas conservadoras). 

“Volto amanhã pra São Bernardo. Tô viajando desde domingo retrasado. Vou confessar que meu coxão tá cansado. Mas a gente segue na luta. Vamos precisar dos nossos coxões pra derrotar esses coxinhas… rs”, escreveu no Twitter. Vale ressaltar que o ex-presidente estava em viagem pelo Nordeste e se encontrou com várias lideranças na região


Você viu?



Sucesso das pernas

Recentemente, a noiva do ex-presidente Lula, Rosângela da Silva, publicou uma foto do casal viajando pelo Ceará. Bastou o clique ser divulgado para surgirem comentários sobre a boa forma do petista, de 75 anos . O sucesso foi tanto que exercícios para as penas ganharam destaques em vários portais, inclusive no IG. 


Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Senado aprova novas regras para emendas de relator

Publicados

em


Por diferença de apenas dois votos, o Senado Federal aprovou hoje (29), por 34 a 32, substitutivo do senador Marcelo Castro (MDB-PI) ao Projeto de Resolução do Congresso Nacional (PRN) 4/21 que tem como objetivo dar mais transparência das emendas de relator-geral do Orçamento – conhecidas como orçamento secreto.

A resolução é uma resposta ao Supremo Tribunal Federal (STF), que, no último dia 10, suspendeu as emendas do relator-geral ao Orçamento da União. “Nós estamos fazendo uma modificação pontual, específica para atender uma determinação do Supremo Tribunal Federal”, disse. Segundo ele, há R$ 7 bilhões que ainda não foram usados e muitas prefeituras estão com obras paradas devido à suspensão. “Evidentemente que isso é um prejuízo para a sociedade brasileira.”, disse.

De acordo com o relator, as novas regras poderão ser aplicadas no Orçamento de 2022. “Nós precisamos aprovar essa resolução para que o Orçamento de 2022 já seja feito nas novas nas regras. E que regras são essas? A regra da absoluta e total transparência dos recursos públicos como deveria ter sido desde sempre”, afirmou.

A sessão no Senado começou no início da noite de hoje, após a deliberação da Câmara. Como se trata de resolução do Congresso Nacional, o texto precisa ser aprovado pelas duas casas.

Pelo substitutivo, as emendas de relator terão um teto no valor aproximado de R$ 16,2 bilhões e serão divulgadas na internet.

Mesmo assim, alguns senadores fizeram críticas ao substitutivo, inclusive ao teto estipulado. A senadora Simone Tebet (MDB-MS) disse que essa é uma disse que é uma irresponsabilidade das mesas da Câmara e do Senado. 

Segundo ela esse dinheiro poderia servir para pagar o Auxílio Brasil, por exemplo. “Eu não posso aceitar o Congresso virar as costas para essa realidade e pensar apenas em emendas para atender seu curral eleitoral”, disse.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana