economia

Vale registra lucro R$ 38 bi segue a ação mais recomendada da Bolsa

Publicados

em


source
Vale (VALE3) atinge lucro líquido de quase US$ 7,6 bi e reforça seu posto de ação mais recomendada da Bolsa
Sophia Bernardes

Vale (VALE3) atinge lucro líquido de quase US$ 7,6 bi e reforça seu posto de ação mais recomendada da Bolsa

A mineradora Vale (VALE3) registrou um lucro líquido de US$7,586 bilhões no segundo trimestre de 2021. Desse modo, a empresa obteve uma alta de 658% em comparação com o mesmo período no ano passado, quando lucrou US$ 995 milhões, de acordo com relatório divulgado pela mineradora esta quarta-feira (28).

No entanto, os resultados de 2020 vieram em um momento em que a Vale enfrentava os efeitos da queda da barragem em Brumadinho, no estado de Minas Gerais.

A mineradora obteve um lucro extraordinário nesse período mesmo com a tragédia. Por conseguinte, o bom desempenho da companhia no último segundo trimestre se justifica pelo forte aumento no custo do minério de ferro.

Você viu?

Acréscimo no 2T21 da Vale (VALE3)

De acordo com a Vale, no intervalo de um ano, o custo médio mais que dobrou, avançando para US$ 182,8 por tonelada. Visto que, o cenário de aumento nos preços cooperou para um avanço de 117% na receita da mineradora, indo para R$ 87,85 bilhões.

Leia a matéria completa no  site do 1Bilhão. 

Comentários Facebook
Propaganda

economia

Volkswagen coloca 800 funcionários em férias coletivas por falta de peças

Publicados

em


source
Fábrica da Volkswagen em Taubaté (SP)
Divulgação/Volkswagen

Fábrica da Volkswagen em Taubaté (SP)

Em meio à escassez de componentes, a Volkswagen vai colocar 800 funcionários da fábrica de Taubaté (SP), o correspondente a um turno, em novas férias coletivas. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região, a medida começa a valer na segunda-feira (27) e se estenderá por dez dias.

O motivo alegado pela montadora é a falta de insumos, sobretudo de semicondutores, que vem sofrendo oscilações no fornecimento e dificultando a produção mundial de veículos.

De acordo com o sindicato, a Volkswagen informou inicialmente que as férias coletivas seriam para 2 mil trabalhadores, mas que poderia sofrer alterações. Até o momento, a medida vale para 800 funcionários, que devem retornar no dia 7 de outubro.

Indústria automotiva enfrenta escassez de chips

O episódio marca a sexta vez no ano em que a Volkswagen concede férias coletivas aos funcionários. Ainda segundo o sindicato, também foram registrados 11 dias de paralisação e mais cinco dias de folga (ambos com utilização do banco de horas) por falta de peças.

Em julho, a Volkswagen concedeu férias coletivas de 20 dias para o primeiro turno de sua fábrica em São Bernardo do Campo e paralisou parte de sua planta em Taubaté.

No fim de agosto, a montadora também anunciou dez dias de férias coletivas para 2 mil funcionários na fábrica de Taubaté, também por falta de peças.

O problema de abastecimento tem sido enfrentado por toda a indústria automotiva, que lida com a escassez na cadeia global de suprimentos desde o fim do ano passado.

No mesmo dia em que o Sindicato dos Metalúrgicos anunciou a medida adotada pela Volkswagen em Taubaté, trabalhadores da Fiat em Betim aprovaram um programa de suspensão temporária do contrato de trabalho devido a falta de componentes eletrônicos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana