Saúde

Vacina russa contra Covid-19 custará menos de R$ 55, diz Fundo Russo

Publicados

em


source
Vacina russa Sputnik V apresenta eficiência acima de 95%, 21 dias após 2ª dose, diz RFPI
Foto: Reprodução

Vacina russa Sputnik V apresenta eficiência acima de 95%, 21 dias após 2ª dose, diz RFPI

O Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF) informou, nesta terça-feira (24), o valor estimado para a  vacina russa contra a Covid-19, desenvolvida pela Rússia. “O preço de uma dose da Sputnik V no mercado internacional será inferior a US$ 10 (o equivalente a R$ 54,00 na cotação de hoje)”, disse Kirill Dmitriev, chefe do RDIF, em uma transmissão ao vivo organizada para divulgar os resultados.

Como no caso do imunizante serão necessárias duas doses, o valor total da vacinação seria menor do que US$ 20. “Podemos dizer que a eficácia de nossa vacina é muito alta”, acrescentou ele, em referência à terceira fase de testes.

Segundo Kirill Dmitriev, esse preço é “mais de duas vezes inferior aos de outras vacinas com eficácia superior a 90% registrada durante a fase 3 de testes clínicos”.

Ao falar sobre o armazenamento da vacina, o chefe do RDIF disse que o imunizante deverá ser produzido no modo seco, e por isso poderá ser armazenada e administrada a temperaturas acima de zero. “Nós conseguimos consolidar o modelo de produção de vacina seca, o que permite sua distribuição e aplicação em temperaturas entre 2 graus e 8 graus Celsius”, comentou Dmitriev.

“Por isso, a Sputnik V será uma das vacinas mais acessíveis também sob o ponto de vista da distribuição e logística, o que é um fator muito importante para nossos colegas na América Latina, Ásia, Oriente Médio e África”, lembrou Dmitriev.

O chefe do RDIF acrescentou que a Rússia está pronta para produzir até 500 milhões de doses e começar a imunizar pessoas de diversos países do mundo em 2021, incluindo o Brasil.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Propaganda

Saúde

Brasil registra 1.283 mortes por covid-19 em 24 horas

Publicados

em


Foram registradas 1.283 mortes por covid-19 no Brasil em 24 horas. O número total de pessoas infectadas pela doença no país chegou a 8.996.876. Desses, 63.520 apenas em 24 horas, desde esta terça-feira.

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil.Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil.

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil. – Divulgação/Ministério da Saúde

Os dados estão no balanço diário do Ministério da Saúde, divulgado hoje (27) e são referentes aos registros feitos desde o boletim divulgado ontem. O levantamento é feito a partir das informações sobre casos e mortes enviadas pelas secretarias estaduais de saúde. Além disso, 7.877.337 pessoas se recuperaram da doença.

Na lista de estados com mais mortes, São Paulo ocupa a primeira posição (52.170), seguido por Rio de Janeiro (29.230) e Minas Gerais (14.544). As Unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (837), Acre (858) e Amapá (1.040).

São Paulo também lidera o ranking de casos de covid-19 no país, 1.731.294 casos. Em seguida, aparece Minas Gerais (707.649) e Bahia (574.062). Os estados com menos casos registrados são Acre (47.119), Roraima (72.921) e Amapá (75.940).

Acompanhe o balanço divulgado pela TV Brasil:

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana