TECNOLOGIA

Um em cada quatro brasileiros já foi ou é espionado na internet

Publicados

em

source
Desconhecimento sobre o tema é grande
Unsplash/Gilles Lambert

Desconhecimento sobre o tema é grande

Um em cada quatro brasileiros já foi ou está sendo espionado por outra pessoa através de recursos tecnológicos, de acordo com a pesquisa “Stalking online em relacionamentos”, da empresa de cibersegurança Kaspersky.

O relatório ainda revelou que o celular foi o dispositivo mais utilizado para espionar pessoas, usado em 54% dos casos. Em seguida, aparecem dispositivos criados especificamente para fazer um monitoramento (36%), programas instalados em computadores (24%), espionagem por meio da webcam (14%) e dispositivos para casa inteligente (12%).

“É importante destacar que o programa stalkerware é instalado, na maioria das vezes, tendo acesso físico ao equipamento, por esse motivo o abuso é sempre feito por alguém próximo à vítima: conjugue, familiar ou, em alguns casos, colegas de trabalho. Esta instalação ocorre de maneira discreta e sem o conhecimento da vítima. E faz sentido o celular estar na primeira posição, já que ele permite o rastreamento da localização junto com o acesso a informações privadas, como chamadas telefônicas, conversas via aplicações e o e-mail”, explica Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky no Brasil.

Outro dado importante revelado pela pesquisa é que 13% das vítimas de espionagem digital não souberam dizer como a perseguição ocorreu, o que mostra um desconhecimento acerca do tema. Além disso, 70% de todos os entrevistados disseram não saber o que é stalkerware ou spouseware.

Dentre as pessoas que conhecem a espionagem digital, há mais homens do que mulheres. “É importante dizer que esse tipo de programa para monitorar conjugues permanece escondido da vítima. Neste contexto, faz sentido que o(a) abusador(a) conheça sua existência. Já a vítima não irá saber do que se trata. Juntando essas características, faz sentido o combate ao stalkerware focar também na proteção das mulheres”, analisa Raquel Marques, presidente da Associação Artemis e doutora em Saúde Coletiva pela Universidade de São Paulo (USP).

Como o crime de perseguição digital geralmente é praticada por uma pessoa próxima, normalmente o parceiro, Fabio destaca que alguns comportamentos tornam a prática mais fácil. É o caso, por exemplo, de casais que compartilham a senha do celular, comportamento presente em 62% dos entrevistados.

“Outro hábito digital preocupante do ponto de vista da segurança é o compartilhamento de serviços como iCloud e Google Account entre membros da mesma família. 36% dos brasileiros fazem isso e essa é mais uma opção tecnológica para perseguir alguém, já que esses serviços têm recursos de localização geográfica, armazenamento de fotos na nuvem entre outros recursos que podem ser explorados”, afirma.

Comentários Facebook
Propaganda

TECNOLOGIA

JBL Pulse 5, com bateria grande, é aprovada pela Anatel

Publicados

em

source
JBL Pulse 5, com bateria grande e certificação IP67, é aprovada pela Anatel
Bruno Gall De Blasi

JBL Pulse 5, com bateria grande e certificação IP67, é aprovada pela Anatel

A Anatel deu o sinal verde para a venda de mais uma caixa de som Bluetooth da Harman no Brasil. É o caso da JBL Pulse 5, homologada pela Agência Nacional de Telecomunicações nesta sexta-feira (24). Entre os destaques do acessório, estão a bateria com promessa de longa duração e a proteção contra poeira e água.

O certificado solicitado pela Harman do Brasil é destinado ao produto de modelo “PULSE5”. Segundo o manual, que está anexado nos arquivos da Anatel acessados pelo Tecnoblog, trata-se da JBL Pulse 5. A caixa de som, vale lembrar, foi revelada durante a CES 2022, no começo de janeiro.

A documentação ainda dá outras pistas do gadget, como as unidades fabris na China e Vietnã. As fotos ainda revelam o formato de pílula, uma característica icônica da linha. Além disso, a Pulse 5 possui luzes coloridas, uma alça para segurá-la e certificação IP67, que atesta a proteção contra água e poeira.

Certificado de homologação JBL Pulse 5 (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Certificado de homologação JBL Pulse 5 (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

JBL Pulse 5: bateria promete 12 horas de duração

A ficha técnica oferece uma bateria grande, que garante 12 horas de reprodução de música, segundo um comunicado à imprensa da Harman divulgado em janeiro. Além disso, o dispositivo possui Bluetooth 5.3 e JBL PartyBoost. A caixa de som também conta com um novo design com um radiador passivo maior para graves mais profundos e um woofer melhor para médios.

Não há previsão de lançamento da JBL Pulse 5 no Brasil. No exterior, por outro lado, a caixa de som chegou às lojas por US$ 250 (cerca de R$ 1.315 em conversão direta).

No Brasil, a JBL Pulse 4 está à venda por R$ 1.599. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana