POLÍTICA MT

Ulysses Moraes realiza fiscalização em escola com obra paralisada em Sinop

Publicado


Deputado Ulysses Moraes fiscalizou a obra em Sinop

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O deputado Ulysses Moraes (PSL) realizou uma fiscalização em uma obra paralisada no município de Sinop. Na última quinta-feira (22), o parlamentar foi verificar como está a construção da escola estadual da comunidade Jardim da Nações II, que deveria ter sido concluída em 2016. O local está tomado por mato e uma estrutura inacabada, por isso o deputado quer saber o motivo dessa paralisação e quando será retomada essa obra.

“Isso é dinheiro público paralisado. A obra começou em 2014, paralisou em 2016, depois retomaram de novo e agora ninguém sabe para onde foi todo o dinheiro, não sabemos quando vai retomar e ninguém dá resposta. Isso é vergonhoso”, disse Moraes.

A construção da escola estadual se localiza na comunidade Jardim das Nações II, em Sinop. De acordo com o Geo Obras, o valor inicial era de R$ 4.636.594,03 em 2014, quando começou a construção, mas em 2016 foi paralisada, em 2017 reiniciada e até o momento não teve conclusão. Com isso, já houve aditivos e o valor final está em R$ 5.153.824,75.

“Essa obra já tem mais de quatro anos que deveria ter sido concluída e ninguém sabe informações sobre uma nova previsão. Vamos fazer um requerimento para saber onde foi gasto esse recurso e se tem previsão de retomar as obras. Essa escola seria importantíssima para o município de Sinop, mas hoje está vazia e sem estrutura para receber ninguém, porque está paralisada”, disse o parlamentar.

No local que deveria estar funcionando uma escola estadual, teriam 18 salas de aula, diretoria, secretaria, sala de professor, sala de informática, biblioteca, quatro conjuntos de banheiro, cozinha e refeitório. Além disso, praça de recreação e uma quadra poliesportiva coberta com arquibancadas. A escola teria capacidade para atender mil alunos.

“Queremos respostas para que o cidadão de Sinop tenha uma educação de qualidade. Já tem muito tempo parada e cadê uma solução sobre isso, governador. Não dá para aceitar esse descaso com o dinheiro público. Faremos o requerimento e queremos os detalhes da situação”, finalizou o deputado.  

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA MT

Deputado João Batista lidera comitiva da Polícia Penal na ALMT

Publicado


Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Uma comitiva liderada pelo deputado estadual João Batista do Sindspen (Pros), na manhã desta quinta-feira (3), conduziu uma comissão formada por servidores do Sistema Penitenciário para uma pauta com o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Eduardo Botelho (DEM).

O encontro teve como intuito apresentar o pedido de valorização da categoria e a aprovação da PEC 05, que cria a Polícia Penal no estado. De acordo com João Batista, o encontro com o presidente da Assembleia mostrou que um “canal de tratativas” com o Poder Executivo está aberto, vislumbrando novos rumos nas negociações em prol da valorização dos servidores, assim como a criação da Polícia Penal.

“Botelho sempre foi muito solícito com todas as categorias e tem um carinho muito grande com a Polícia Penal. A emenda constitucional já foi votada em primeira e aguarda apenas um parecer da Comissão de Constituição e Justiça e Redação (CCJR) para ser apreciada na próxima sessão. Acredito que já na próxima sessão o projeto entrará em pauta novamente. Nesse meio tempo, aguardamos uma agenda com o Poder Executivo que será promovida pelo Botelho”, disse João Batista.

A agenda com o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, deve acontecer antes da próxima sessão na Assembleia, garantiu Botelho. “A categoria a qual o deputado João Batista pertence conta com o apoio da ALMT, para aprovação da PEC da Polícia Penal. O governo está aberto para retomar os diálogos e negociações”, explicou.

Além dos deputados João Batista do Sindspen e Eduardo Botelho, participaram da reunião a presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários, Jacira Maria, Adner Soares de Almeida, Everaldo Rodrigues e Amauri Nascimento e integrantes da comissão.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana