BRASIL E MUNDO

Tumor ovariano de 50 kg é removido de mulher em cirurgia; veja

Publicado


source
tumor
Reprodução

Operação exaustiva durou três horas e meia


Médicos removeram, com sucesso, o que se acredita ser o maior tumor ovariano do mundo , pesando impressionantes 50 kg , do corpo de uma mulher. A paciente – de 52 anos e que pediu anonimato – queixou-se do aumento de peso, sem saber  o motivo por trás do fenômeno. 


Quando ela foi capaz de se submeter a uma operação exaustiva para removê-lo – o que levou três horas e meia – o tumor havia crescido e chegado a 4 5% do seu peso corporal . O médico Arun Prasad, que conduziu a cirurgia no Indraprastha Apollo Hospital em Delhi, Índia, disse que ficou “em estado de choque ” com a situação.

Ele declarou que nunca tinha visto um caso como esse em seus 30 anos de carreira. “Nunca testemunhei nada parecido com isso antes durante a minha profissão – em mais de três décadas de experiência. Devemos considerar um milagre que a paciente esteja se recuperando bem depois de ser operada por mais de 180 minutos”, disse ele. 

No momento da internação, a mulher estava com 106 kg, sendo quase metade desse peso responsável pelo enorme tumor benigno – o que poderia ter feito seu ovário explodir se não fosse retirado. 

Tudo começou quando ela queixou-se de não conseguir andar devido ao inchaço dos pés. Ela também começou a sofrer de anemia severa , que fez sua hemoglobina cair – o que se revelou um grande desafio para a equipe de cirurgiões durante a operação. A mulher teve que passar por uma transfusão de sangue antes que os médicos pudessem operar. 

“Ela tem sorte que os órgãos não falharam. Caso contrário, poderia ter sido fatal . Vejo como uma conquista incrível a forma como a operação foi realizada. Não havia espaço para erros. A equipe fez esforços louváveis , para dizer o mínimo”, disse o médico.

Segundo ele, a mulher teve alta apenas um dia após a cirurgia, no que ele classificou como um “milagre”.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
publicidade

BRASIL E MUNDO

WhatsApp bane mais de 250 contas suspeitas de disparo em massa

Publicado


source
Eleições: TSE tem canal para denúncia de disparos em massa no WhatsApp
Agência Brasil

Eleições: TSE tem canal para denúncia de disparos em massa no WhatsApp

O WhatApp  baniu 256 contas do seu aplicativo após denúncias de disparo em massa relacionados às eleições municipais que ocorrerão no país em Novembro. O anúncio foi feito nesta quarta (28), e foi divulgado pela empresa junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Para evitar os problemas vistos nas eleições de 2018, o TSE abriu um canal de denúncias de suspeitas de disparo em massa, que consiste no envio automático de mensagens para um grande número de pessoas, normalmente feito por programas de computador.

Do dia 27 de setembro , 1º dia oficial de campanha até a última segunda (26) , o Tribunal recebeu 1037 denúncias. Após investigação, 1020 foram encaminhadas para o WhatsApp para análises maiores sobre o padrão de envio.

Segundo o aplicativo, as denúncias se referiam a 720 contas , e após apuração, 256 foram banidas permanentemente, as outras seguem sendo investigadas.

No final de 2019, o TSE decidiu pela proibição dos disparos em massa por aplicativos de mensagem nas campanhas eleitorais. Em 2018, na eleição presidencial, o WhatsApp divulgou que 400 mil contas foram banidas no Brasil e tinham relação com a eleição no Brasil.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana