mato grosso

Trabalho para evitar proliferação da Covid-19 em presídios é destacado por membros do Sistema Penitenciário

Publicado


.

As ações tomadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Administração Penitenciária, para evitar a proliferação do novo coronavírus (Covid-19) nas unidades penais foram destacadas durante o encerramento da Semana de Ressocialização, nesta sexta-feira (28.08). A última roda de conversa, realizada de forma virtual, abordou o tema “Juntos somos mais fortes”.

O secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores, ressaltou a importância das atividades laborais e educacionais para a geração de oportunidades aos reeducandos. “Estamos nesta unidade que é exemplo no desenvolvimento da política de ressocialização, mas temos diversas iniciativas similares também em outras unidades do Sistema Penitenciário, pois acreditamos que este é o caminho”.

Ele também frisou que o enfrentamento à pandemia foi possível graças ao trabalho de todos os servidores, principalmente equipes de Saúde, e à obtenção de medicamentos, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e outros materiais, os quais foram destinados tanto às unidades de Cuiabá quanto do interior do estado. “A parceria com o Poder Judiciário, Conselho da Comunidade, entre outras instituições, é fundamental, pois além de proteger os reeducandos e os servidores, conseguimos materiais para a realização de oficinas, principalmente de costura, com produção de máscaras de tecidos”.

A parceria, que resultou no lançamento do projeto “Justiça unida para proteger”, viabilizou ao Sistema Penitenciário de Mato Grosso 41 mil máscaras de tecidos; 500 aventais descartáveis; 10 mil toucas; 4 mil unidades de lençóis hospitalares; 2.100 óculos de proteção; 50 oxímetros; 30 mil pares de luvas descartáveis; 1.000 protetores faciais; R$ 35 mil em máscaras N95; e R$ 35 mil em produtos odontológicos (para evitar a saída de reeducandos da unidade). Além do Judiciário e Conselho da Comunidade da Execução Penal (Concep), fazem parte a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB-MT), Ministério Público Estadual (MPE) e Defensoria Pública.

O supervisor do Grupo de Monitoramento de Fiscalização (GMF) do Sistema Penitenciário, desembargador Orlando Perri, afirmou que se surpreendeu positivamente com a condução frente à pandemia. “Confesso que no começo imaginei que fôssemos enfrentar situações catastróficas, mas graças a atuação eficiente de todos do Sistema Penitenciário, o resultado tem sido muito bom. Minha principal preocupação era com as condições de higiene, mas os gestores e os servidores conseguiram evitar a proliferação do vírus, mesmo com condições estruturais limitadas”, avaliou.

O juiz da 2ª Vara de Execuções Penais de Cuiabá, Geraldo Fidelis, salientou que os resultados são frutos da união de esforços. “Estamos no mesmo time, é fundamental deixar isso claro, porque se trabalharmos de maneira isolada não vamos conseguir avançar. O trabalho desenvolvido pelos policiais penais e as equipes de saúde é essencial, tem um papel muito importante neste momento”.

A presidente do Concep, Silvia Aparecida Tomaz, endossou. “O trabalho desenvolvido em Mato Grosso é uma referência nas ações de ressocialização. Os nossos irmãos que estão hoje privados de liberdade precisam de uma nova oportunidade, e o trabalho que estamos proporcionando é muito importante”.

Mais ações

A parceria entre as instituições e o Governo do Estado viabilizou ainda 30 mil litros de produtos de limpeza, 60 lavatórios de mãos móveis, e R$ 42 mil que foram investidos na construção da fábrica de saneantes, no CRC. Esta última ação contou também com o apoio do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT).

Além disso, o trabalho conjunto propiciou computadores para a realização das audiências virtuais nas unidades penais, evitando assim a saída dos reeducandos e contatos externos que poderiam causar a contaminação do coronavírus. Colaboraram nesta ação o Tribunal de Justiça (TJMT), Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) e MPE.

A roda de conversa foi encerrada com uma apresentação musical de um grupo de reeducandos do CRC. Para conferir a íntegra do evento, clique aqui.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Estado realiza testagem em massa de recuperandos de Cuiabá e Várzea Grande

Publicado


A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Administração Penitenciária, está promovendo a testagem em massa para diagnóstico do novo coronavírus (Covid-19) em recuperandos e servidores das unidades penais de Cuiabá e de Várzea Grande. 

No último sábado (17.10), cerca de 130 reeducandas da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May fizeram o teste rápido, na unidade penal. A aplicação foi feita pelos profissionais da saúde que atuam no Centro de Triagem de Covid-19, que está funcionando na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Já os 25 presos do Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) já foram testados no dia 7 de setembro. Os demais reeducandos da Penitenciária Central do Estado (PCE), Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), em Cuiabá, e do Complexo Penitenciário Ahmenon Lemon Dantas e Cadeia Pública do Capão Grande, em Várzea Grande, serão testados nos próximos dias.

De acordo com o último Boletim Epidemiológico do Sistema Penitenciário de Mato Grosso, atualizado na última sexta-feira (16.10), há 32 casos ativos de Covid-19 em todas as 48 unidades penitenciárias. Este dado leva em consideração não só o número de pessoas privadas de liberdade, mas também de servidores que atuam nas unidades.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana