Cuiabá

Trabalhadores da saúde começam a receber vacina contra Influenza nesta quarta-feira (5)

Publicados

em


Luiz Alves

Clique para ampliar

Trabalhadores da saúde começarão a ser vacinados contra os três tipos de Influenza (Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B) nesta quarta-feira (5), em todas as unidades básicas de saúde, com exceção de alguns locais onde não há condições de fazer a separação entre os pacientes com suspeita de Covid-19 e os que vão ser vacinados (veja lista das exceções abaixo).

Mesmo com o novo público-alvo, os grupos compostos por crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas continuam sendo atendidos. A previsão é que a campanha aconteça até o dia 9 de julho.

A secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, destaca que toda uma estrutura foi montada nas unidades de saúde, com tendas para triagem dos pacientes para garantir que pessoas saudáveis e que podem se vacinar não se misturem com pessoas com suspeita de covid-19 e pede que a população convocada para a vacina contra a Influenza compareçam para se imunizar. “A Influenza é uma doença que tem características muito parecidas com as da covid-19 e também pode levar à hospitalização. Então, é muito importante que as pessoas se vacinem, principalmente neste momento de pandemia. Percebemos que a procura pela vacina da gripe tem sido aquém do esperado, talvez pelo medo das pessoas de estarem indo até às unidades e terem contato com pessoas doentes, mas queremos reforçar que estamos tomando todas as medidas para garantir a segurança dos nossos usuários do SUS”, disse.

As unidades que NÃO terão vacina contra a gripe são: PSF Osmar Cabral / Liberdade, PSF Nova Esperança, PSF Pedra 90 lll e lV e PSF São Gonçalo, na região Sul; PSF Novo Horizonte e CS Ana Poupina, na região Leste; PSF Santa Amália /Jd. Araçá, PSF Santa Isabel I e II e PSF Santa Isabel III, na região Oeste.

Saiba quem se enquadra como trabalhador da Saúde

Estão inclusos na 23ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza todos os trabalhadores da saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade. Os trabalhadores da Saúde são aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. Assim, compreende tanto os profissionais da saúde – como médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontologistas, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares – quanto os trabalhadores de apoio, como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros, ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviços diretos de assistência à saúde das pessoas. 

Incluem-se, ainda, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras. A vacina também será ofertada aos estudantes da área da saúde que estiverem prestando atendimento na assistência dos serviços de saúde.

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Vice-prefeito articula ação de melhoria na rede de coleta de esgoto do Mercado do Porto

Publicados

em


Assessoria

Clique para ampliar

Por meio de uma articulação feita pelo vice-prefeito e Secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa, os permissionários do Mercado Varejista Antônio Moisés Nadaf, popularmente conhecido como Mercado do Porto, devem ser beneficiados com um trabalho de melhoria no saneamento básico do espaço. Nesta sexta-feira (14), a concessionária Águas Cuiabá apresentou um projeto para melhoria na rede de esgoto do local.

Segundo explicado ao vice-prefeito e também ao secretário municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo, a atuação da empresa deve evitar que os trabalhadores arquem com um custo estimado de R$ 50 mil. A intervenção resultará na extensão da rede de cobertura e construção de unidades de proteção, que evitam a passagem de resíduos para tubulação.

“Com essa parceria, feita a pedido do prefeito Emanuel Pinheiro, esses trabalhadores estão ficando livres de todo esse custo. É valor que para um trabalhador é muito alto, mesmo que dividido para um conjunto de pessoas.  Essa é uma maneira que também encontramos de ajudar e valorizar esses trabalhadores, principalmente diante do difícil momento que estamos vivendo por conta da pandemia”, comentou Stopa.

De acordo com a concessionária, cerca de 80 metros da rede de coleta de esgoto já estão prontos. Dessa forma, além de completar a tubulação, a empresa pretende construir caixas de passagem, com gradeamento, evitando que as estruturas entupam com demasiada frequência. Ainda não foi definida uma data para inícios dos trabalhos, mas a previsão é de que a atuação no local dure aproximadamente 30 dias.

“O projeto técnico já está pronto e agora vamos marcar uma reunião com os feirantes para apresentar esse grande benefício. Aos permissionários, ficará apenas a obrigação de garantir a constante limpeza da estrutura, como ocorre em uma residência comum. O tratamento de esgoto é um processo irreversível e necessário. Qualquer cidade moderna e desenvolvida deve ter um olhar especial para o saneamento básico”, explicou o secretário Francisco Vuolo.

O diretor-geral da Águas Cuiabá, William Figueiredo, destacou que, além da parte de obra, a concessionária também está disposta a fornecer todo suporte técnico necessário, visando facilitar o entendimento de todo funcionamento da estrutura de coleta de esgoto. William enfatizou ainda que essa é mais uma ação que irá impactar de forma positiva na qualidade de vida dos cuiabanos.

“Temos uma equipe de ambientalista que pode ajudar com o trabalho de orientação, mostrando vídeos, entregando manuais. Podemos levar material hidráulico, para mostrar como é feita a conexão. Vamos mostrar a importância dessa ação para o Mercado e para a cidade. Na medida em que vamos evoluindo com a construção do sistema de esgoto, é extremamente visível como os córregos vão ficando limpos”, disse o diretor-geral. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana