esportes

Thiago Heleno 200: Sete momentos inesquecíveis do General no Furacão

Publicados

em


O jogo desta terça-feira (11), contra o Metropolitanos, poderá ser histórico para Thiago Heleno. No Athletico desde 2016, ele está prestes a completar 200 jogos com a camisa rubro-negra.

Uma trajetória cheia de títulos, gols e atuações memoráveis, que colocam o General como um dos maiores zagueiros da história do Furacão.

Até agora, foram 199 jogos, com 92 vitórias, 48 empates, 59 derrotas e 15 gols marcados. Entre tantos momentos inesquecíveis, selecionamos sete, que mostram porque Thiago Heleno se tornou um ídolo de todos os athleticanos.

Pela CONMEBOL Libertadores 2017, Lucho marcou para o Furacão logo no começo do jogo contra o San Lorenzo, em Buenos Aires. O time argentino partiu com tudo em busca do empate, pressionou até o fim, mas esbarrou nas defesas de Weverton e em uma atuação monstruosa de Thiago Heleno, que voltou para casa com o troféu de homem do jogo.

O Palmeiras foi um dos times que Thiago Heleno defendeu antes de vir para o Furacão. E quando os dois clubes se enfrentaram no Palestra Itália, no Brasileiro de 2017, o General aproveitou a chance de deixar sua marca contra o antigo clube. Aos 17′ do primeiro tempo, aproveitou uma cobrança de escanteio para dar uma de suas famosas testadas rumo à rede. Depois, foi gigante na defesa para garantir a vitória por 1 a 0.

No Brasileiro 2016, Athletico e Ponte Preta entraram no campo do Caldeirão às 11h da manhã. E diante de um grande público, Thiago Heleno foi o dono da festa. Abriu o placar no final do primeiro tempo, de pênalti. E aos 32′ do segundo, em um cruzamento da direita, decolou e tocou de cabeça com categoria, encobrindo o goleiro! Era o terceiro do Furacão na vitória por 3 a 0. Resultado importante na campanha que garantiu vaga na CONMEBOL Libertadores.

Athletico e Flamengo estavam no mesmo grupo na CONMEBOL Libertadores de 2017. E o Caldeirão sempre foi campo minado para o time carioca. Desta vez, coube a Thiago Heleno colocar o Furacão na frente. Em falta sofrida por José Ivaldo, Rossetto levantou na área e o General deu a cabeçada certeira! Estava aberto o caminho para a vitória por 2 a 1. Um placar que acabaria sendo decisivo para a classificação athleticana.

Mesmo glorioso para o Furacão, o ano de 2019 não foi nada fácil para Thiago Heleno. Devido a um caso de doping acidental, ele ficou fora dos jogos decisivos da CONMEBOL Libertadores e também da Copa do Brasil. Mas quando o Athletico conquistou o título nacional, o elenco foi unânime na hora de homenagear o zagueiro e reconhecer sua importância, mesmo nos bastidores. E quando o time chegou a Curitiba após a grande decisão em Porto Alegre, era o General quem carregava o troféu!

O primeiro gol do General com a camisa rubro-negra é inesquecível. Athletico e Coritiba faziam um jogo equilibrado no primeiro duelo pela decisão do Paranaense 2016. Até que, aos 8′ do segundo tempo, um cruzamento da direita encontrou a cabeça de Thiago Heleno na área. Uma testada fulminante para fazer o Caldeirão explodir! Era o primeiro da vitória por 5 a 0 no placar agregado da final, que deu ao Furacão o seu 23º título estadual. 

Todo o continente parou para assistir àquela cobrança. Athletico Paranaense e Junior Barranquilla faziam um duelo estonteante. Após 210 minutos de bola rolando, era a hora do desfecho, nas cobranças de pênalti. Com a braçadeira de capitão no braço, o General ajeitou a bola com carinho, se afastou até a risca da meia-lua, partiu em velocidade e soltou a bomba indefensável! O Athletico era campeão sul-americano de 2018!

Comentários Facebook
Propaganda

esportes

Crespo celebra vaga: “Chegamos ao nosso objetivo”

Publicados

em


O técnico Hernán Crespo concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira (4), no Estádio São Januário, e avaliou a classificação do Tricolor para as quartas de final da Copa do Brasil de 2021.

O Tricolor, que já havia derrotado o Vasco da Gama por 2 a 0 no duelo de ida, no Morumbi, derrotou os cariocas por 2 a 1 no confronto de volta das oitavas de final e seguiu em busca do inédito título do torneio.

“Chegamos ao nosso objetivo muito bem. A vitória no Morumbi, o gol do Rigoni no primeiro tempo e a expulsão de um jogador dificultaram os planos do Vasco. E, assim, conseguimos a classificação sem grandes riscos”, afirmou o treinador, que emendou.

“Aproveito para parabenizar todo o elenco, porque não é fácil sem competitivo em todas as competições. Estamos nas quartas de final da Libertadores e da Copa do Brasil. Sabemos da situação difícil no Brasileiro, mas vamos lutar para sair dela”, analisou.

Agora, o clube aguardará o sorteio da CBF para conhecer o adversário da próxima fase. No sábado (7), às 18h, na Arena da Baixada, o São Paulo enfrentará o Athletico Paranaense em confronto válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Gosto de disputar todos os campeonatos. Amo futebol e gosto de ser competitivo, gosto de ganhar. Estamos em agosto, e ainda temos um time competitivo. Divido isso com atletas, comissão técnica e diretoria, porque todos estão de parabéns. Claramente queremos chegar mais longe até o final”, concluiu.

CONFIRA ABAIXO A ENTREVISTA COLETIVA:

fonte: http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/copa-do-brasil/2021/8/5/crespo-celebra-vaga-chegamos-ao-nosso-objetivo

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana