esportes

Thiago Braz fica em terceiro na etapa de Zurique da Liga Diamante

Publicado


.

O campeão olímpico Thiago Braz garantiu nesta quarta (2) a terceira posição da prova de salto com vara da etapa de Zurique (Suíça) da Liga Diamante de atletismo.

Para alcançar a marca, a sua melhor na temporada de 2020 em competições ao ar livre, o atleta saltou 5,72 metros. Até a prova desta quarta, a melhor marca do brasileiro em 2020 era de 5,50 metros.

Na disputa, Thiago, que reside e treina na Itália, ainda tentou a marca de 5,82 metros, mas não conseguiu superá-la.

Já o francês Renaud Lavillenie, campeão olímpico nos Jogos de Londres (2012), terminou a prova em quarto lugar, também com 5,72 metros.

Thiago Braz volta a competir na próxima sexta (4) em Bruxelas (Bélgica), em mais uma etapa da Liga Diamante. O sueco Armand Duplantis venceu a prova desta quarta com um salto de 6,07 metros, e o norte-americano San Kendricks, bicampeão mundial, ficou em segundo com 6,02 metros.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
publicidade

esportes

Com 11 desfalques, Cuiabá vence Botafogo no Rio pela Copa do Brasil

Publicado


Mesmo sem ter 11 atletas do elenco à disposição e atuando fora de casa, o Cuiabá saiu na frente do Botafogo no jogo de ida do confronto pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Nessa terça-feira (27), o Dourado bateu o Alvinegro por 1 a 0 no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, assumindo a vantagem do empate para o duelo de volta, que será na Arena Pantanal, em Cuiabá, na próxima terça-feira (19), às 19h (horário de Brasília).

O Cuiabá não pôde contar com os zagueiros Everton Sena e Luiz Gustavo e com os atacantes Felipe Ferreira, Felipe Marques, Élton, Jenison e Marcinho. Os sete chegaram ao clube durante a paralisação do futebol em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Como tinham defendido outras equipes na Copa do Brasil, eles não poderiam atuar pelo time do Mato Grosso. Além deles, os laterais Lenon e Romário e os volantes Auremir e Rafael Gava se recuperam de lesão e também foram desfalques.

Administrando a posse da bola e trocando muitos passes, o Botafogo acumulou seis finalizações em cerca de 20 minutos no primeiro tempo, mas sem êxito. Aos poucos, o Cuiabá equilibrou o jogo e passou a assustar em tentativas de fora da área. Na etapa final, a primeira delas foi letal. Aos nove minutos, com o Dourado pressionando o Alvinegro na defesa, o volante Matheus Barbosa aproveitou um passe errado do meia Keisuke Honda e bateu forte, da entrada da área, no canto do goleiro Diego Cavalieri.

O Botafogo se lançou ao ataque atrás do empate. Tentativas não faltaram. Pontaria sim. Primeiro, uma cabeçada do meia Bruno Nazário. Depois, outra do atacante Pedro Raul (seguida de um arremate que passou rente a trave). Na sequência, um chute do atacante Lecarlos. Por fim, um desvio do também atacante Kelvin, na pequena área. Melhor para o Cuiabá, que festejou a vitória no Rio e a vantagem para o duelo na Arena Pantanal.

As equipes voltam a campo no sábado (31), cada uma por sua divisão. O Botafogo joga às 17h, mais uma vez no Nilton Santos, contra o Ceará, pela 19ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro está na 16ª posição do torneio. Já o Cuiabá recebe o CRB às 22h, também pela 19ª rodada, mas da Série B. O Dourado é o terceiro colocado e está na zona de acesso à elite do futebol nacional.

Veja a tabela da Copa do Brasil

Edição: Fábio Massalli

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana