POLÍCIA

Telhas furtadas de casa de idoso são recuperadas pela Polícia Civil

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil recuperou na terça-feira (27.07), em Cáceres, 500 telhas que foram furtadas de uma residência no bairro Joaquim Murtinho. Na ação, uma idosa de 61 anos foi conduzida para esclarecimento e responderá pelo crime de receptação.

As diligências iniciaram após a comunicação do furto na segunda-feira (26.07). A vítima, de 71 anos, procurou a Delegacia de Cáceres e relatou que está construindo uma casa de duas peças e já havia feito a cobertura com 500 telhas de barro. 

O idoso informou que não reside nas proximidades da casa em construção, porém, havia pedido para um vizinho cuidar da obra, pois precisou viajar por cerca de 15 dias.

Ao retornar para Cáceres, o comunicante foi até a obra e viu que a casa estava totalmente descoberta. Ao perguntar para o vizinho, este informou que um rapaz chegou no local e retirou as telhas, alegando que o dono da casa estava lhe devendo e por isso ia retirar os materiais.

Diante das informações, os policiais civis foram até o endereço na idosa, onde as 500 telhas de barro estilo portuguesa foram localizadas. Questionada, a senhora informou que havia comprado as telhas do suspeito, razão pela qual ela foi encaminhada até a Delegacia de Polícia para esclarecimentos.

Um inquérito foi instaurado para indiciamento do responsável pelo furto.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Polícia esclarece homicídio e prende dois irmãos por assassinato

Publicados

em

Por Raquel Teixeira

A Divisão de Homicídios da Delegacia de Primavera do Leste esclareceu um homicídio ocorrido em fevereiro deste ano e indiciou dois irmãos envolvidos no crime.

Na tarde do dia 19 de fevereiro, Ueslei Ferreira Barbosa, de 44 anos, foi abordado por um dos investigados, no bairro Parque Eldorado, e atingido a tiros, morrendo no local. A partir das investigações realizadas pela equipe da Divisão de Homicídios, os policiais civis conseguiram identificar o executor do crime, que tem 28 anos.

Com base nas informações levantadas durante a apuração, o delegado Allan Victor Sousa da Mata representou por medidas de busca e apreensão.

Os mandados de buscas foram cumpridos durante a Operação Quinto Mandamento, deflagrada em abril deste ano, e resultando na apreensão de munições, drogas e arma de fogo. O suspeito não foi preso à época porque conseguiu fugir do local e deixou a esposa para trás, que foi detida em flagrante por tráfico de drogas. As munições apreendidas eram do mesmo calibre utilizado para executar a vítima.

Prisões

Após a apreensão do material durante a operação, o delegado Allan Victor representou pela prisão temporária do suspeito. Ele foi localizado em julho pela equipe da DHPP, na zona rural de Poxoréu, com apoio de equipes da Derf e da Regional de Primavera do Leste.

Com a conclusão da investigação, a Polícia Civil apurou que o irmão do suspeito, de 24 anos, também teve participação no crime. A prisão dele foi efetuada nesta segunda-feira (27) em Primavera do Leste.

‘Diante da gravidade do crime e em razão de ambos já terem passagens criminais, foi representada pela decretação da prisão preventiva”, explicou o delegado.

Os dois irmãos foram indiciados por homicídio qualificado. O executor do crime responde por outros crimes, entre eles tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo.

Com a conclusão da investigação, o inquérito foi encaminhado à Justiça. O Ministério Público ofereceu denúncia e, após manifestação favorável pela decretação da prisão, a Justiça decretou a prisão preventiva dos irmãos.

Fonte: PJC MT

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana