Rondonópolis

Técnicos e administrativos das UBSs terão reajuste a partir de agosto

Publicados

em

Uma reunião entre o prefeito José Carlos do Pátio, a secretária de saúde Izalba Albuquerque e servidores comissionados das Unidades Básicas de Saúde (UBS) marcou o anúncio do reajuste salarial de cinco categorias de profissionais que atuam nas UBSs. Eles vão começar a receber o valor maior nas contas a partir do mês de agosto.

A proposta do reajuste vai beneficiar auxiliares de dentista, servidores da setor administrativo, técnicos e auxiliares de enfermagem e ainda os chamados ASDs, auxiliares de serviços diversos. Os novos salários apresentados aos servidores durante a reunião serão levados para votação na próxima sessão da Câmara e a expectativa e que sejam aprovados no mesmo dia.
Na apresentação feita pelo prefeito o grupo de servidores acompanhou  os últimos aumentos que foram concedidos para todos os servidores do município, e ainda o que será calculado na folha de pagamento do mês de junho. Por isso, o novo valor só poderá ser depositado para os servidores comissionados no mês de agosto.
A secretária Izalba Albuquerque afirma que os vencimentos desses profissionais estavam defasados e muito abaixo dos valores que estão sendo praticados no mercado. “Queremos cada vez dar melhores condições para os nossos servidores e esse reajuste vai equacionar o salário deles com o do mercado local”, contou.
Um dos exemplos apresentados na reunião foram os valores pagos para o auxiliar de dentista da UBSs, o vencimento bases somado a insalubridade totalizava R$ 1.328,00 em dezembro de 2021. Com o reajuste proposto pelo município o salário desse profissional passa a ser de R$ 1.600,00 a partir de agosto.
Os servidores que compareceram na reunião concordaram com a proposta e puderam tirar dúvidas também com os secretários de Finanças e de Gestão de Pessoas presentes no local.

Comentários Facebook
Propaganda

Rondonópolis

Prefeitura entrega escrituras para moradores de cinco bairros de Rondonópolis

Publicados

em

Mais 35 famílias de cinco bairros de Rondonópolis realizaram, nesta sexta-feira (24), o sonho de ter um documento que comprove a posse definitiva da própria moradia.  Elas receberam de forma gratuita o título  definitivo de propriedade de seus imóveis que aguardavam  há cerca de 30 anos,  em uma reunião realizada com o prefeito José Carlos do Pátio,  no Palácio da Cidadania.

Durante o ato de entrega, ele destacou que com a escritura pública entregue gratuitamente pelo município traz muitos benefícios ao morador, que pode comprovar sua posse e garante segurança social e jurídica. 

“Ao viabilizar a escritura,  estas famílias vão poder conseguir, por exemplo, na Caixa Econômica Federal (CEF) um financiamento para ampliar e reformar a casa. Agora, terão esse direito, antes eles eram excluídos. Podem, agora, enfim, dizer que são donas dos seu imóveis. Isto é inclusão, dar dignidade, é promover cidadania”, frisou o prefeito.

Ressaltou ainda que  desde 2017 já foram realizadas a entrega de 18 mil escrituras em Rondonópolis, por meio do programa de regularização fundiária realizado pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo.

“Sabemos a importância deste documento e o quanto ele significa para as famílias. Já estamos na Secretaria de Habitação  com  cinco mil escrituras públicas praticamente prontas para serem entregues e outras 3.500 encaminhadas para  o registro em cartório”, disse José Carlos do Pátio, reclamando da morosidade dos atuais gestores do Cartório do 1º Ofício. “O pessoal que está lá agora estão muito morosos. Antes,  as coisas aconteciam com mais agilidade”, criticou.

A secretária municipal de Habitação e Urbanismo, Huani Rodrigues, observa que a  escritura para uma residência popular custa  de  R$ 8 a R$10 mil e muitos não têm condições financeiras de legalizar o imóvel. “Através do programa de regularização da Prefeitura,  o documento sai sem nenhum custo”.

Ela lembrou que as 35 famílias contempladas com o título definitivo de propriedade de seus imóveis nesta sexta aguardavam por este documento há cerca de 30 anos. “Hoje, realizamos o sonho da garantia da propriedade. É uma luta de todos os moradores e é gratificante para a gestão municipal entregar este documento tão esperado por essas famílias”, falou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana