economia

T-27 Tucano modernizado da FAB realiza voo de teste

Publicado


source

Contato Radar

undefined
Gabriel Araújo

T-27 Tucano modernizado da FAB realiza voo de teste

A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou no último dia 23 o primeiro voo do T-27 Tucano modernizado.

A aeronave decolou do Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA-LS), localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e voou por duas horas e cinco minutos.

De acordo com a FAB, no primeiro voo foram verificados diferentes níveis de degradação do sistema elétrico, funcionamento dos sistemas de emergência, entre outros aspectos.

O primeiro voo foi realizado pelo Coronel Aviador Marcelo Zampier Bussmann, piloto de ensaio e Diretor do Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV), tendo como engenheiro de ensaio o Tenente Matheus Pacheco Guanabara Santiago.

Sobre o comportamento do sistema em voo, o Tenente Santiago destacou: “A nova aviônica comportou-se muito bem, a despeito da integração ser bastante complexa. De forma geral, o sistema incorporado é muito robusto e moderno”.

“Ele permitirá que os cadetes tenham contato com uma plataforma bastante atual, facilitando sua adaptação para os novos vetores da FAB, como o KC-390 Millennium e o F-39 Gripen. Da mesma forma, os sistemas backup melhoraram substancialmente, aumentando a segurança da operação da aeronave T-27 na AFA e no contexto atual da navegação aérea”, concluiu.

Para ver quais melhorias foram feitas no T-27M, clique aqui e veja nossa matéria.

O post T-27 Tucano modernizado da FAB realiza voo de teste apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Comentários Facebook
publicidade

economia

Oi fecha acordo com AGU e vai pagar R$ 7 bi para União

Publicado


Em recuperação judicial desde 2016, o grupo de telecomunicações Oi fechou um acordo com a Advocacia-Geral da União (AGU) para obter um desconto de 50% na dívida de R$ 14,3 bilhões com a União. Os débitos vinham de 198 multas aplicadas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) à operadora.

Segundo o acordo anunciado pela AGU, os 50% restantes da dívida serão parcelados da seguinte forma. Um total de R$ 1,8 bilhão depositados pela Oi na Justiça serão convertidos em renda para a Anatel, como pagamento das primeiras parcelas. O valor remanescente será dividido em prestações para o Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel), cujos recursos são uma das fontes de financiamento da Anatel.

Em nota, a AGU informou que esse é o maior acordo da história fechado pelo órgão e pela Anatel. Com o procedimento, foram extintas 1.117 ações de execução fiscal, 199 ações anulatórias, 82 ações cautelares e 300 embargos à execução.

Segundo a AGU, o acordo foi firmado com base na Lei 13.988/2020, que permite que grandes empresas em recuperação judicial possam quitar as dívidas com a União com descontos de até 50% e parcelamento em até 84 meses.

Ontem (26), a Oi tinha levantado R$ 1,4 bilhão com o leilão de torres de telefonia e centrais de processamento de dados. O novo plano de recuperação judicial da operadora, aprovado em setembro, prevê a venda de ativos para pagar credores e concentrar-se em investimentos de fibra ótica, que serão a prioridade da companhia de agora em diante.

Edição: Fábio Massalli

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana