POLÍTICA NACIONAL

Suassuna pede mais rigor na fiscalização dos preços de produtos farmacêuticos

Publicados

em


Em pronunciamento, nesta terça-feira (15), o senador Ney Suassuna (Republicanos-PB) afirmou que os preços dos remédios no Brasil custam até seis vezes mais  que os mesmos medicamentos vendidos em outros países. Preocupado com a situação, cobrou das autoridades uma inspeção mais rígida sobre o setor produtivo de fármacos para combater os preços abusivos e para garantir que as pessoas, principalmente as mais carentes, tenham acesso aos medicamentos de que precisam, mas a preços mais justos.  

Suassuna lembrou ainda que em 1995, quando foi relator da lei de patentes (Lei nº 9.729, de 1996), travou uma “guerra” contra os interesses econômicos das indústrias farmacêuticas. Segundo ele, foi incluído um dispositivo na lei para que, se um medicamento produzido no Brasil fosse vendido mais caro que em outros países, as empresas perderiam as patentes e os laboratórios brasileiros passariam a produzir os remédios sem necessidade de pagamentos da propriedade intelectual.

O senador ressaltou que em 1995 o faturamento do mercado de medicamentos no Brasil se situava na faixa de US$ 3 bilhões; nos anos 2000, havia pulado para a de US$ 12 bilhões e, atualmente, está na faixa dos US$ 175 bilhões. Suassuna esclareceu também que o Brasil, que então era o sétimo país na área de fármacos do mundo, hoje ocupa o quinto lugar, mas os remédios ainda continuam com preços elevados no país. 

— Onde está a fiscalização que não tem olhado isso e não faz cumprir a lei? Na lei, nós colocamos essa trava: os remédios que são fabricados por uma multinacional têm de ter o preço similar, sob pena de perder a patente, e isso não tem ocorrido, e nós temos hoje vários produtos, de uso obrigatório e contínuo, que estão nesta situação — declarou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Bolsonaro faz passeio de moto em homenagem ao Dia das Mães

Publicados

em


O presidente Jair Bolsonaro realizou um passeio de moto de aproximadamente 1 hora em homenagem ao Dia das Mães na manhã deste domingo (9) passando pelas ruas de Brasília. 

Ele foi acompanhado por centenas de motociclistas, inclusive o deputado Hélio Lopes (PSL-RJ), que postou em suas redes sociais o trajeto percorrido pelo presidente e pelos demais motociclistas.

O passeio foi anunciado por Bolsonato durante sua live de quinta-feira (6). Na ocasião, o presidente falou que esperava cerca que 1 mil motociclistas o acompanhassem no passeio em homenagem ao Dia das Mães.

Edição: Fábio Massalli

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana