TECNOLOGIA

Stories repetidos no Instagram? Veja como resolver o problema

Publicados

em

source
Atualizar aplicativo soluciona falha
Emerson Alecrim

Atualizar aplicativo soluciona falha

Desde a última terça-feira (14), usuários do Instagram se queixam nas redes sociais de que há uma falha no recurso Stories. Segundo os internautas, o aplicativo estava levando os perfis a acessarem publicações que já foram visualizadas, além de não destacar novos conteúdos.

O assunto tem sido um dos mais comentados no Twitter nos últimos dias, com mais de 1.120 mil tuítes somente durante uma hora da manhã desta quinta-feira. O GLOBO procurou o Instagram para esclarecer o problema, que se desculpou e informou ter resolvido o bug.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

“Sabemos que algumas pessoas tiveram problemas para acessar os Stories do Instagram. Resolvemos o problema o mais rápido possível para todos que foram impactados e pedimos desculpas por qualquer inconveniente”, disse a Meta, controladora do Instagram.

A solução para a falha passou a ser apontada na quarta-feira: realizar a atualização do aplicativo, cuja versão mais recente corrige erros e melhora o desempenho.

Veja a seguir como solucionar a falha dos ‘stories repetidos’

No sistema Android:

  • Abra a Google Play Store pelo celular;
  • No canto superior direito, toque no ícone do perfil.
  • Toque em Gerenciar apps e dispositivos. Os apps com atualizações disponíveis exibem uma mensagem.
  • Toque em Atualizar.

No sistema iOS:

  • Abra a App Store.
  • Toque no ícone de perfil na parte superior da tela.
  • Role para baixo para ver as atualizações pendentes e as notas de versão. Toque em Atualizar ao lado de um app para atualizar somente esse app em questão ou toque em Atualizar Tudo.

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Senac-MT ‘imprime’ robôs educacionais para auxiliar ensino de linguagens de programação

Publicados

em

Eles medem entre 9 e 14 centímetros, pesam cerca de 250 gramas, têm membros articulados e atendem pelos nomes de Otto Wheels e Otto Starter.

Os robôs educacionais foram fabricados utilizando a tecnologia de impressão 3D, em laboratório do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial em Mato Grosso (Senac-MT), para auxiliar alunos da instituição na programação para robótica e no desenvolvimento de inovações e aplicações para o comércio.

No Lab Microsoft do Senac-MT, em Cuiabá, são ofertados cursos de tecnologia com foco em processos de codificação, automação e construção de protótipos como, por exemplo, as formações em ‘Desenvolvimento Web Back-End’  e em ‘Programação para Robótica’.

O diretor regional do Senac-MT, Carlos Rissato, salienta que a robótica educacional vem sendo incorporada por escolas de diversos países, partindo de problemas do cotidiano para mostrar o funcionamento de dispositivos tecnológicos.

“Seja como parte da grade curricular obrigatória, disciplina extracurricular ou integrando outras matérias, a construção de robôs tem o poder de transformar o processo de aprendizagem. E o Senac Mato Grosso está revisando seu portfólio de cursos para estar, cada vez mais, à frente das inovações e do desenvolvimento de habilidades necessárias ao mercado de trabalho contemporâneo”, enfatiza o dirigente.

Fabricando robôs

Na impressora 3D instalada na unidade, sucessivas camadas de filamento plástico aquecido são sobrepostas, seguindo um modelo configurado previamente, até que sejam materializadas, em três dimensões, as peças expansíveis e modulares que formarão os robôs, que podem possuir rodinhas ou braços, pernas e pés capazes de se movimentarem.

Após a junção das peças impressas é feita a instalação dos circuitos elétricos e eletrônicos. A partir disso, os alunos são estimulados a colocarem os robôs para funcionar, criando códigos que enviem comandos para que os robôs executem determinadas tarefas, como evitar obstáculos, solucionar labirintos, criar sons e melodias emocionais.

O orientador pedagógico do Senac-MT, Paulo Costa, destaca as vantagens dos robôs educacionais nos processos de ensino e aprendizagem.

“A montagem dos robôs desenvolve a criatividade, habilidades manuais e de motor fino. A programação estimula o raciocínio lógico e a linguagem do método padronizado. A colaboração é fundamental, tendo em vista que é necessário trabalho em grupo, escuta, respeito ao próximo e iniciativa. E tudo isso acompanhado pela interdisciplinaridade, ao se utilizar tecnologias aplicadas ao ensino”, elenca o educador.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana