mato grosso

Sorteio mensal do Nota MT beneficia 143 entidades filantrópicas de 45 municípios

Publicados

em


O Programa Nota MT, coordenado pela Secretaria de Fazenda, faz a alegria não apenas dos milhares de contribuintes já sorteados, como também ajuda entidades beneficentes cadastradas junto à Secretaria de Trabalho, assistência social e cidadania (Setasc), indicadas pelos ganhadores. Elas recebem 20% do valor dos prêmios.

No sorteio mensal de maio, por exemplo, que ocorreu na quinta-feira (10.06), R$ 110 mil serão destinados para 143 entidades de 45 municípios. Somente a Associação de Amigos da Criança com Câncer de Cuiabá (AACC), foi indicada nesse sorteio por 72.001 contribuintes, dos quais 177 foram sorteados e com isso a entidade irá receber o total de R$ 17.700,00.

Desde o lançamento do Programa Nota MT, em 2019, o valor total que foi repassado às entidades indicadas por contribuintes sorteados foi de R$2.618.300,00 milhões, que foram destinados à 184 instituições.

A entidade mais beneficiada pelo programa até agora é a AACC de Cuiabá, que já foi contemplada com R$ 640.900 mil, seguida pelo Hospital de Câncer de Mato Grosso (HCan-MT) que recebeu R$ 301.900 mil em recursos.

Outra instituição que sempre é indicada pelos sorteados é a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), que somando os valores recebidos pelas unidades de 45 municípios mato-grossenses, chega ao montante de R$ 568.700 mil. Em Várzea Grande, o Lar dos Idosos São Vicente de Paulo é a instituição que mais foi favorecida, tendo recebido do programa Nota MT o total de R$ 93.700 mil.

Esses recursos oriundos das indicações dos contribuintes sorteados, têm ajudado muitas dessas entidades a se manterem, sendo usados para custear despesas de administração, manutenção ou pagamento de dívidas, especialmente no período da pandemia que os eventos de arrecadação precisaram ser suspensos.

143 Entidades beneficiadas

As APAES de Comodoro, Sinop e Sorriso, além do Hospital do Câncer de Cuiabá e Associação de Proteção aos Animais de Nova Mutum foram as entidades sociais indicadas pelos ganhadores dos prêmios de R$ 10 mil no sorteio mensal de maio. Elas receberão R$ 2 mil cada uma, o que corresponde a 20% do prêmio.

No total 143 entidades sociais de 45 municípios foram indicadas por ganhadores. Além da AACC que irá receber R$ 17.700,00, o Hospital do Câncer de Cuiabá foi outra entidade com muitas indicações, totalizando 82 nesse sorteio e será beneficiada com R$ 10.100,00. A APAE de Tangará da Serra e o Lar dos Idosos São Vicente de Paula, de Várzea Grande receberam 28 indicações e vão receber R$ 2.800,00 cada um.

Cadastro das entidades

As instituições e/ou associações interessadas em fazer parte do banco de dados do Programa Nota MT, precisam se cadastrar junto à Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), que administra o banco de dados. Maiores informações sobre cadastramento podem ser encontradas nos sites da Sefaz ou da Setasc.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Advogado de Cuiabá revela que pode ser candidato da oposição nas eleições da OAB-MT

Publicados

em

Advogado Pedro Paulo Peixoto

Por Edmundo Pacheco | Portal Mato Grosso

A Ordem dos Advogados do Brasil, Subseção Mato Grosso (OAB-MT), realiza eleições para a escolha da nova diretoria  em novembro. O prazo para o registro de candidaturas termina em outubro, mas até agora não há no site da entidade qualquer informações sobre o andamento do pleito, período para registro de candidaturas (sabe-se que deve ser feito 30 dias antes da eleição), prazos, número de eleitores aptos, a data da eleição etc.

Pelo que se sabe a estimativa é de que cerca de 8 mil advogados estão aptos a votar no Mato Grosso e há, até o momento, extraoficialmente, três pré-candidatos na disputa: a Dra. Gisela Cardoso, vice da seccional e que representa a continuidade das últimas cinco gestões; a Dra. Flávia Moretti, presidente da seccional de Várzea Grande; e o Dr.Pedro Paulo Peixoto, indicado por amigos para ser o representante da oposição.

Professor universitário, com excelente trânsito entre os advogados, Pedro Paulo surge como um nome forte, que está crescendo muito e é a principal ameaça à candidata do continuísmo. “Estamos ouvindo a advocacia e a propositura de uma candidatura alternativa não está descartada. Contudo, respeitando a regra eleitoral e principalmente a advocacia de Mato Grosso, prefiro ser nominado como pretenso pré-candidato. Uso o termo pretenso porque seria ousadia da minha parte decidir sozinho sobre o tema sem antes ouvir a advocacia de Mato Grosso”, explicou o advogado.

Para Pedro Paulo, uma eventual candidatura será pautada no respeito e reconhecimento do trabalho feito por aqueles que servem ou serviram a OAB-MT. “Como todo processo evolutivo passa pelo reconhecimento daquilo que é bom e aperfeiçoamento do mesmo, acredito que podemos afirmar que: O que é bem feito será mantido, contudo aperfeiçoado/melhorado. No entanto, aquilo que não é feito de forma adequada, será modificado imediatamente. Considerando que existem colegas que hoje servem a classe na atual gestão de forma voluntária e sem apego político, acredito que muitos que lá estão poderão vir aderir ao projeto, desde que se convençam que seja o melhor para a advocacia”.

Para ele, é necessário o fortalecimento da OAB. “Como educador, tenho o hábito de identificar os problemas nos processos e indicar uma solução e uma das soluções que pretendo apresentar para a entidade é a criação de um Conselho Gestor (formado por advogados e advogadas de vários municípios, como ocorre nas grandes empresas) para acompanhamento das demandas diárias da advocacia, por exemplo:
1- acompanhar o tempo de movimentação processual, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) faz isso de forma eficiente e cria metas aos Juízes para a serem cumpridas;
2- propor ao judiciário a padronização dos atos de secretaria,  pois percebemos que, em muitas das vezes, cada secretaria tem sua forma de trabalhar procedimentos administrativos e interpretar a lei, o que dificulta o bom andamento processual e repercute na prestação de serviço do (a) advogado (a) ao seu cliente;
3- criação de convênios com instituições de apoio para aperfeiçoamento profissional, o que, obviamente seria feito em parceria em os órgãos internos da própria OAB;
4- e implantação do programa “Anuidade Zero”, já existente há mais de 6 anos em outras OAB’s do Brasil; e ampliação do número de colegas nas tomadas de decisões para a condução da OAB”.

O advogado reconhece que, caso venha a ser candidato, esta será uma campanha difícil. “Uma campanha contra quem está no poder há mais de 20 anos não é fácil pois tem a máquina na mão, mas quando se trabalha com propósito justo, íntegro e, principalmente, ao lado de pessoas competentes e dignas, o resultado tende a ser positivo, e isso estamos percebendo na fala e postura dos colegas que estamos ouvindo e dialogando”, completou.

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana