TECNOLOGIA

Sophia: robô que prometeu destruir os humanos será produzido em massa

Publicados

em


source
Robô Sophia será produzida em massa
Web Summit

Robô Sophia será produzida em massa

A robô Sophia ganhará milhares de parceiras, já que a empresa  Hanson Robotics , que a criou, promete produzir outras unidades da máquina em massa ainda este ano. Além dela, quatro outros modelos de robôs também serão vendidos em larga escala.

Sophia  começou a fazer sucesso em 2017 por se parecer bastante com um humano. A robô usa inteligência artificial para conversar com pessoas e demonstrar expressões faciais dos mais diversos sentimentos.

A justificativa da empresa para produzir mais unidades da Sophia é a demanda causada pela pandemia de Covid-19 . “O mundo vai precisar de cada vez mais automação para manter as pessoas seguras”, argumentou David Hanson, CEO da empresa.

Apesar de se parecer muito com um humano, Sophia tem os fios expostos na parte traseira da cabeça. De acordo com seu criador, isso é feito para a experiência ser menos assustadora, deixando claro que se trata de uma máquina.

Com humor que dá medo em muita gente, Sophia já brincou, em entrevista à CNBC em 2017, que irá destruir os humanos . “Você quer destruir os humanos? Por favor, diga não”, perguntou Hanson. “Ok, eu irei destruir humanos”, respondeu ela, sorrindo na sequência. Assista:

Comentários Facebook
Propaganda

TECNOLOGIA

Soneca lucrativa: lives com pessoas dormindo crescem na Twitch

Publicados

em


source
Twitch tem 'boom' de lives com pessoas dormindo
Unsplash/Caspar Camille Rubin

Twitch tem ‘boom’ de lives com pessoas dormindo

Um relatório produzido pelo portal Rainmaker.gg, em parceria com o StreamElements, mostrou que cresceu o número de lives em que as pessoas simplesmente se filmam dormindo. Ao todo, as transmissões alcançaram, no mês passado, mais de dois milhões de horas assistidas na Twitch .

A plataforma de livestreaming da Amazon não para de bater recordes de audiência e março foi o maior mês neste quesito, com mais de 2,6 bilhões de horas assistidas. É um aumento de 105% em relação ao ano anterior. Já o sucesso das sonecas ao vivo começou a ser notado há pouco tempo, quando alguns streamers atingiram picos repentinos de visualizações enquanto dormiam.

Mas será que é tão interessante assim assistir alguém cochilando? Analistas foram atrás da resposta e notaram que desde o início da internet os usuários sempre demonstraram um fascínio em saber tudo da vida da outra pessoa, até mesmo como ela dorme.

Você viu?

O streamer da Twitch que soube se aproveitar desse fascínio foi Ludwig Ahgren, que acumulou 1,5 milhão de horas assistidas enquanto dormia . Ludwig lançou um desafio em que adicionaria 100 segundos à live a cada novo assinante que ganhasse. A proposta bombou e a live permaneceu ininterruptamente no ar por 31 dias seguidos.

Com o sucesso conquistado, o americano decidiu mudar o desafio. Dessa vez, ao invés de adicionar 100 segundos à live, ele doará US$ 5 para a Humane Society of America ou para o Hospital de Pesquisa Infantil de St. Jude a cada inscrito que conseguir. Antes mesmo de chegar a 200 horas de streaming , Ludwig já tem 200 mil assinantes ativos, chegando perto do recorde de Tyler “Ninja” Blevin, que alcançou 269 mil antes de deixar a Twitch.

Matthew “Mizkif” Rinaudo é outro streamer da Twitch que ganhou notoriedade após filmar sua soneca. Durante uma live em março, o jovem decidiu reposicionar a câmera, arrastar uma roupa de cama para a sala e apagar as luzes. Os espectadores começaram a fazer doações para tocar músicas para acordá-lo. Em pouco mais de cinco horas, “Mizkif” arrecadou US$ 5,5 mil (cerca de R$ 31 mil). Em vez de usar o dinheiro para si, ele presenteou um seguidor com um Nintendo Switch .

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana