Cuiabá

SMS alerta para o não esquecimento do uso da máscara de proteção: “A Pandemia não acabou”.

Publicados

em


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

Com a chegada da vacina contra o coronavírus, muitas pessoas tem relaxado no uso da máscara de proteção, medida considerada essencial para o não contágio e propagação do vírus. A Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá (SMS), tem atuado deliberadamente na atuação contra o combate da doença e pede que a população continue com as medidas de biossegurança imposta pelo Ministério da Saúde.

Mato Grosso ainda é um dos Estados que está com crescimento ascendente de casos de pessoas infectadas. Em Cuiabá há atualmente 47.379 casos confirmados e 1341 óbitos, conforme o boletim epidemiológico divulgado diariamente pela SMS.

A gerente de Vigilância em Doenças e Agravos Transmissíveis, Flávia Guimarães, fala sobre o porquê o uso da máscara de proteção ainda se mantem importante, para evitar mais casos da doença e que mais pessoas percam a vida na batalha contra a covid.

“A pandemia não acabou. Ainda estamos vivendo ela, ainda falta muitas pessoas serem imunizadas, nós ainda estamos apenas começando com este trabalho, e por isso, é preciso que as pessoas não se esqueçam das medidas de proteção contra o vírus. A campanha que estamos fazendo tem sido um sucesso, no entanto, este não é o momento de relaxar com a covid. Até que a vida de todos voltem ao normal vai demorar um pouco e mesmo assim, o recomendado é que continuem usando máscaras, lavando as mãos, e utilizando álcool em gel”, diz.

A infectologista Eva Clarice Abdo Grigoli, 37 anos, reforça a fala da gerente e explica o poder que apenas o uso da máscara pode fazer na vida do cidadão.

“A máscara confere proteção mecânica como barreira para as gotículas contaminadas, expelidas de tosse, espirros e secreções nasais. Portanto, agora principalmente por conta da pandemia, o cuidado das medidas de prevenção pela Covid-19 é fundamental, visto que é uma doença respiratória, que se transmite rapidamente por gotículas”, ressaltou.

Além do uso de máscara, não deve ser esquecido as demais medidas de biossegurança, como lavagem das mãos com água e sabão ou com álcool 70%, a limpeza das superfícies dos ambientes de convivência para evitar a contaminação, e por conseguinte, a proliferação da doença. Uma das principais formas de quebrar a cadeia de transmissão também é evitar as aglomerações através do distanciamento físico.

“A vacina da Covid-19 colabora para evitar casos graves da doença. Por isto, as medidas de prevenção, sobretudo o distanciamento físico, são importantes para a contenção da proliferação da doença”, afirmou.

A profissional também explica sobre quais máscaras, que são de fato eficientes na proteção contra o coronavírus. De acordo com ela, é necessário saber que as cirúrgicas são descartáveis, que são aquelas utilizadas em unidades de saúde. As máscaras de tecido podem ser utilizadas pela população em geral, no entanto, se ela estiver úmida, não convém manter o uso e recomenda-se lavar com água e sabão, ou com soluciones hipoclorito de sódio.

“Com a imunização da Covid-19, as pessoas costumam esquecer dessas medidas de prevenção por achar que estão protegidas, porém é preciso lembrar que o decreto da pandemia é prudente e o uso desta barreira como forma de proteção, prevendo o mal maior, por exemplo, para a população idosa, que faz parte do grupo de risco para a doença, é imprescindível. Essas pessoas que levando-o para dentro de casa ou para locais próximos, onde existem pessoas com imunidade debilitada, que apresente uma fora mais grave da covid, não estão prevendo o mal estar que estão levando consigo”, diz a médica.

Confira as medidas de prevenção à Covid-19 elencadas pela Agência Nacional de Saúde (ANS):

USO DA MÁSCARA

O uso da máscara continua sendo instrumento fundamental para o controle da pandemia e as dicas mais importantes de uso são as seguintes:

A máscara é individual e não deve ser compartilhada com ninguém.

As máscaras devem ser trocadas sempre que estiverem úmidas ou com sujeira aparente. Não se deve ficar mais do que três horas com a mesma máscara.

Como serve de barreira física ao vírus, o ideal é que tenha pelo menos duas camadas de pano.

Use sempre que precisar sair de casa e lembre de levar uma reserva e uma sacola para guardar a máscara usada quando precisar trocar.

Deve cobrir o nariz e a boca e ser usada de forma permanente no rosto, ou seja, não deve ser manipulada para o queixo ou pendurada em uma das orelhas, por exemplo.

HIGIENE E AGLOMERAÇÃO

Medidas básicas na rotina diária, como lavar as mãos e evitar aglomerações, são fundamentais para a redução do contágio. Sem a adoção dessas recomendações, o número de casos pode se proliferar com muita rapidez. No caso específico da higienização, é recomendado o uso do álcool a 70% como desinfetante e antissépticos para as mãos.

CUIDADOS NO AMBIENTE DE TRABALHO

No ambiente de trabalho é importante estar atento à higiene. O recomendado é que as empresas e organizações disponibilizem recursos para a higienização das mãos nos locais de trabalho, incluindo água, sabonete líquido, toalha de papel descartável e lixeira, com abertura que não demande contato manual, ou sanitizante adequado para as mãos, como álcool a 70%.

Quanto ao distanciamento, a recomendação é manter o espaço mínimo de um metro entre os trabalhadores e o público. Os funcionários devem usar a máscara cirúrgica ou de tecido e adotar divisórias impermeáveis ou fornecer proteção facial do tipo viseira plástica ou óculos de proteção.

Nas refeições, a orientação é para que os trabalhadores sejam distribuídos em horários diferentes para o uso do refeitório e seja mantido o espaço mínimo de um metro entre as pessoas nas filas e mesas. No caso dos banheiros, deve-se evitar a aglomeração.

Mais informações no portal do Ministério da Saúde.

CUIDADOS COMPLEMENTARES

O álcool 70% é um importante aliado de higienização na luta contra a Covid-19. Mas é importante estar atento ao seu uso para evitar queimaduras. Fique distante do fogo!

Ao usar a máscara, passe protetor solar para evitar marcas de queimaduras de sol indesejáveis no rosto.

O ideal é que cada pessoa tenha pelo menos duas opções de máscaras de pano, em caso rompimento do elástico ou de umidade excessiva na mesma.

Tenha cuidado com o descarte das máscaras descartáveis. Vede a máscara com uma sacola e jogue diretamente na lixeira.

Em caso de suspeita de contágio de Covid-19, consulte primeiramente a operadora do seu plano de saúde, através dos canais de atendimento, para obter orientações de atendimento.

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Prefeito autoriza abertura do comércio somente no fim de semana do Dia das Mães até a meia-noite

Publicados

em


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, autorizou nesta quinta-feira (6), por meio de decreto, a abertura do comércio em geral nos dias 8 e 9 de maio de 2021 – (Dia das Mães) – das 9h às 00h. Conforme o chefe do Executivo, a medida também valerá para bares, restaurantes e shoppings centers.  

Conforme o decreto 8427/2021 – as atividades econômicas deverão observar rigorosamente as medidas de biossegurança determinadas pela autoridade sanitária municipal, sob pena de aplicação das penalidades legais cabíveis.  
 
“Atendendo a um pedido do setor, tão prejudicado nessa pandemia, vamos autorizar o funcionamento do comércio no sábado e no domingo. Para que possamos dividir o público que irão às compras nesse feriado, decidimos pelo horário estendido neste fim de semana excepcionalmente por ser do Dia das Mães. Precisamos retomar a economia, mas com responsabilidade. Peço para os empresários que irão abrir seus estabelecimentos que nos ajudem a combater esse vírus terrível que está aterrorizando todo o mundo. A Prefeitura de Cuiabá sempre foi  parceira dos comerciantes e sempre manteve o diálogo com todas as categorias durante a pandemia. E que possamos juntos retomar gradativamente a normalidade dos horários de funcionamento do comércio com segurança”, pediu o prefeito.  
 
Observa-se que a Capital está inserida no nível de classificação alto, previsto no Decreto Estadual nº 874, de 25 de março de 2021 e considerando a porcentagem de 83,15% de taxa de ocupação de leitos de UTI-Covid constante no painel epidemiológico nº 424 Coronavírus – Covid-19 Mato Grosso de 06 de maio de 2021 e reiterado comprometimento da Prefeitura de Cuiabá  com a preservação da saúde e bem-estar de toda população cuiabana: “Fica excepcionalmente autorizado no âmbito do Município de Cuiabá, o funcionamento das atividades econômicas de comércio em geral, dos bares e restaurantes, inclusive aqueles em funcionamento no interior dos shoppings centers, nos dias 08 e 09 de maio de 2021 (final de semana do Dia das Mães) das 09h às 00h”, consta em decreto. 
 
Diante da taxa de ocupação de leitos de UTI em 83,15% o toque de recolher na capital, não estará em vigor – excepcionalmente – nos dias 8 e 9 de maio.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana