mato grosso

Sinfra recebe novos engenheiros e reforça atuação para melhoria da infraestrutura em MT

Publicados

em


Engenheiros aprovados no processo seletivo realizado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) iniciaram suas atividades nesta terça-feira (03.08) e vão reforçar a atuação da secretaria na missão de prover e gerir soluções de infraestrutura e logística em prol do desenvolvimento dos municípios e de todo o Mato Grosso.

Ao todo, 24 engenheiros foram contratados de forma temporária, neste primeiro momento, e vão atuar nas áreas de fiscalização de obras rodoviárias, logística e concessões da Sinfra.  Eles foram recebidos com um evento de boas-vindas, momento em que foi realizada uma exposição sobre as competências da Sinfra, bem como os principais programas e projetos em andamento.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, a contratação temporária desses engenheiros é necessária em razão do número reduzido de profissionais atualmente na secretaria, visto que muitos já estão se aposentando, e diante da grande demanda transitória de trabalho que a Sinfra passou a ter devido ao programa Mais MT.

O programa prevê investimentos totais de R$ 4,7 bilhões em ações de infraestrutura ao longo de quatro anos (2019-2022), por meio da elaboração e contratação de novos projetos de engenharia, bem como o lançamento de novas obras em todas as regiões de Mato Grosso.   

“A Sinfra tem trabalhando para cumprir a meta que nos foi estabelecida para avanços na infraestrutura rodoviária de Mato Grosso.  Estamos atuando em diversas frentes de trabalho, desde a estruturação do plano estratégico de transportes, passando pela elaboração de projetos-executivos de engenharia, até a execução e fiscalização de obras. É um grande trabalho para o Estado – e precisamos de profissionais que possam dar apoio aos nossos setores e nos auxiliar nesta missão”, disse o secretário.

Para dar mais clareza aos novos profissionais acerca das atribuições dos setores para os quais eles foram designados, o secretário adjunto de Logística e Concessões, Huggo Waterson, e o secretário adjunto de Obras Rodoviárias, Nilton de Britto, fizeram apresentações junto com suas equipes sobre as particularidades de cada adjunta e das superintendências a elas vinculadas.

Na área de Logística e Concessões foram apresentadas informações a respeito do gerenciamento dos modais de transporte, a gestão e operação rodoviária, o programa de concessões e parcerias sociais, bem como sobre o transporte intermunicipal.

Já na área de Obras Rodoviárias foram abordados assuntos referentes às normas técnicas de obras de infraestrutura rodoviária, gestão ambiental, programa de pavimentação urbana, além do programa de substituição de pontes e manutenção de rodovias não pavimentadas.

Para o secretário adjunto Nilton de Britto, a chegada dos novos engenheiros representa um reforço importante para a secretaria, especialmente neste momento em que a Sinfra possui 1,5 mil quilômetros de rodovias com obras em andamento e tem previsão de início de novas obras ainda neste ano.

“Só para vocês entenderem a importância, vocês vão dobrar o número de engenheiros que nós temos. Estamos com um número reduzido. Por isso a presença de vocês é bastante significativa. Estamos tocando muitas obras. Hoje temos 153 contratos em andamento na adjunta. Ou seja, 153 obras em andamento e várias obras a serem lançadas. Toda semana lançamos obras e ainda temos 2,6 mil quilômetros de projetos para serem analisados, aprovados e que logo vão se transformar em obras. A previsão de trabalho no próximo ano é muito grande”, disse ele, aos profissionais. 

Além dos 24 engenheiros convocados, outros profissionais ainda serão contratados para iniciar as atividades a partir de 1º de setembro. Ao todo,  62 profissionais foram aprovados no processo seletivo às áreas de arquitetura e urbanismo e engenharias civil, elétrica, florestal, mecânica, sanitária e de segurança do trabalho. O prazo do contrato temporário é de 24 meses, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Ocupação de UTI está em 38%; Mato Grosso teve 6 mortes por Covid em 24h

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (19.09), 531.303 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.714 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Nas últimas 24 horas, foram notificadas 6 mortes e 259 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 531.303 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso 4.130 estão em isolamento domiciliar e 512.652 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 162 internações em UTIs públicas e 87 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está 38,76% para UTIs adulto e em 15% para enfermarias adultos.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (109.529), Rondonópolis (37.445), Várzea Grande (37.390), Sinop (25.634), Sorriso (18.075), Tangará da Serra (17.642), Lucas do Rio Verde (15.551), Primavera do Leste (14.638), Cáceres (11.708) e Barra do Garças (10.539).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 386.221 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 116 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (18.09), o Governo Federal confirmou o total de 21.230.325 casos da Covid-19 no Brasil e 590.508 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.080.219 casos da Covid-19 no Brasil e 589.573 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (19.09).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana