mato grosso

Setasc realiza mutirão com testes para Covid-19 em comunidades quilombolas de Vila Bela de Santíssima Trindade

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), por meio da Secretaria Adjunta de Direitos Humanos, e em conjunto com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), realizou um mutirão com 1.100 testes rápidos para Covid-19 no município de Vila Bela da Santíssima Trindade (520 km de Cuiabá).

A ação, realizada nos dias 14 e 15 de setembro, teve como objetivo atender as comunidades quilombolas rurais e urbanas que enfrentam dificuldades para ter acesso aos serviços de saúde.

Como é o caso de Ana Izouda, 69 anos, moradora da comunidade quilombola Assoreg, que pela primeira vez fez a testagem para identificação da doença. Ela contou que vive no quilombo desde que nasceu e que, pela comunidade estar mais afastada da cidade, tem sentido na pele as dificuldades.

“Por ser hipertensa e diabética, sempre quis fazer o teste, mas nunca tive condições. Achei ótima essa ação que o Governo do Estado trouxe para nós”.

Derchmans Leite Ribeiro, 67 anos, é outro morador quilombola que passou pelo teste.  Por também fazer parte do grupo de risco, agradeceu a iniciativa que, segundo ele, trouxe um sentimento de alívio.

“Mesmo sem sintomas eu vim fazer porque é importante me prevenir agora, até para não levar a doença para a minha casa. Parabéns por esse trabalho”, disse.

Os testes foram realizados na Secretaria Municipal de Saúde com a participação de vinte profissionais, entre eles: médicos, farmacêuticos, enfermeiros e bioquímicos. Durante a ação, os moradores também receberam cerca de 2 mil máscaras doadas pelo Sistema Prisional de Mato Grosso e 750 garrafas de álcool em gel, fornecidas pelo Instituto Federal de Mato Grosso, Campus Alta Floresta.

A secretária-adjunta de Direitos Humanos, Salete Morockoski, acompanhou a disponibilização dos serviços de saúde juntamente com o presidente do Conselho Estadual de Promoção de Igualdade Racial (Cepir), Manoel Francisco da Silva. “Sabemos das necessidades que esse público enfrenta, por isso, este trabalho está sendo feito em diversos quilombos do Estado de Mato Grosso. O nosso objetivo é garantir a efetividade de políticas públicas voltadas para o bem-estar dessas comunidades”, pontuou.

A secretária municipal de Saúde, Daiana Fernanda Marim, destacou a importância do trabalho de prevenção. “Esta parceria com o Governo do Estado é uma oportunidade ímpar, devido ao índice elevado de casos positivos e até óbitos em nossas comunidades. Com esta ação, vamos ter um estudo epidemiológico para abordar as áreas mais afetadas pela doença”.

Ela explica que os profissionais estão avaliando com todo cuidado os moradores que testaram positivo para o vírus.  “Após o teste, esses são encaminhados para o Centro de Covid-19 do nosso município, passam pela avaliação do médico, recebem os medicamentos e são monitorados pela Central de atendimento especializada, via telefone”, informou.

Ser Mulher

A Setasc também levou o Ônibus Lilás para o município de Vila Bela de Santíssima Trindade. A iniciativa, que integra o programa Ser Mulher, tem a proposta de levar ações de conscientização e apoio para enfrentamento da violência contra mulheres. Foram entregues folders com orientações e  promovidas rodas de conversas.

A iniciativa foi conduzida pela assistente social da Setasc, Fátima Vieira do Prado e duas psicólogas cedidas pela Secretaria Municipal de Saúde. “Os índices de violência contra mulher aumentaram muito neste período de pandemia, então retornamos as atividades para levar informações a esse público que, por estarem distante dos centros urbanos, não sabem nem como buscar ajuda”, explicou.

Além das entregas de folders, os moradores das comunidades quilombolas receberam laços amarelos, em alusão ao Setembro Amarelo, campanha brasileira de prevenção ao suicídio.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Soluções em sistemas espaciais são apresentadas pela Agência Espacial Brasileira ao Governo de MT

Publicado


O desenvolvimento de Mato Grosso com auxílio de tecnologias espaciais foi o tema de reunião nesta quinta-feira (1°) entre o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, e o presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Carlos Augusto Teixeira de Moura, o diretor de Gestão de Projetos, Paulo Barros, e equipe.

“A agência do Governo Federal veio conhecer as demandas do Estado em relação ao setor espacial. De pronto, relatamos nossa dificuldade com a conectividade em Mato Grosso, além de apresentarmos as potencialidades do agronegócio, infraestrutura e logística que podem utilizar as tecnologias oferecidas pela agência espacial”, disse Miranda.

O presidente da AEB informou que as visitas ao Estado – já conheceram a Federação das Indústrias de Mato Grosso (FIEMT) e a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e ainda conversarão com a Secretaria de Estado de Tecnologia e Inovação (Seciteci), buscam conhecer as demandas e oferecer soluções.

Mato Grosso, segundo César Miranda, é grande e tem necessidades de conectividade, observação e monitoramento de clima, aplicações agricultura, logística e principalmente no setor mineral, que é uma das grandes riquezas do Estado.

“Sistemas espaciais podem enriquecer informações sobre financiamento de safras e riscos meteorológicos, além de dar mais segurança, não só para o produtor, mas também para o financiador. É interessante para a AEB agregar valor nesse tipo de atividade”, destacou o presidente da AEB. 

Segundo Carlos Moura, no próximo mês a equipe da Agência Espacial Brasileira deve apresentar ao Governo do Estado projetos e iniciativas que solucionem as demandas colhidas durante as visitas presenciais e videoconferências.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana