mato grosso

Seplag e TCE criam grupo de trabalho para aprimorar sistemas eletrônicos de prestação de contas

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e o Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) criaram um grupo de trabalho que terá a atribuição de realizar estudos e propor um projeto de melhoria para os sistemas eletrônicos de prestações de contas do Executivo estadual. O grupo foi instituído por meio da Portaria Conjunta n° 109/2020 divulgada no Diário de Contas que circulou nesta quarta-feira (05.08).

Trata-se de um grupo de trabalho multissetorial, de caráter técnico, que será responsável pela elaboração do projeto de adequações do Sistema de Auditoria Pública lnformatizada de Contas (Aplic) – ferramenta oficial de prestação de contas do TCE-MT -, e dos sistemas utilizados pelo Executivo para Aquisições Governamentais (Siag) e a Administração de Pessoas (Seap).

O objetivo é tornar mais ágil, eficiente e simplificada a prestação de contas informatizada do governo do Estado ao TCE-MT, tanto no que se refere ao envio de informações relativas as licitações quanto à administração de pessoal. Durante a execução dos trabalhos, a equipe também deverá discutir os mecanismos necessários para que os demais órgãos públicos estaduais se adequem ao sistema Aplic. 

A parceria entre Seplag e TCE-MT vem sendo construída desde o início da atual gestão e busca a modernização institucional dos processos e sistemas, bem como a celeridade nas fiscalizações. Entre os principais resultados esperados está a redução de custos operacionais e administrativos, e o ganho de produtividade; a simplificação das ações processuais, e a consolidação das informações de forma mais eficaz, rápida e transparente.

Os trabalhos serão coordenados pelo Tribunal de Contas e o grupo contará com representantes da Seplag-MT e da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação do Estado (MTI). O prazo para apresentação de proposta de projeto com o cronograma das adequações nos sistemas será de 60 dias.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Secretário de Fazenda participa de debate sobre o risco de crise estrutural nas finanças dos estados

Publicado


O secretário de Fazenda, Rogério Gallo, participa nesta quarta-feira (30), como palestrante, de um webinar para debater ‘O risco de uma crise estrutural nas finanças dos Estados’, promovido pelo Foro Inteligência. Além do titular da Fazenda em Mato Grosso debaterão também os secretários Henrique Meirelles (São Paulo), Décio Padilha da Cruz (Pernambuco), Rafael Tajra Fonteles, (Piauí) e Renê Garcia (Paraná). Os secretários discutirão a implosão das finanças estaduais e o risco de a crise financeira se tornar crônica.

“Acreditamos que o convite para participarmos desse importante debate, deve-se principalmente por causa das medidas contenção de gastos, ajustes fiscal e tributário, levados à efeito desde o início da gestão do governador Mauro Mendes e que agora começam a apresentar resultados positivos”, aponta o secretário Rogério Gallo

O debate online tem início previsto para as 18h (no horário de Mato Grosso). As inscrições são gratuitas e online: https://mailchi.mp/0c46b2fda62b/lyp6wekvlo.  Até o final da tarde desta terça-feira haviam cerca de 500 inscrições. A previsão dos organizadores é alcançar mil pessoas na audiência ao vivo.

O Foro poderá ser visto ao vivo pelo Facebook e pelo Zoom, e posteriormente, no canal da Insight Inteligência no YouTube. As melhores palestras do Foro poderão ser lidas na revista Insight Inteligência.

https://www.facebook.com/events/318902762524100/

https://www.insightinteligencia.com.br/foro/

Foro Inteligência

O Foro Inteligência reúne o BRICS Policy Center e a Insight Comunicação, com o apoio do Instituto de Relações Internacionais (IRI) da PUC-Rio e da Casa de Afonso Arinos e tem como uma de suas principais propostas promover debates sobre temas mais profundos. O webinar desta quarta-feira será o primeiro a ser promovido pelo Foro.

Segundo um dos curadores do Foro Inteligência, o professor do IRI, Marcio Scalercio, entusiasta de primeira hora da iniciativa, não somente os temas serão estratégicos e pouco abordados ou com abordagem diferente, buscando não só a conexão com o exterior, mas fazer do Rio uma caixa de ressonância da produção de conhecimento país: “Vamos fazer do Rio a verdadeira capital dos debates fundamentais e multidisciplinares”.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana