Covid-19

Senador de Mato Grosso testa positivo para coronavírus

Sua assessoria informou que o senador está bem e cumpre as medidas de prevenção e segurança recomendadas. Ele está isolado em sua residência e não irá se licenciar do cargo

Publicado

O senador Carlos Fávaro apresentou os sintomas da Covid-19 e realizou o exame na noite de terça-feira (16.06), que deu resultado negativo. Já o segundo teste (a contra prova), apontou que ele estava contaminado com o coronavírus.

Sua assessoria informou que o senador está bem e cumpre as medidas de prevenção e segurança recomendadas. Ele está isolado em sua residência e não irá se licenciar do cargo, que assumiu em abril deste ano após cassação de Selma Arruda (Podemos).

Fávaro é mais um político a ser diagnosticado com a Covid-19. Antes dele, o governador Mauro Mendes (DEM), os deputados Paulo Araújo (PP) e Thiago Silva (MDB), e os vereadores Orivaldo da Farmácia (PDT) e Juca do Guaraná Filho (MDB) testaram positivo para a doença. Prefeitos e secretários do interior também já foram diagnosticados com a Covid.

Até o momento, o único óbito de político registrado é do ex-deputado estadual e presidente da Fapemat (Fundação e Amparo a Pesquisa de Mato Grosso), Adriano Silva (DEM). Ele foi a óbito no dia 3 de junho, dois dias após apresentar os primeiros sintomas da doença

Segundo boletim da Secretaria de Saúde, em Mato Grosso, já foram registrados 272 óbitos pelo novo coronavírus. Já são 7.361 casos confirmados da doença.

Nota da Assessoria de Fávaro

Após apresentar alguns sintomas, o senador Carlos Fávaro (PSD) realizou o teste para Covid-19. A primeira amostra testou negativo e o segundo teste, na noite desta terça-feira (16), confirmou positivo. O parlamentar está adotando todas as medidas de saúde e segurança sanitária necessárias e recomendadas pelas autoridades. Apresenta bom quadro clínico e mantém suas atividades de forma telepresencial.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA MT

Campanha da ALMT doa lenços e ajuda a resgatar a autoestima das mulheres que enfrentam tratamento de câncer

Publicado


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Na luta contra o câncer, um dos possíveis efeitos é a perda dos cabelos. Diante de uma batalha tão difícil, com tantas restrições e mudanças físicas os lenços ganham um significado especial, enfeitando o rosto de mulheres, tomando o lugar que antes pertencia aos fios.

Compreendendo relevância destes adereços para a autoestima das mulheres em tratamento, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) fez a entrega, na quinta-feira (3), de 200 lenços ao Hospital de Câncer de Mato Grosso, para que sejam para mulheres e meninas que enfrentam a doença.

A iniciativa faz parte da campanha “Doe Lenços e faça alguém mais feliz”, uma adesão da ALMT à proposta da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), que visa contribuir com o resgate do amor próprio daquelas que perderam os cabelos no enfrentamento de tumores. “É um ato de solidariedade que visa ajudar na autoestima das mulheres com uma forma de acolhimento. Ele também representa um símbolo e resistência, frente a batalha difícil que é o tratamento de câncer, que visa manter acesa a força do autocuidado” destaca um dos coordenadores da campanha, Everaldo Jota.

Para a diretora do hospital, Silvia Negri, pode parecer simples, mas a ação tem um impacto muito relevante, pelo sentimento que desperta, tanto em quem doa quanto para quem recebe. “As pacientes ficam alegres com este gesto de carinho e se animam em escolher uma cor e se enfeitar. É muito bom receber presente e se sentir cuidada”, comemora Negri.

Este é o quarto ano consecutivo que a Assembleia Legislativa se associa à iniciativa da Unale com o objetivo de reforçar a campanha Outubro Rosa e chamar a atenção para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, além do cuidado com a saúde da mulher

Nesta edição foram arrecadados 358 lenços e uma mecha de cabelo. Além do Hospital de Câncer, os itens arrecadados serão entregues ao MT Mamma e à Avogas, (Associação Voltada para Generosidade, Amor e Solidariedade na Luta contra o Câncer), que realizam trabalhos de apoio às mulheres em tratamento.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana