mato grosso

Semana Nacional de Trânsito continua com ação educativa nas rodovias

Publicado


.

Dentro da programação da Semana Nacional de Trânsito, as forças de segurança realizam ações educativas e fiscalizatórias também nas rodovias do estado. Uma delas ocorrerá nesta quarta-feira (23.09), a partir das 19h, com início no posto de combustível São Matheus, localizado na BR-364, Distrito Industrial, saída de Cuiabá para Rondonópolis. Depois, as equipes seguem para outros postos da capital e também em Várzea Grande.

O objetivo é conscientizar motoristas que passam e utilizam o posto como ponto de parada para descanso ou refeição. De acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), de janeiro a julho de 2020 ocorreram 1.156 acidentes nas rodovias do estado, 8% a menos que o total do mesmo período de 2019, quando houve 1.251 registros. O número de mortes também reduziu 12%, com 114 casos este ano, contra 129 no ano passado. Já os feridos em estado grave aumentaram 4% (273 pessoas em 2020 e 262 em 2019), enquanto as lesões leves diminuíram 19% (916 este ano e 1.129 no ano anterior).

A chefe substituta da Superintendência da PRF-MT, Iara Alves dos Santos, reforça as orientações que serão feitas com vídeos educativos por meio de QR Code, cinema rodoviário que é a fiscalização aliada a uma palestra, entre outras iniciativas, visando à sensibilização dos usuários das rodovias. “A vida não tem preço, neste período que temos muita fumaça no estado, ações simples como lembrar de ligar os faróis são fundamentais para evitar acidentes, vamos valorizar a vida e fazer um trânsito seguro”.

O mote da Semana, que iniciou no último dia 18 e segue até o dia 25, é “Perceba o risco, proteja a vida”. Um dos focos está nos usuários vulneráveis, que são os pedestres, ciclistas, motociclistas e pessoas com deficiência. Outra abordagem da campanha educativa é a importância do respeito, com orientações que incentivem o combate à violência no trânsito e o cuidado consigo e com o próximo.

As atividades contam com a participação da Sesp-MT, por meio do Gabinete de Gestão Integrada (GGI); Polícia Militar, por meio do Batalhão de Trânsito (BPMTran); Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran); Sistema Penitenciário; Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Ministério Público Estadual (MPE); Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob) e Guarda Municipal de Várzea Grande.

Serviço

O que: Blitz educativa da Semana Nacional de Trânsito nas rodovias do estado

Quando: Quarta-feira (23.09), às 19h

Onde: Posto São Matheus, Jardim Industriário, em Cuiabá, saída para Rondonópolis

Porquê: Conscientizar condutores de veículos, principalmente motoristas de caminhões e viajantes recorrentes, sobre respeito às normas de trânsito e à vida.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Campos de Júlio completa 26 anos com parcerias do Governo do Estado

Publicado


Campos de Júlio (554 ao oeste de Cuiabá) completa 26 anos de emancipação administrativa neste sábado (28.11). O Governo do Estado é parceiro do município, que é 17º em produção agrícola do país e o maior PIB per capita de Mato Grosso, no combate à pandemia da Covid-19 e mantém os repasses financeiros em dia.

Com 7.070 habitantes, o município recebeu da Secretaria de Estado de Saúde 575 testes rápidos para detecção do coronavírus e medicamentos para combatê-lo, num total de 25.221 comprimidos, entre azitromicina (3.101), ivermectina (2.481) e dipirona (19.639), também distribuído em gotas, com 482 frascos.

Entre janeiro e setembro deste ano, o Governo do Estado repassou R$ 19 milhões aos cofres municipais em ICMS, IPVA e Fethab, além de R$ 1 milhão em assistência social, transporte escolar e convênios na área de saúde, entre 2019 e julho de 2020.

Economia

Segundo dados do IBGE referentes a 2017, agropecuária, com R$ 524,14 milhões, e serviços (R$ 365,9 milhões) respondem por 71,9% do Produto Interno Bruto (PIB) municipal, avaliado em R$ 1,238 bilhão. Indústria (R$ 193,7 milhões), administração pública (R$ 61,29 milhões) e impostos (R$ 93,67 milhões) fecham a conta. O PIB per capita, maior do Estado, é de R$ 190.238,95.

Algodão, milho e soja, respectivamente 5º, 11º e 16º no ranking estadual de produção, são os carros chefes da agricultura municipal. Em 2019, segundo o IBGE, a produção de milho foi de 707,1 mil toneladas, de soja, 667,59 mil, e algodão em caroço, 255,9 mil, os três avaliados em R$ 1,457 bilhão, pouco abaixo do R$ 1,5 bilhão do valor total de sua produção agrícola, que conta ainda com arroz, cana-açúcar, feijão, girassol e sorgo.

Campos de Júlio é 6º maior produtor de algodão do país – Foto de Maike Toscano, Secom/MT 

Parte do milho e da cana de açúcar é utilizada como matéria-prima em uma usina de etanol localizada no município, que, segundo a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec/MT), conta ainda com três distribuidoras de insumos.

Na silvicultura, dados de 2019 registram uma área de seis mil hectares plantados, dos quais 5 mil destinados a eucalipto, e produção de 80 mil metros cúbicos de lenha. Já na pecuária, registram um rebanho bovino com 75.443 cabeças; galináceo 20,6 mil cabeças, das quais 9,7 mil galinhas; ovino, 2.101 cabeças; e suíno (2.035 cabeças, com 305 matrizes).  

História

O nome é uma alusão ao próprio território onde está situado o município, cuja topografia é plana e as terras, férteis, próprias para a agricultura. Antes de ser colonizada, a área foi povoada pelos Nambikwara e Enawenê-nawê, que ainda consideram como sagrado parte deste território, por seus antepassados terem vivido na região.

O início da colonização foi na década de 1980, com a vinda de famílias sulistas. Formou-se um povoado, transformado em distrito em 1986 e elevado a município em 28 de novembro de 1994, desmembrado de Comodoro, de onde está distante 74 km, pela BR 364. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana