mato grosso

Sema realiza diagnóstico de áreas degradadas do Parque Encontro das Águas

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) iniciou, por meio da Coordenadoria de Conservação e Restauração de Ecossistemas (CCRE), o diagnóstico ambiental das áreas degradadas pelo fogo no Parque Estadual Encontro das Águas. No primeiro levantamento realizado em campo, foram definidas unidades de amostra sobre os diferentes ambientes.

A equipe realizou voos de drones para estabelecer a localização geográfica das amostras, coletar dados geoespacializados e obter mosaicos de imagens ortorretificados (correção realizada para tornar a imagem mais real) de alta resolução. As imagens aéreas permitem avaliar preliminarmente o grau de degradação nos diferentes estratos (andares da mata) e os processos de regeneração natural da vegetação.

De acordo com os especialistas da coordenadoria, o Parque Estadual Encontro das Águas abriga diversos macro-habitats, entre florestas seca e úmida, cerrados, savanas e campos, cada um deles exercendo um papel dentro de um mosaico de equilíbrio do ecossistema. As florestas úmidas, por exemplo, abrigam as frutíferas que alimentam a fauna do Parque, enquanto o campo genuíno lenhoso é rota para as aves migratórias.

“Selecionamos 26 amostras que iremos acompanhar ao longo das próximas chuvas para identificar a regeneração da vegetação, especialmente a floresta úmida, onde há grande concentração de frutíferas. A partir disso, vamos avaliar a necessidade de intervenção”, explica o coordenador da CCRE, Lisandro Peixoto Neto. O engenheiro florestal ressalta que além das imagens aéreas também será necessária a avaliação terrestre.

O engenheiro florestal e analista de meio ambiente da Sema, Alexandre Ebert explica que após definidas as amostras por imagens de alta resolução, as campanhas de campo são necessárias para levantamentos florísticos e constatação do potencial da regeneração natural das espécies importantes para avaliar se as árvores atingidas pelo fogo podem estar comprometidas, ou seja se região do câmbio vascular no tronco, por onde a seiva percorre, foi atingida.

“As avaliações realizadas em campo são essenciais e definem a necessidade de intervenções para auxiliar a restauração ecológica natural. As duas metodologias são complementares. Muitas árvores podem apresentar a copa verde numa primeira avaliação por imagens, mas estarem comprometidas dependendo da intensidade que o fogo as atingiu. Ou seja, essas árvores podem ter sido fortemente atingidas pelo fogo e entrar num processo lento de morte”, esclarece.

Dentre as inúmeras frutas nativas da região, consideradas importantes para a alimentação da fauna local, estão o jenipapo, jatobá, ingá, pimenteira, cajá, bocaiuva, pequi e cumbaru. A diversidade da flora nativa contribui para a manutenção da pluralidade da fauna, desde a base ao topo da cadeia alimentar do Pantanal. O Parque Estadual Encontro das Águas está delimitado em uma área de 108 mil hectares e é considerado um dos locais preferidos pelos turistas para a observação de onça-pintada, o maior felino das Américas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Governador de MT declara situação de emergência para ajudar os municípios

Publicados

em


O governador Mauro Mendes declarou situação de emergência no Estado de Mato Grosso por conta do avanço do coronavírus, de forma a auxiliar os 141 municípios a enfrentar a pandemia.

O decreto foi publicado nesta quarta-feira (14.04) e ainda deverá passar pela validação do Governo Federal.

A situação de emergência atendeu solicitação da Defesa Civil do Estado e terá validade de 30 dias, podendo ser prorrogada por mais 180 dias.

Conforme o governador, a declaração de emergência ajuda os municípios a conseguirem, com menos burocracia, realizar as ações de enfrentamento à covid-19.

“A maioria dos municípios está com classificação de risco alta ou muito alta, com UTIs na capacidade máxima. Com o decreto, as prefeituras conseguem fazer aquisições e investimentos emergenciais com mais agilidade, tendo em vista a urgência em salvar vidas”, explicou.

Outras ações

O Governo de Mato Grosso tem tomado uma série de providências para o combate à pandemia. Confira as principais:

SAÚDE

Abriu o Centro de Triagem Covid-19 na Arena Pantanal, que oferece consulta, testes, medicamentos e até tomografia. Já foram mais de 146 mil atendimentos
Abriu 608 leitos de UTI em 1 ano, entre pactuados, próprios e em parceria com municípios de todas as regiões do Estado.
Construiu o maior número de UTIs por 100 mil habitantes entre os estados do Centro-Oeste, segundo o Ministério da Saúde.
Ampliou o Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, de 38 leitos, para 278 leitos (238 clínicos e 40 UTIs)
Ampliou o Hospital Regional de Cáceres, com 30 novos leitos covid (10 de UTI e 20 de enfermaria)
Paga, em parceria com os municípios, as despesas de 899 leitos de enfermaria para covid.
Está em processo de abertura de mais leitos de enfermaria, em parceria com municípios.
Repassou verba extra de R$ 69,8 milhões a todos os 141 municípios para ajudar no tratamento da covid.
Distribuiu 600 mil testes para todos os municípios e está comprando mais 550 mil. É o segundo estado do país que mais testa a sua população.
Comprou 239 respiradores e 326 monitores.
Entregou 20 ambulâncias para os municípios do interior.
Enviou 12,9 milhões de medicamentos aos municípios.
Paga verba extra aos profissionais de Saúde da linha de frente.
Comprou EPIs para os profissionais de Saúde
Distribuiu 360 mil litros de álcool 70% e mais 60 mil litros de álcool gel para unidades de saúde, prefeituras, órgãos estaduais e forças de segurança. Tudo produzido em parceria com instituições privadas e de ensino.

EDUCAÇÃO

Distribuiu 342,3 mil kits-alimentação a alunos de baixa renda
Entregou 850 mil apostilas aos alunos sem acesso à internet
Instituiu ajuda de custo para 15,9 mil professores comprarem notebooks e planos de internet

MEDIDAS ECONÔMICAS

Prorrogou e parcelou o ICMS de 180 mil empresas inscritas no Simples Nacional
Isentou o IPVA de 2021 aos setores de bares, restaurantes, eventos, motocicletas de até 160 cc, e motoristas de aplicativo.
Isentou o IPVA do 1º emplacamento até dezembro de 2023
Prorrogou o pagamento do IPVA 
Prorrogou o pagamento do licenciamento 
Manteve a isenção de ICMS sobre os produtos da cesta básica
Isentou o ICMS da energia elétrica a 147 mil famílias de baixa renda em 2020
Isentou o ICMS sobre os produtos usados no combate a covid em 2020
Reduziu o ICMS de 7% para 3% a bares, restaurantes e similares
Concedeu R$ 55 milhões em linhas de crédito para socorrer micro e pequenas empresas e setor de bares, restaurantes e eventos.
Parcelou dívidas pendentes de ICMS para o setor de bares, restaurantes e eventos por 60 meses e postergou os novos pagamentos por 3 meses.
Isentou o ICMS para transporte escolar e fretamento turístico em 2020
Prorrogou o pagamento das parcelas dos financiamentos do Fundeic contraídos com a Desenvolve MT
Isentou a Taxa de Serviços Estaduais para abertura de novas empresas
Prorrogou a validade de certidões negativas de débitos em 2020
Prorrogou as licenças de operação, outorgas e CC-Sema em 2020

AÇÃO SOCIAL

Implantou programa que ajuda 100 mil famílias de baixa renda, com auxílio mensal de R$ 150
Distribuiu 330 mil cestas básicas e está em processo de aquisição de mais 534 mil.
Entregou 200 mil máscaras aos servidores e população.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana