mato grosso

Secretário Nilton Borgato assume cadeira no Conselho Estadual de Educação

Publicados

em


O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Nilton Borgato, assumiu nesta segunda-feira (12.04) uma das cadeiras do Conselho Estadual de Educação de Mato Grosso (CEE-MT). O evento de posse foi realizado de forma virtual, em razão da pandemia de Covid-19.

Borgato, que vai integrar a Comissão de Educação Profissional por quatro anos, que esta oportunidade é importante para ampliar as discussões sobre as possíveis melhorias das ações voltadas ao ensino do Estado. Seus suplentes serão o superintendente de Educação Profissional e Superior da Seciteci, Aryeh Hessel Craveiro, e a segunda suplente a professora da Seciteci, Eliana Moraes de Almeida Alencar.  

“Estamos muito gratos pela oportunidade de integrar e participar ativamente de decisões importantes para o ensino de Mato Grosso, principalmente para a qualificação profissional. É um privilégio poder discutir as bases do ensino e contribuir com o progresso do Estado, porque aqui estamos todos do mesmo lado, com o mesmo foco, unidos em prol de um objetivo comum: que é sempre melhorar a educação” disse.

Durante a Sessão Solene de Posse dos Conselheiros eleitos para o quadriênio 2021/2025, foram definidas as comissões de trabalho e as principais pautas que deverão ser tratadas durante a nova gestão. Eleitos presidente do CEE-MT, o conselheiro Gelson Menegatti Filho e, vice-presidente, a conselheira Ana Maria de Renzo.

Conselho Estadual de Educação

O CEE-MT é um órgão colegiado, de caráter normativo, deliberativo, consultivo e de assessoramento superior da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), com representação paritária entre o Governo do Estado e entidades da sociedade civil organizada.

Criado pela Lei Estadual nº 1.922 de 5 de novembro de 1963 e modificado pela lei complementar nº 49 de 1988, tem entre suas competências: participar da elaboração, acompanhar e avaliar a execução da Política Educacional do Estado (educação básica e superior); autorizar, reconhecer cursos e credenciar estabelecimentos de ensino; e adotar e propor medidas que visem a melhoria qualitativa da oferta do ensino; entre outras.

O conselho é constituído de 24 membros titulares e seus respectivos suplentes, indicados pelo governo do Estado e pelas entidades públicas e privadas. O mandato dos conselheiros tem a duração de quatro anos, sendo permitida uma recondução.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Mato Grosso registra 29 mortes em 24 horas; ocupação das UTIs está em 78,24%

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 435 internações em UTIs públicas e 373 em enfermarias públicas.

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (20.06), 439.103 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 11.664 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 384 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 439.103 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.380 estão em isolamento domiciliar e 413.340 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 435 internações em UTIs públicas e 373 em enfermarias públicas. A taxa de ocupação está em 78,24% para UTIs adulto e em 42% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (91.083), Rondonópolis (31.873), Várzea Grande (29.649), Sinop (21.289), Sorriso (15.236), Tangará da Serra (15.105), Lucas do Rio Verde (13.512), Primavera do Leste (11.188), Cáceres (9.490) e Alta Floresta (8.391).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 354.401 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 83 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (19.06), o Governo Federal confirmou o total de 17.883.750 casos da Covid-19 no Brasil e 500.800 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 17.801.462 casos da Covid-19 no Brasil e 498.499 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (20.06).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana