Rondonópolis

Secretaria de Saúde e parceiros realizam atividades relativas a saúde mental na Praça dos Carreiros

Publicados

em


O Departamento de Ações Programáticas da Secretaria Municipal de Saúde de Rondonópolis (SMS), realizou na manhã desta quinta-feira (20) na Praça dos Carreiros, uma manhã de atividades alusivas ao mês de janeiro onde uma campanha nacional com eventos temáticos chama a atenção para os cuidados e prevenção a problemas de saúde mental.

Na verdade, essa campanha se iniciou como um movimento local pela saúde mental com o psicólogo Leonardo Abrahão em 2014 em Uberlândia (MG) e ganhou o país e o exterior, onde atualmente a campanha é reconhecida e reproduzida nacional e internacionalmente.

Conforme informações do psicólogo Dari Douglas Corrêa Vargas, do Departamento de Saúde Mental da SMS, a campanha passou a se chamar “Janeiro Branco”, em razão de ser o primeiro mês do ano e também uma forma simbólica de analogia ao fato de janeiro representar uma página em branco onde as pessoas começam a construir os seus planejamentos pessoais.

Então a SMS decidiu realizar o encontro na praça juntamente a alguns parceiros importantes da RAPs – Rede de Atenção Psicossocial como: o CVV – Comunidades – Centro de Valorização da Vida e, a Clínica Popular de Psicologia que prestam assistência social, realizando exames e atendimentos/acompanhamentos de pessoas com algum tipo de problema de ordem psicológica, para mostrar as opções da rede, no que diz respeito a prevenção e cuidados com a saúde mental.

Na verdade, o evento se propôs a tornar o serviço público de saúde mental, mais conhecido da população local, mesmo ele já sendo prestado nos CAPS – Centros de Apoio Psicossocial espalhados pela cidade. 

Nessa manhã (20), profissionais da RAPS incluindo instrutores de Ioga, terapeutas de Reik e psicólogos da Clínica Popular e CVV, se reuniram na Praça dos Carreiros para trabalhar a ideia de saúde mental de forma mais ampla. “Cada pessoa busca o seu equilíbrio e procura dar manutenção para a sua saúde com o meio que ela mais se identifica, e que pode ser através da terapia com psicólogo, na psiquiatria, no Reike, ou no Ioga entre outros. Então a gente tenta ampliar o conceito de saúde mental através desse tipo de evento público”, explicou o psicólogo Dari Douglas.

COMO ACESSAR OS SERVIÇOS
Ainda conforme o psicólogo da SMS, a porta de entrada para atendimento a pessoas com algum tipo de transtorno de ordem mental específico, procurar os CAPS/AD – Centros de Apoio Psicossocial Álcool e Drogas; ou no caso de crianças e adolescentes os CAPS Infantis que acolhem e tratam pacientes com transtornos até a idade de 17 anos.

Para os casos de Psicologia de Adultos que não tenham um transtorno moderado ou grave, a porta de entrada para atendimento é o ambulatório de saúde mental, onde ele faz uma ficha de acolhimento, passa por uma consulta médica e aguarda o processo de tratamento e terapia.

Já para atendimento com um psiquiatra, ou no ambulatório de saúde mental a porta de entrada é a unidade básica de saúde dos bairros, onde um exame de primeiro atendimento efetuado por um clínico, vai definir a necessidade de atendimento especializado e o seu respectivo encaminhamento para as especialidades dentro da rede.

PARCEIRA
Para a responsável técnica e psicóloga da Clínica Popular que participa da parceria com a SMS no evento Janeiro Branco na Praça, Katiuscia Machado, “participar desse projeto de saúde mental junto com a Prefeitura Municipal é fundamental porque a nossa empresa, tem tudo a ver com o projeto do município para divulgar a importância da prevenção e tratamento da saúde mental para todas as pessoas. Até porque esse período pós-pandemia, trouxe muitas sequelas emocionais e mentais para as pessoas. Então como parceira do evento, a Clínica Popular está realizando durante todo o mês do ‘Janeiro Branco’, consultas grátis aos interessados. Para tanto, basta a pessoa se dirigir até a unidade que fica localizada na Rua Afonso Pena no bairro Birigui”, explicou a psicóloga.

Quanto ao serviço do CVV – Centro de Valorização da Vida, que realiza apoio emocional e prevenção ao suicídio, atendendo de forma voluntária todas as pessoas que querem conversar por telefone, e-mail, chat ou voip, o serviço local via telefone foi interrompido, mas, o atendimento continua, desta feita, através de visita pessoal e ou palestras para grupos de pessoas, ou até mesmo em empresas para o público de colaboradores.

Comentários Facebook
Propaganda

Rondonópolis

Obras de infraestrutura e educação foram liberadas para zona rural da região Salmen

Publicados

em

O prefeito José Carlos do Pátio atendeu reivindicações de diversas regiões da zona rural de Rondonópolis e encaminhou as demandas juntos aos secretários municipais. A determinação foi dada após um encontro do chefe do executivo com lideranças e moradores da região que aconteceu na manhã desta segunda-feira (23) na Prefeitura.

Os moradores e proprietários de pequenas áreas rurais foram representaram a comunidade das glebas São João, Rio Vermelho, da região da Carimã, da Rodovia do Peixe e também do assentamento Boa Esperança. Eles apresentaram demandas nas áreas da infraestrutura, saúde e educação.

Pátio ouviu atentamente a cada participante e juntamente com os secretários municipais de Agricultura e Pecuária, Adilson do Naboreiro e de Infraestrutura, Vinícius Amoroso deliberou positivamente quanto aos pedidos dos moradores.

A manutenção das estradas rurais que dão acesso às glebas Rio Vermelho, São João e também às propriedades da Carimã são prioridade assim que o maquinário estiver finalizado o trabalho de onde estão operando. Para amenizar a questão da falta de água será comprado um reservatório e atender a demanda das famílias que já possuem rede interligada.

Para as propriedades do km 18 da Rodovia do Peixe foi liberado o projeto da rede de água e ainda a análise para perfuração de um poço artesiano para atender a demanda de outra região.

Com a ocupação de todos os espaços da escola municipal rural na região, que está atendendo os alunos que estão do quinto ao nono ano e são de responsabilidade do Estado, o prefeito liberou o estudo e elaboração do projeto de ampliação da escola com novas salas de aula e sala para o setor administrativo. Os ex-vereadores Oséias Reis e Alcimar Borges lideraram a comissão de moradores da região e contou também com o apoio do presidente da Unisal, o Itiquira.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana