mato grosso

Seciteci recebe cerca de 5 mil inscrições nos cursos gratuitos de EAD

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) recebeu 4.830 inscrições para os cursos gratuitos de Operador de Computador e Promotor de Vendas, promovidos na modalidade de ensino à distância (EAD). Os cursos serão desenvolvidos pela Seciteci em parceria com o governo federal, por meio do programa ‘Novos Caminhos’.

O secretário da Seciteci, Nilton Borgato, explica que ao todo, foram ofertadas 650 vagas para os dois cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) – 350 para Operador de Computador e 300 para Promotor de Vendas. “Tivemos um número de inscrições muito acima do esperado e, de acordo com a pactuação que temos com o Ministério da Educação, esse número é restrito para este primeiro semestre”, afirma.

Entretanto, o secretário informa que a Seciteci lançará um novo edital no próximo semestre que deve atender aos inscritos que não foram contemplados, além de outros interessados. “Esse momento de crise causado pela pandemia do novo coronavírus fez com que ocorresse uma série de transformações no dia a dia da sociedade. E temos que estar preparados para essa realidade de aprendizagem que já existia, mas que agora se tornou fundamental” diz.

O curso de Operador de Computador recebeu 2.878 inscrições, enquanto que o de Promotor de Vendas registrou 1.952 inscritos. A Seciteci realizará os cursos por meio das Escolas Técnicas Estaduais dos municípios de Barra do Garças, Tangará da Serra, Rondonópolis e Lucas do Rio Verde. A carga horária de cada curso será de 160 horas em um ambiente virtual de aprendizagem (AVA).

O início das aulas teve um calendário diferenciado. Nas unidades de Rondonópolis e Lucas do Rio Verde os alunos começaram as atividades no dia 15 de junho, em Tangará da Serra as aulas tiveram início no dia 22 de junho e, na unidade de Barra do Garças, as aulas iniciam nesta segunda-feira (29).

O secretário de Educação Profissional e Superior da Seciteci, Stephano do Carmo, ressalta que por meio da qualificação profissional, o cidadão tem mais oportunidade para conquistar uma vaga de emprego.

“A Seciteci está apta para oferecer ensino de qualidade a distância. Nossa equipe se empenhou muito para entregar conteúdos relevantes no processo de aprendizagem.  Então eu aconselho ao aluno criar uma rotina de estudos para manter o foco. Procurar um local adequado e confortável para estudar. Com disciplina, o aluno certamente conseguirá aproveitar ao máximo o curso”, aconselha o gestor.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Taxa de ocupação das UTIs está em 97,1%; Mato Grosso registra 21.081 casos de coronavírus

Dos 21.081 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.996 estão em isolamento domiciliar e 8.534 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 233 internações em UTI, 337 em enfermaria e 821 óbitos. A taxa de ocupação está em 97,1% para UTIs e em 49,5% para enfermarias.

Publicado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (05.07), 21.081 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 821 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. 

As 35 mortes mais recentes envolveram residentes de Várzea Grande, Cuiabá, Rondonópolis, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Barra do Garças, Pontes e Lacerda, Confresa, Santa Terezinha, Vila Rica e General Carneiro

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19 estão Cuiabá (4.949), Várzea Grande (1.597), Rondonópolis (1.480), Sorriso (946), Lucas do Rio Verde (909),  Tangará da Serra (816), Primavera do Leste (803), Sinop (570), Nova Mutum (534), Pontes e Lacerda (476), Campo Verde (400), Cáceres (363), Confresa (330), Barra do Garças (270), Campo Novo do Parecis (267), Sapezal (253), Colíder (252), Querência (239), Matupá (223) e Peixoto de Azevedo (208).  Veja AQUI o boletim completo

Nas últimas 24 horas, surgiram 753 novas confirmações no Estado. A área técnica ainda esclareceu que foram corrigidas cinco ocorrências de duplicidade no sistema. Além disso, um caso anteriormente notificado em Confresa foi reposicionado para Canabrava do Norte, município de residência do paciente.

Dos 21.081 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.996 estão em isolamento domiciliar e 8.534 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 233 internações em UTI e 337 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,1% para UTIs e em 49,5% para enfermarias.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 51,1% dos diagnosticados são do sexo feminino e 48,9% masculino; além disso, 5.644 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 23.553 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.542 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Neste domingo (05), o Governo Federal confirmou 1.603.055 casos da Covid-19 no Brasil e 64.867 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 64.265 óbitos e 1.577.004 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. 

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana