mato grosso

Seciteci divulga edital para contratação de professores temporários

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) está com inscrições abertas para a seleção de professores temporários que atuarão em cursos profissionalizantes nas Escolas Técnicas Estaduais (ETE’s). Trata-se do edital complementar para as 43 vagas que não foram preenchidas, por falta de candidatos classificados. As inscrições seguem até o dia 08 de agosto, e, para acessar o edital e se inscrever, acesse AQUI

Estes profissionais vão atuar na conclusão de cursos profissionalizantes que estão em andamento, mas foram suspensos por conta da pandemia. Eles irão atender a demanda das Escolas Técnicas Estaduais (ETE’s) de Sinop, Cuiabá, Rondonópolis, Barra do Garças, Diamantino, Tangará da Serra, Lucas do Rio Verde, Alta Floresta e Poxoréu, bem como as unidades fora da sede.

As vagas ofertadas são para as áreas de Administração, Informática, Agronomia, Zootecnia, Medicina Veterinária, Enfermagem, Farmácia ou Bioquímica, Ciências Biológicas, Química, Engenharias, Letras e outras especialidades. 

Os interessados poderão se inscrever até domingo (08.08), pelo site com a documentação exigida em edital, entre elas: diploma ou histórico escolar do curso pós-graduação (se for o caso), RG, CPF, curriculum vitae e comprovante de experiência na área que deseja atuar. 

A base salarial é a mesma de professores efetivos e segue conforme a carga horária de cada profissional, que pode ser de 20 ou 30h, portanto pode variar de R$2,4 mil a R$7,4 mil, conforme titulação.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Seduc e Sintep debatem retorno das aulas, contratações e processo de atribuição

Publicados

em


A volta às aulas na modalidade híbrida foi tema de reunião entre a Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) e representantes do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT). O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, apresentou as medidas adotadas e os investimentos feitos pelo Governo do Estado para garantir o retorno seguro para profissionais e estudantes.

Foram abordados temas como o funcionamento das escolas, medidas de biossegurança, plano de contingência, além dos processos seletivo e de atribuição dos professores para o próximo ano, chamamento do cadastro de reserva do concurso de 2017 e ações para melhorar a educação e garantir a recuperação da aprendizagem dos estudantes. O Sintep apresentou sugestões que serão avaliadas pela Seduc.

Essa é a primeira de uma série de reuniões que serão realizadas entre a Seduc e o Sintep. Foi definido que as reuniões serão por temas. O secretário Alan Porto reforçou que a Seduc está aberta ao diálogo e que o objetivo da reunião foi sanar todas as dúvidas sobre o retorno das aulas.

Processos seletivo e de atribuição

A secretária-adjunta de Gestão de Pessoas, Flávia Emanuelle de Souza Soares tirou dúvidas sobre os processos seletivo e de atribuição para o próximo ano. Destacou que após uma consulta à rede, foi identificado que o processo seletivo é uma reivindicação da maioria. A Seduc já está trabalhando no edital.

Quanto ao processo de atribuição, a portaria será publicada nos próximos dias. Entre as mudanças, está a antecipação do início da atribuição para o mês de outubro de forma que até o final do ano, antes do recesso escolar, os profissionais já estejam atribuídos e saibam onde vão atuar no próximo ano.

Além disso, a atribuição passará a ser totalmente online e deixará de contar com os certificados para somar pontos. A decisão é para evitar fraudes com a apresentação de certificados falsos. “São soluções de gestão para incluir qualidade na educação”, enfatiza a secretária.

Concurso público

Foi reafirmado ao Sintep que o chamamento de 141 professores de área do Concurso de 2017, por polo, já está adiantado, aguardando apenas autorização da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplag). São profissionais do cadastro de reserva, uma vez que todos os aprovados já foram chamados.

Biossegurança

O secretário Alan Porto esclareceu todas as medidas de biossegurança adotadas para o retorno seguro, com ampliação de recursos para as escolas, além da criação do plano de contingência, junto com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), para casos de suspeita ou confirmação de Covid-19 nas unidades.

Enfatizou que os casos suspeitos e confirmados são acompanhados diariamente pela Seduc, por meio do sistema Indica-SUS.

Secretária adjunta de Gestão de Pessoas reforçou que o Programa de Educação para Redução do Absenteísmo (ERA) também está focado no pós-covid, acompanhando os profissionais com atendimento psicológico, de educador físico e outros atendimentos necessários.

Investimentos

Alan Porto fez, ainda, uma explanação dos recursos que estão sendo investidos em infraestrutura física e tecnológica, e na área pedagógica. São R$ 936 milhões do Programa Mais MT.

O secretário reforçou que todas as obras paralisadas da educação, em gestões anteriores, estão sendo retomadas pelo atual governo e serão concluídas.

Até o final de 2022, serão 35 novas escolas, 40 unidades reformadas e ou ampliadas, mais de 300 unidades climatizadas, mais de 30 novas quadras poliesportivas, manutenção em mais de 380 escolas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana