Rondonópolis

Saúde suspende imunização de pessoas com comorbidades

Publicados

em


Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Rondonópolis informa que o estoque do imunizante da Astrazeneca/Oxford contra a Covid-19 esgotou e, com isso, a ampliação dos grupos prioritários está suspensa. Nesta segunda-feira (17), o município realizou a aplicação da primeira dose do imunizante em pessoas acima de 25 anos com comorbidades.

“Avançamos bem na imunização dos grupos prioritários estabelecidos pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), mas tivemos que suspender a  aplicação da primeira dose da Astrazeneca hoje, pois o nosso estoque se esgotou e  as doses que chegaram no Escritório Regional estão retidas como reserva técnica   para  garantir o reforço”,  comentou a coordenadora da equipe imunização de Rondonópolis, a enfermeira Cibelly Carvalho.

“Para continuarmos ampliando os grupos prioritários no município, dependemos do envio de novas remessas do Ministério da Saúde”, acrescentou a enfermeira.

Segunda dose da Coronavac

A retomada programada para esta terça-feira da aplicação da segunda dose da vacina Coronavac/Butantã, porém, está garantida, após a chegada de mais de quatro mil doses do imunizante chinês, que é produzido no Brasil pelo Instituto Butantã, em São Paulo.  

O município retoma a vacinação pelas pessoas com mais de 70 anos que estão com as senhas entregues na Escola Estadual Pindorama, na última quarta-feira (12). A vacinação acontece em sistema drive-thru no Estádio Municipal Luthero Lopes e na Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) e em mais oito pontos de vacinação: ESF Paineiras, ESF Pedra 90, C.S Cohab, ESF Padre Miguel, ESF Morumbi, ESF Dom Osório, ESF Serra Dourada, ESF Itamaraty e ESF André Maggi.

Os idosos deverão comparecer nos pontos de vacinação conforme o número da senha na seguinte ordem: 8 horas, serão vacinadas as pessoas com as senhas 1 a 200; às 9h30, atendimento para as senhas de 201 a 400; às 13 horas, serão as senhas de 401 a 600; e às 15 horas, senhas compreendidas entre 601 a 900. Quem for tomar a segunda dose deve portar título de eleitor para comprovar residência. 

Acamados

Os idosos acamados que aguardam a segunda dose da Coronavac devem entrar em contato com os postos de saúde para agendamento. 

Trabalhadores da Saúde

A SMS programou para terça-feira também a aplicação da segunda dose nos trabalhadores da área da saúde, que aguardam acima de 28 dias o reforço. A ação ocorre no Centro Cultura José Sobinnho, das 8h às 11h e das 13h às 16h30. 

Mais de 69 anos

Na quarta-feira (19) a secretaria inicia a aplicação da segunda dose em idosos com mais de 69 anos. Os locais de vacinação serão os mesmos de terça-feira.

O atendimento à vacinação nas unidades de saúde será das 8h às 11h para mulheres e das 13h às 16h30, os homens. Já no posto de atendimento no sistema de drive-trhu instalado no Luthero Lopes a vacinação será das 8h às 16h30.

Avaliação

Para os dias seguintes, Cibelly diz que o município aguarda o andamento da vacinação na terça e quarta para decidir sobre as próximas datas de convocação de novos grupos para vacinar. 

 “Vamos avaliar o avanço da imunização destes grupos já convocados e definir um novo calendário para aplicação do reforço da vacina em outros grupos etários”, explicou Cibelly.

Comentários Facebook
Propaganda

Rondonópolis

Prefeitura se prepara para implantação de sistema de digitalização de documentos

Publicados

em


A Prefeitura de Rondonópolis vem trabalhando para a implantação do Sistema Integrado de Gestão Administrativa de Documentos (Siga-Doc), que visa eliminar o uso de papel, otimizar recursos, digitalizar processos na administração pública. A implantação do Siga-Doc é coordenado pelo Departamento de Arquivo Público da Secretaria Municipal de Administração, que vem trabalhando para a sua implantação há alguns anos. Em 2019, foi aprovada a Lei 10.301, que criou o Sistema Municipal de Arquivos e a Política de Arquivos (Sismarq).

Dentro do processo de implantação da ferramenta à gestão da documentação digital na administração pública municipal, nesta segunda-feira (21), realizou-se, no auditório do Palácio da Cidadania, um encontro de servidores de algumas secretarias municipais com a Superintendente de Arquivo Público do Estado, Vanda da Silva, e a Secretaria Adjunta de Planejamento e Gestão, Karollyne Nascimento Martiano. Na ocasião, elas passaram um pouco da experiência que estão tendo no processo de implantação do sistema de gestão eletrônica de documentos na administração estadual.

“Foi muito positiva a conversa que tivemos hoje. É um processo longo a implantação do sistema e vai envolver todas as secretarias. Demos hoje (segunda-feira) mais um passo importante no processo de capacitação de servidores para a utilização desta ferramenta, que o Arquivo Público Municipal vem trabalhando há alguns anos, pois ela permitirá a gestão de documento de forma eletrônica, facilitando o controle e o rastreamento de processos, reduzindo custos e a utilização de papel”, disse a gerente do Departamento de Arquivo Público, Valdeíra Cardoso. 

A apresentação do Siga-Doc foi feita, primeiramente, para os servidores do Departamento de Tecnologia da Informação (TI) e as Secretaria de Administração, Secretaria de Ciência, Tecnologia e Informação e da Secretaria de Promoção e Assistência Social. “Para se evitar reunir muitas pessoas num local só, por conta da pandemia, fragmentamos o processo de apresentação. Mas, aos poucos, iremos avançando e envolvendo outras secretarias na discussão de implantação da ferramenta em todos setores da prefeitura”, assinalou Valdeíra.

Segundo ela, os servidores e os cidadãos só tem a ganhar com a implantação do sistema digital, pois, além de reduzir custos e o impacto ambiental, através da diminuição do uso de papel, o sistema agiliza a comunicação e a tramitação de expedientes, garantindo maior segurança no controle e rastreamento dos processos administrativos. 

Desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região, o sistema é um software livre sem custos de licenciamento e com alta aderência ao modelo de requisitos para a gestão arquivística, que já vem sendo utilizada por várias instituições públicas no país.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana