sinop

Sargento da Polícia Militar morre por complicações decorrentes da Covid-19

Publicado

A Polícia Militar de Mato Grosso informa com profundo pesar a morte do 2º sargento Vandeci de Moraes, 42 anos, ocorrida na madrugada desta segunda-feira (12.10), por complicações decorrentes da Covid-19. Vandeci morreu as 4h50, no Hospital Regional de Sinop (500 km de Cuiabá).

O sargento Vandeci estava internado nessa unidade hospital desde 14 de setembro. No dia seguinte a sua internação foi transferido para a Unidade de Tratamento Intensivo(UTI), de onde saiu no início da semana passada.

De acordo com policiais, amigos próximos da família, na passada, já fora na ala de pacientes com Covid, Vandeci chegou a falar com familiares por vídeo chamada. Ele aparentava boa recuperação, tinha expectativa de receber alta hospitalar esta semana, e os amigos e familiares planejavam recebe-lo com homenagens.

Entretanto, neste domingo(11.10) apresentou um quadro grave de infecção e voltou a ser internado na UTI, onde acabou morrendo.

CARREIRA DE DEDICAÇÃO

Mato-grossense de Porto dos Gaúchos, Vandeci de Moraes ingressou na Polícia Militar aos 20 anos, no dia três de julho de 1998, no posto de soldado. Desde então, serviu a população mato-grossense por meio de diversas unidades. Em Feliz Natal, comandou o 4º Pelotão da PMMT por quase 10 anos período.

Em Sinop, onde está lotado no 11º Batalhão, serviu a comunidade, fez amigos dentro e fora da PM, e formou família com Dadva Ferreira da Silva, com quem tem uma filha, Valéria Moraes, hoje com 14 anos, e o enteado Luan.

SEPULTAMENTO

Por ser morte por Covid, não haverá velório, conforme prevê o protocolo da pandemia. O corpo do sargento sairá do Hospital Regional hoje(12), às 16h30 direto para Cemitério Municipal de Sinop.

O 3º Comando Regional, por meio do 11º Batalhão de Polícia Militar de Sinop, designou policiais para acompanhar os funerais e dar assistência à família do sargento Vandeci.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
publicidade

sinop

Projeto cria Zona Franca da Biodiversidade da Amazônia Legal em Sinop

Publicado

Por Murilo Souza

O Projeto de Lei 5172/20 cria, no município de Sinop, em Mato Grosso, a Zona Franca da Biodiversidade da Amazônia Legal, que terá como objetivos o desenvolvimento econômico e social do estado e a preservação do meio ambiente. O texto está sendo analisado pela Câmara dos Deputados.

Deputado Federal, Nelson Barbudo

Segundo a proposta, os benefícios tributários concedidos no perímetro de abrangência da zona franca – isenção do Imposto de Importação para a entrada de mercadorias estrangeiras, e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a entrada de mercadorias estrangeiras e nacionais – terão duração de 25 anos e não se aplicam a armas e munições, veículos de passageiros, bebidas alcoólicas e fumo e seus derivados.

As isenções previstas ficam condicionadas à comprovação de consumo e venda interna na zona franca; instalação e operação de atividades de turismo e serviços; estocagem para exportação; industrialização de produtos; ou internalização de bagagem acompanhada por viajante residente. A saída de mercadorias estrangeiras da zona franca para outros pontos do território nacional será considerada importação normal.

Manterão a isenção do IPI nas vendas em outra parte do território nacional apenas produtos industrializados na zona franca em cuja composição predominem matérias-primas de origem regional, provenientes dos segmentos animal, vegetal, mineral ou agrossilvopastoril.

Desenvolvimento
Autor do projeto, o deputado Nelson Barbudo (PSL-MT) explica que o modelo de livre comércio escolhido favorece a proteção ao comércio local e incentiva atividades produtivas em que a região detém vantagens competitivas.

“A implantação da Zona Franca da Biodiversidade da Amazônia Legal estimulará o aproveitamento economicamente racional e ambientalmente correto dos recursos naturais amazônicos, contribuindo para gerar emprego e renda, para a preservação do bioma amazônico e para o desenvolvimento do Mato Grosso”, diz o autor.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana