BRASIL E MUNDO

Sara Winter diz que Alexandre de Moraes “nunca mais vai ter paz”; assista

Publicado


source
Sara Winter e Bolsonaro
Reprodução/Twitter

Ativista foi alvo de operação da Polícia Federal contra fake news.

A ativista bolsonarista Sara Winter disse que o ministro Alexandre de Moraes , do Supremo Tribunal Federal (STF), “nunca mais vai ter paz”. A declaração foi feita horas após Sara ter sido alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) contra fake news.

Leia também: Aras pede suspensão de tramitação do inquérito sobre fake news

No vídeo, Sara também fala em ” infernizar a vida ” do ministro, que foi responsável por autorizar a ação. A ativista também diz que gostaria de “trocar socos” com Moraes e afirma que o membro da Corte tomou “a pior decisão” de sua vida. Confira o registro:

No começo da manhã desta quarta-feira (27), agentes da Polícia Federal foram à casa de Sara e cumpriram mandado de busca e apreensão. Um computador e um celular da ativista foram recolhidos e levados pela PF. Utilizando um tablet, Sara disse estar “praticamente incomunicável” e criticou a operação.

Comentários Facebook
publicidade

BRASIL E MUNDO

Ministério da Justiça contabiliza 82 prisões no segundo turno

Publicado


source

Agência Brasil

;
Rovena Rosa/Agência Brasil

Além das prisões, oito inquéritos já foram instaurados e 37 termos circunstanciados foram lavrados


Balanço publicado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, registra que, até as 19h deste domingo de eleições, 361 ocorrências foram registradas e 82 prisões ou conduções foram realizadas. Além das prisões, oito inquéritos já foram instaurados e 37 termos circunstanciados foram lavrados. Segundo a pasta, uma arma e oito veículos foram apreendidos até o momento, além de R$ 20 mil e diversos materiais de campanha.


Dos 257 crimes eleitorais registrados até o momento, 83 foram por boca de urna; 12 por compra de votos; cinco por concentração de eleitores; 97 por desobediência às ordens da Justiça Eleitoral; 48 por desordem que prejudique os trabalhos eleitorais; um por falsidade ideológica; dois por “fatos e imputações inverídicas” (fake news); sete por impedimento ou embaraço ao exercício do voto; e dois por transporte de eleitores.

Há também 76 ocorrências de indicações de desinformação sobre o processo eleitoral. Entre os 16 incidentes de segurança pública e defesa social, seis foram por bloqueio de vias; quatro por atendimentos de urgência e emergência; quatro por falta de energia; e dois por manifestações.

Integrantes da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, do Ministério da Defesa, Tribunal Superior Eleitoral, representantes dos estados e de outros órgãos do governo federal têm acesso às ocorrências. A Operação Eleições 2020 conta com efetivo de 96.879 agentes e o apoio de 14.556 viaturas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana