economia

Saque de auxílio de R$ 600 começa nesta segunda-feira; saiba quem tem direito

Publicados

em


source
caixa auxílio saque
Antonio Cruz/Agência Brasil

Saque em agências e lotéricas do auxílio de R$ 600 começa nesta segunda-feira (27)

A Caixa Econômica Federal libera nesta segunda-feira (27) os saques presenciais do auxílio emergencial de R$ 600 em suas agências e casas lotéricas por todo o Brasil. Para sacar, é necessário gerar senha no aplicativo Caixa TEM, e o banco indica levar documento com foto.

Leia também: Senado ampliou auxílio de R$ 600; veja o que mudou e saiba quem tem direito

A ordem de pagamentos do auxílio obedece o mês de aniversário dos trabalhadores e é iniciada com os nascidos em fevereiro e março. Para sacar, é preciso ter uma conta-poupança social da Caixa aberta.

Segundo a última atualização da Caixa , divulgada neste sábado (25), 47,6 milhões de pessoas já finalizaram cadastro com sucesso para receber o benefício emergencial que busca inibir a crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

O banco público diz que 37,2 milhões de trabalhadores já foram contemplados pelos depósitos, que totalizam R$ R$ 26,2 bilhões. Dos que já estão inscritos, faltam, portanto, pouco mais de 10 milhões a serem beneficiados, além dos que podem ter direito e ainda não foram atrás de solicitar o ‘ coronavoucher ‘. Segundo estima prévia, o total de beneficiados poderia chegar a 70 milhões de brasileiros.

Buscando evitar aglomerações nas agências e lotéricas, a Caixa pede que os trabalhadores só saquem o dinheiro em último caso, já que ele poderá ser movimentado a partir do aplicativo Caixa TEM , criado exclusivamente para o auxílio. É possível realizar transferências de até R$ 600 (sendo até três gratuitas a cada mês) – com limite diário de R$ 1.00, pagar contas, consultar extrato e saldo e quitar boleto. Saiba como usar o app aqui .

O beneficiário do auxílio emergencial terá a opção “saque” no app assim que a retirada dos R$ 600 estiver liberada para ele. O usuário deverá, então, escolher a quantidade que deseja sacar. Em seguida, será gerado o código que deve ser digitado no caixa eletrônico ou apresentado na lotérica para a retirada dos recursos.

Além de incentivar a movimentação dos recursos pelo app, a Caixa dividiu os saques de acordo com o mês de aniversário e diz que será imposta distância mínima e cuidados de higiene em todas as agências e lotéricas, buscando diminuir o contágio da Covid-19 com a liberação dos recursos emergenciais.

As informações sobre o cadastro para solicitar o auxílio ou quaisquer outras dúvidas relacionadas ao benefício devem ser tiradas somente nos canais oficiais, o aplicativo Caixa – Auxílio Emergencial, o site  auxílio.caixa.gov.br e a central eletrônica 111, exclusiva para o benefício.

Confira o calendário de saques do auxílio

  • 27 de abril – nascidos em janeiro e fevereiro, com poupança digital gratuita da Caixa;
  • 28 de abril – nascidos em março e abril, com poupança digital gratuita da Caixa;
  • 29 de abril – nascidos em maio e junho, com poupança digital gratuita da Caixa;
  • 30 de abril – nascidos julho e agosto, com poupança digital gratuita da Caixa;
  • 04 de maio – nascidos em setembro e outubro, com poupança digital gratuita da Caixa; e
  • 05 de maio – nascidos em novembro e dezembro, com poupança digital gratuita da Caixa.

Comentários Facebook
Propaganda

economia

Revendedores de gás prometem greve em 1º de fevereiro contra altas da Petrobras

Publicados

em


source

Brasil Econômico

Revendedores de gás prometem greve em 1º de fevereiro contra aumentos da Petrobras
Arquivo/Agência Brasil

Revendedores de gás prometem greve em 1º de fevereiro contra aumentos da Petrobras

Os revendedores de gás do estado de São Paulo prometem greve no dia 1º de fevereiro para protestar contra a sequência de aumentos promovidos pela Petrobras no GLP durante a pandemia. O movimento é organizado pela SP Gás e a Associação dos Revendedores do Estado de São Paulo (Apregás), de acordo com informações da revista Veja.

As associações ainda não teriam definido se vão baixar as portas na data ou se estacionarão os caminhões na entrada das principais distribuidoras de gás para suspender o fornecimento em protesto contra os aumentos.

“Desde o início da pandemia o preço do GLP para os revendedores subiu 49%. Tivemos de diminuir as nossas margens porque o consumidor não tem condições de assimilar esses reajustes”, diz à Veja Adhemar Neto, vice-presidente da Apregás.

Você viu?

Hoje, o botijão de gás de 13 quilos custa R$ 79,99 na capital paulista, mas, de acordo com os revendedores, caso os aumentos fossem repassados integralmente ao consumidor, o preço chegaria a R$ 95.

“Como uma pessoa que ganhar 1.200 reais, ou que está dependendo do  auxílio emergencial para viver, vai pagar quase R$ 100 num botijão? A Petrobras precisa repensar seu posicionamento e agir para ajudar a população”, pede o vice-presidente da Apregás.

Além dos revendedores de São Paulo, cuja paralisação do dia 1º de fevereiro deve ocorrer em Mauá , responsável por fornecer gás para a capital; São José dos Campos , que abastece o Vale do Paraíba; e Barueri , fornecedora do interior do estado, revendedores do Mato Grosso, da Bahia, de Minas Gerais, do Paraná e do Rio de Janeiro também estudam aderir à greve.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana